Home / Natureza / Qual é a Diferença Entre Rochas Sedimentares e Magmáticas?

Qual é a Diferença Entre Rochas Sedimentares e Magmáticas?

O planeta Terra é muito curioso e interessante, tendo uma série de aspectos relevantes em sua composição.

Dessa maneira, o planeta é bastante complexo e possui uma sequência inúmera de detalhes que as pessoas sequer sabem. Isso acontece pelo fato de haver muito interesse por parte das pessoas quanto a questões grandes, deixando de lado as questões menores, as pequenas partes que fazem da Terra um ambiente incrível. Nesse cenário, é muito importante saber reconhecer as menores partes do lugar onde vivemos, aprendendo tudo desde a sua concepção.

Além de servir para agregar mais conhecimento, o fato de aprender mais sobre a Terra é fundamental para aumentar o envolvimento das pessoas com o planeta, algo que faz toda a diferença no momento de impedir a destruição de toda a parte natural do mundo. Portanto, atentar aos detalhe é uma parte chave de todo o processo.

Qual é a Diferença Entre Rochas Sedimentares e Magmáticas?

Rochas Sedimentares
Rochas Sedimentares

Muitas pessoas não sabem, por exemplo, que a Terra é composta por rochas e que, a depender do tipo de formação, essas rochas podem ser muito diferentes entre si. Esse é o caso da diferença entre as rochas sedimentares e as rochas magmáticas. De forma resumida, as rochas sedimentares são aquelas que se formam a partir dos sedimentos de outras rochas e também de fósseis, sendo um amontoado de pequenas outras rochas.

Portanto, é complicado saber exatamente como esse tipo de rocha pode reagir aos ambientes, já que existe uma grande diversidade de rochas para formar apenas uma. Já as rochas magmáticas são aquelas que se formam a partir do resfriamento do magma, um processo que acontece no interior da Terra a todo momento e acaba por gerar rochas mais maciças e resistentes ao efeito do tempo.

Porém, para aprender realmente sobre as rochas que compõem o planeta Terra e saber mais sobre o próprio planeta, antes é necessário estudar de forma mais aprofundada sobre cada tipo de rocha. Assim, será possível entender um pouco melhor como funcionam essas rochas, de forma a entender, também, como as pessoas podem fazer para manter o planeta ainda mais forte.

Assim, veja abaixo um pouco mais sobre as rochas sedimentares e sobre as rochas magmáticas, entendendo além do seu funcionamento para todo o ambiente natural. Veja, também, os outros tipos de rochas e as derivações de cada uma delas.

Rochas Magmáticas

As rochas podem ser magmáticas ou sedimentares, o que varia a depender da forma como essa rocha é produzida. No caso, as rochas magmáticas são feitas a partir do resfriamento do magma, o que pode acontecer no interior do planeta Terra ou, então, na superfície. Há, assim, uma diferença de nomenclatura para o momento em que as rochas são produzidas no interior da Terra em relação a quando são feitas na superfície do planeta.

As rochas produzidas no interior, assim, recebem o nome de intrusivas, sendo gerados em um lento processo de resfriamento. Dessa maneira, é importante notar como esse processo realmente acontece de forma gradual. Já o processo rápido de resfriamento é aquele que se dá na parte superficial da Terra, quando há uma erupção vulcânica e todo o magma deixa o interior do vulcão para ganhar o mundo. Esse tipo de resfriamento é instantâneo e gera as rochas extrusivas. É importante destacar, contudo, que na prática a forma como as rochas são produzidas não interfere tanto no produto final.

Assim, de toda maneira as rochas magmáticas são um conjunto de minerais e elementos químicos. Ademais, as rochas magmáticas ainda podem receber o nome de rochas ígneas.

Rochas Sedimentares

As rochas sedimentares são aquelas que se formam a partir do acúmulo de diversas outras rochas e de outros materiais presentes no mundo. Assim, ao longo do tempo uma rocha recebe a interferência de inúmeros fatores, tais como calor, frio, umidade, etc. Como produto de todas essas mudanças, as rochas podem começar a se partir, o que pode gerar uma série de pequenos pedaços soltos pelo mundo.

Esses pedaços costumam ser arrastados para outros lugares, seja pelo vento ou pela chuva, sendo que a interferência animal também pode mover as partes de rochas para outros lugares. Com o tempo, essas rochas encontram algumas barreiras e param. Nesse momento, em geral há muitos outros pedaços de outras rochas por perto, o que faz com que esses pequenos pedaços se somem para formar uma grande rocha sedimentar.

Essas rochas sedimentares são, assim, uma união de muitas rochas e de muitos outros materiais que fazem parte do planeta Terra. Como exemplos, é possível citar o carvão, o arenito e muitas outras rochas. Na verdade, cerca de 80% do planeta é composto por rochas sedimentares, o que ajuda a entender como elas estão presentes em todo o mundo e como é importante aprender sempre mais sobre esse tipo de rocha.

Rochas Metamórficas

Além das rochas sedimentares e das rochas magmáticas, há ainda, no mundo, as rochas metamórficas. Assim, as rochas metamórficas aparecem e são formadas quando há alguma alteração física ou química nas rochas sedimentares ou magmáticas. No caso, como um exemplo, é possível que uma alteração ambiental, como mudança rápida de pressão, possa ter provocado rachaduras em uma rocha magmática. Nesse caso, tem-se a quebra da rocha em questão, gerando um outro tipo de material.

Esse novo material é uma rocha metamórfica. O calcário, por exemplo, é um grande exemplo de rocha metamórfica que está presente no dia a dia das pessoas de todo o Brasil. Esse tipo de rocha costuma ser bastante antigo, não sendo apenas mais antigo que as rochas magmáticas, até mesmo pelo fato de que as rochas magmáticas é que dão origem, na maioria dos casos, às metamórficas.

Rochas Metamórficas
Rochas Metamórficas

De toda forma, essas rochas podem ser muito resistentes ao choque mecânico, por mais que a sua composição dê a entender que não. Na verdade, as rochas sedimentares é que são as mais frágeis quando se trata de resistência ao choque, sendo um material menos compacto, até mesmo pela natureza da sua formação. Portanto, pode, sim, ser interessanteutilizar rochas metamórficas para muitas coisas.

Veja também

Ácido Linoleico

Quais os Benefícios do Ácido Linoleico Para a Saúde?

Quando se fala em ácido linoleico, se fala em ômega-6, e provavelmente você já ouviu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *