Home / Natureza / Tratamento Para Alergia a Trigo e Intolerância a Trigo

Tratamento Para Alergia a Trigo e Intolerância a Trigo

A dificuldade para processar o glúten que vem da dieta causa reações dos pés à cabeça, em especial no intestino, este quadro  clínico faz algumas pessoas se afastarem dos alimentos e produtos feitos com trigo. As proteínas desse cereal também podem causar uma alergia que, embora tenha alguns sintomas semelhantes aos da doença celíaca, deve ser tratada de maneira diferente porque seu ataque mais agudo pode ser fatal.

Alergia a Trigo

O intestino, o sistema respiratório e a pele são afetados pela reação negativa do organismo em virtude da ingestão de trigo através de comidas e bebidas que o tem como ingrediente, é uma intolerância à proteína do trigo.

Normalmente crianças após o desmame e a medida que gradativamente vão substituindo o leite materno por alimentos sólidos, tornam-se susceptíveis a este tipo de alergia,uma vez que estão desenvolvendo seus sistemas imunológico e digestivos. São reações alérgicas com tendência a serem superadas conforme a criança amadurece, entretanto adultos também podem desenvolver a doença.

Alergia a Trigo X Doença Celíaca

Na doença celíaca a exposição à proteína do trigo gradativamente danifica os tecidos dos intestinos e são necessários muitos meses para que as lesões se restabeleçam, enquanto que na alergia ao trigo os sintomas como cólicas e diarreias, não danificam o intestino e a suspensão da ingestão dos derivados do trigo, geralmente eliminam os sintomas.

Alergia a Trigo ou Doença Celíaca

Após a suspensão do consumo de alimentos contendo trigo como ingrediente os portadores de doença celíaca, conseguirão regenerar seus intestinos, entretanto jamais poderão voltar a consumir o trigo, senão sofrerão recidiva, ao passo que os alérgicos poderão lentamente acostumar seu organismo a ingestão do trigo, após fases de dessensibilização.

Alergia ao Trigo – Sintomas

Logo após o consumo de um alimento que contenha trigo como um dos ingredientes, a pessoa começa a espirrar, a pessoa sente os efeitos da coriza nasal, coceira na pele, irritação na boca ou na garganta e dor de cabeça. Estes são sintomas de que a pessoa é alérgica.

Estes sintomas podem ser ainda piores, por falta de tratamento, incluindo fechamento da glote e ao choque anafilático, são quadros em que a pessoa sente a garganta inchar ou apertar, dores no peito, dificuldade severa para respirar e engolir, taquicardia e tontura.

A fim de se estabelecer clinicamente que o paciente é portador de alergia ao trigo é feito um teste de alergia  na pele.  Exames de sangue complementares podem também confirmar a alergia ou tirar a prova final ingerindo alimentos que contenham o cereal, podem eliminar completamente a dúvida.

Após confirmado o quadro alérgico, o consumo de trigo deve ser suspenso, entretanto uma vez que os sintomas tenham sido combatidos, é possível administrar-se pequenas porções  de alimentos contendo trigo, em porções progressivas até que o quadro alérgico cesse.

Massinha de modelar, sorvete, catchup, molho de soja, alimentos feitos com proteína vegetal, são apenas alguns exemplos de itens onde o trigo pode estar escondido, então parar de comer massa não é o suficiente pra suspender o consumo de trigo, então alérgicos devem estar atento as letrinhas miúdas dos rótulos.

Investigação Clínica

Teste de Alergia

Gotas minúsculas de extratos alergênicos purificados – incluindo extratos para proteínas do trigo – são espetados na superfície da pele, seja no antebraço ou na parte superior das costas. Após 15 minutos, o seu médico ou enfermeiro procura sinais de reações alérgicas. Se você desenvolver uma protuberância vermelha e pruriginosa, onde o extrato de proteína do trigo foi picado em sua pele, você pode ser alérgico ao trigo. O efeito colateral mais comum desses testes cutâneos é a coceira e a vermelhidão.

Teste de Sangue

Se uma condição da pele ou possíveis interações com certos medicamentos impedem que você faça um teste cutâneo, seu médico pode solicitar um exame de sangue que detecta anticorpos específicos que causam alergia a alérgenos comuns, incluindo proteínas do trigo.

Diário Alimentar

O seu médico pode pedir-lhe para manter um registo detalhado do que e quando come e quando os sintomas se desenvolvem durante algum tempo.

Diário de Eliminação

Seu médico pode recomendar que você remova certos alimentos da sua dieta, particularmente aqueles que são alérgenos comuns. Sob a direção do seu médico, você gradualmente adicionará os alimentos de volta e anotará quando os sintomas retornarem.

Teste de desafio alimentar

Você come alimentos suspeitos de serem os agentes causadores de alergias enquanto são monitorados por sintomas de alergia. Sob supervisão, você começa com uma pequena quantidade da comida e aumenta gradualmente a quantidade que consome.

Tratamento Para Alergia a Trigo e Intolerância a Trigo

Dieta

Evitar as proteínas do trigo é o melhor tratamento para a alergia ao trigo. Como as proteínas do trigo aparecem em muitos alimentos preparados, leia atentamente os rótulos dos produtos.

Drogas

Os anti – histamínicos podem reduzir os sinais e sintomas de alergias de trigo menores. Essas drogas podem ser tomadas após a exposição ao trigo para controlar sua reação e ajudar a aliviar o desconforto. Pergunte ao seu médico se um medicamento de prescrição ou de venda livre é apropriado para você.

Epinefrina

É um tratamento de emergência para choque anafilatico. Uma pessoa em risco de ter uma reação severa ao trigo, pode precisar tomar até duas doses injetáveis de epinefrina. Recomenda-se uma segunda dose para pessoas com alto risco de anafilaxia com risco de vida, caso os sintomas anafiláticos se manifestem antes que o atendimento de emergência esteja disponível.

Cuidado de emergência

A assistência médica de emergência é essencial para qualquer pessoa que tenha uma reação anafilática ao trigo, mesmo depois de receber uma injeção de epinefrina.

Expectativas

Os cientistas estão trabalhando em vários tipos de imunoterapia para tratar alergias alimentares. A imunoterapia expõe a pequenas quantidades da substância alérgica e, em seguida, aumenta essa exposição ao longo do tempo. A esperança é que seu corpo fique insensível ao alérgeno e você terá menos ou nenhum sintoma.

Informação

Mantenha os outros informados. Se o seu filho tiver alergia ao trigo, certifique-se de que qualquer pessoa que cuide do seu filho, incluindo o diretor, professores e enfermeiras na escola, saiba sobre a alergia e os sinais da exposição ao trigo. Se o seu filho estiver portando epinefrina, certifique-se de que o pessoal da escola saiba como usar a caneta, se necessário, e que ele precise entrar em contato imediatamente com o atendimento de emergência. Informe amigos, parentes e colegas de trabalho sobre sua própria alergia alimentar.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *