Home / Natureza / Siri Branco Nome Científico e Fotos

Siri Branco Nome Científico e Fotos

O Siri Branco (Arenaeus cribrarius) é uma espécie de siri que vive nas mediações do Golfo do México e nas costas oeste do Oceano Atlântico.

O siri branco apresenta, além da cor chamativa, medidas bem grandes, podendo alcançar até 15 cm de uma pata até a outra, o que faz com que o mesmo seja considerado uma espécie de siri de grande porte.

A carapaça do siri branco é mais larga do que comprida, e pode apresentar uma pequena variação de cor, que tende a ficar entre um marrom claro com pequenas áreas bem claras, dando tons de branco, ficando, por vezes, avermelhadas em algumas áreas próximas às pinças. Algumas manchas podem ser amareladas, além de ser possível que haja manchas desuniformes em cada variedade de siri, com manchas irregulares de um siri para o outro, não apresentando um padrão característico, a não ser pela região e cores onde as manchas se apresentam.

As garras do siri são longas e robustas, de cor marrom com nuances brancas, além das patas menores serem brancas, e suas últimas patas são adaptadas ao mar, por isso são mais largas em forma de pá, apêndices esse que os ajudam a cavar, atividade que praticam com bastante frequência quando estão na areia fofas das praias.

O siri branco apresenta 9 par de espinhos (incluindo as espinhas orbitais externas) ao longo das bordas laterais da carapaça, o par mais posterior (as espinhas laterais) sendo o mais longo; possui, ainda, 8 espinhas inferiores contundentes entre as órbitas oculares (incluindo as espinhas da órbita interna) e a órbita interna das espinhas bicúspides; aparecem também as espinhas nas margens internas do Merus (pinças, ou garras) e uma pequena espinha no carpo dorsal interno e externo (articulação da garra).

Nome Científico, Características e Fotos do Siri Branco

O siri branco faz parte do reino Animalia, do filo Euathropoda, subfilo Crustacea, classe Malacostraca, ordem Decapoda, família Portunidae, genus Arenaeus e espécie Arenaeus cribrarius.

O siri branco está presente, em maior quantidade, em regiões do Golfo do México, mas também podem se apresentar nas encostas oeste das Américas do Norte e do Sul, além da América Central, onde fica o Golfo do México.

Na América do Sul e América do Norte, o siri branco não chega a compor toda a costa marinha, pois não há sua presença nos mares da Argentina, por exemplo, ficando limitada do Uruguai, subindo até as encostas do litoral sul dos Estados Unidos, ficando nos limites de Masachusetes.

Habitat e Desenvolvimento do Siri Branco

O siri branco opta por viver em águas que chegam até a 70 m de profundidade, com desembocadura em praias de areia fofa, pois os mesmos cavam covas para se esconder dos predadores, que na maioria das vezes são compostos por aves, como gaivotas, guinchos, pilritos, rolinhas, borrelhos e possíveis corujas e outras aves rapineiras que vivem nas árvores que encabeçam as praias.

O siri branco leva cerca de 1 ano para se tornar adulto e atingir sua maturidade sexual, e durante esse processo, passará por 4 transformações principais, desde quando é um simples plâncton, até o desenvolvimento de sua carapaça.

O primeiro estágio é o chamado estágio planctônico Zoea, que é quando os ovos chocam e os caranguejos vivem como plânctons, e depois de quase dois meses, passando por 8 fases nesse estágio, o plâncton atinge o estágio de megalópode. Nesse estágio, o siri branco apresentará uma cabeça seguida de uma espinha dorsal central, parecendo uma miniatura de uma lagosta.

Depois de cerca de 13 dias no estágio megalópode, o siri branco se torna um siri juvenil, com uma carapaça ressaltada e sua forma quase completa, onde os mesmos já conseguem nadar, andar e caçar por conta própria, e essa fase levará 8 ou 9 meses até que o mesmo esteja pato à reprodução, pois já estará maduro o suficiente.

Conheça Mais Sobre a Reprodução Do Siri Branco

A fêmea do siri branco promove um cortejo com a liberação de feromonios que são captos pelos machos, que então começam a se exibir para a fêmea, e a partir do momento em que ela escolhe o parceiro, os mesmos ficarão presos uns aos outros durante quase um mês inteiro, até que a fêmea troca de carapaça, processo em qual a fêmea se vira para o macho e seus abdomens se encontram para realizar a fertilização.

A fêmea carregará o esperma do siri branco macho até achar o local ideal para depositar seus ovos, e esse processo é bem variável, não existindo um padrão exato de dias, mas estudos apontam que a fêmea pode levar até 30 dias para depositar seus ovos (coincidindo com o desenvolvimento de sua nova carapaça), que só então serão fertilizados pela mesma quando está soltar o esperma armazenado nos óvulos.

Os siris não são casais monogâmicos, pois após o ato de fertilização, os mesmos não continuam juntos, e os parceiros se reproduzirão várias outras vezes durante suas vidas, tanto o macho quanto a fêmea.

Curiosidades e Informação Gerais Sobre O Siri Branco

Ainda não foi possível estabelecer os anos de vida que um Arenaeus cribrarius possui na natureza, mas estima-se que os mesmos são tão vigorosos quanto outros da mesma espécie, durante até 15 anos.

O siri branco é um tipo de siri solitário, que vagueia sempre sozinho, e a única vez que tem companhia é durante o processo de acasalamento.

O siri branco não forma família, pois após a fecundação, o macho e fêmea seguem caminhos separados, e os filhotes sempre são deixados para viverem sozinhos.

A fêmea do siri branco deixa cerca de 500 mil a 1 milhão de óvulos fecundados por gestação, mas nem 10% desse número chega a sobreviver, pois apenas servem de alimento para outros tipos de seres planctônicos ou outras espécies que também se alimentam dessa forma.

O siri branco se alimenta de detritos contidos no fundo das águas, mas também podem comer peixes e outros crustáceos, além de possuírem hábitos carniceiros, como todos os outros siris.

O siri branco é um predador, e o mesmo cria armadilhas para capturam suas presas, se escondendo debaixo da área, principalmente em areias finas e brancas, onde conseguem se camuflar ainda melhor.

O siri branco escava a areia para caçar ou para se esconder dos predadores, que na maioria das vezes são as tartarugas e tubarões.

Veja também

Habitat do Porco Doméstico: Onde Eles Vivem?

O porco doméstico (Sus scrofa domesticus), a qual conhecemos, outrora, foi um porco selvagem (Sus …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *