Home / Natureza / Qual a Importância da Atmosfera Terrestre Para o Planeta?

Qual a Importância da Atmosfera Terrestre Para o Planeta?

Para que possamos determinar qual a importância da atmosfera terrestre, basta que tenhamos em mente que ela é a principal fornecedora dos gases e moléculas responsáveis pela manutenção da vida na terra.

É uma constituição de gases e aerossóis (partículas finas) que permanecem suspensos em volta do planeta, como uma espécie de reservatório de átomos e de moléculas que serão aproveitados para a ocorrência de praticamente todos os fenômenos físicos, químicos e biológicos.

A atmosfera é subdividida em troposfera, mesosfera, estratosfera, exosfera e termosfera. Todas elas juntas ocupam uma camada de quase 1000km e contribuem para a proteção da terra contra raios ultravioletas e demais ondas prejudiciais à vida – sem contar o fato de suprirem os organismos celulares com as quantidades necessárias de gases para os seus metabolismos.

Essas camadas ainda fornecem o dióxido de carbono e a luz solar que as plantas necessitam para a realização da fotossíntese –  além da água: a grande mantenedora da vida na terra!

A composição da atmosfera costuma ser bastante estável, especialmente entre 70 e 80km. O dióxido de carbono – como vimos -, com os seus não mais do que 0,03% presentes na atmosfera, é o principal responsável pela realização dos metabolismos das espécies vegetais, que em troca devolvem oxigênio para a natureza e, com isso, contribuem para a garantia da vida na terra.

Já o oxigênio, presente com cerca de 21%, contribui para a formação de nuvens (e de chuvas), combina-se com algumas substâncias para formar outras com igual importância; é o gás que nos mantém vivos, é essencial para a respiração celular, entre outros benefícios.

O nitrogênio é o gás mais abundante! São quase 78% a preencher toda essa imensidão, devidamente absorvido pelas raízes das plantas, para o seu desenvolvimento e nutrição.

Ele é o principal componente dos aminoácidos – que produzem proteínas; que por sua vez são fundamentais para a sobrevivência e desenvolvimento das espécies animais.

Enquanto isso, os aerossóis ( vapores de água, ozônio, cristais de gelo, etc.) são os gases responsáveis pelos principais fenômenos meteorológicos, como: vento, chuva, neve, nuvens, nevoeiro, entre outros fenômenos que são da mesma forma importantes para a manutenção da vida na terra.

E a presença desses gases torna evidente a verdadeira importância da atmosfera para a vida no planeta. Apesar de que, como sabemos, ela não vem recebendo um tratamento, digamos, dos mais dignos da sua importância.

Qual a Importância dos Gases da Atmosfera ?

A atmosfera é vida! E os gases que a compõem são os seus fiéis soldados! O vapor de água, por exemplo, é um gás que varia bastante em quantidade – a depender de diversas condições.

Ele pode variar entre 1 e 5% entre as regiões polares (e as áreas desérticas) e as regiões localizadas nos trópicos quentes e úmidos.

Os vapores de água atuam na formação de nuvens e consequentemente de chuvas, neve, granizo, garoa, entre outros fenômenos.

Isso sem falar da sua capacidade única de absorver os raios solares e determinadas radiações prejudiciais à vida – o que os torna uma garantia de condições mais amenas para a vida na terra.

Mas a importância da atmosfera também está ligada à quantidades ideais de ozônio, que é uma gás pouco abundante na atmosfera (e ainda com distribuição irregular), porém também responsável por absorver grandes quantidades de raios ultravioletas que, para a vida humana, têm um potencial altamente devastador.

O ozônio é formado a partir do choque de um átomo de oxigênio com uma molécula de oxigênio, combinado com outros fenômenos capazes de dar origem ao gás.

Ele estende-se por até 50km na atmosfera, no entanto, em grandes cidades (com elevadas taxas de poluição do ar) ele é dramaticamente reduzido.

Juntamente com o nitrogênio, oxigênio, dióxido de carbono, vapores d’água, ozônio, entre outras substancias, temos também pequenas quantidades de argônio – o gás nobre mais facilmente encontrado na atmosfera.

O argônio é o principal substituto industrial do nitrogênio, além de ser utilizado na produção de lâmpadas, soldagens, fabricação de cristais, entre outras utilizações.

Qual a Importância da Atmosfera Terrestre Para o Planeta?

Como vimos, a atmosfera é formada por gases, mas também por partículas finas ou aerossóis (cristais de gelo, moléculas de vapor, de fumaça, fuligem, cristais de sal, etc).

OS gases, a partir da troposfera, são encontrados em maior abundância como uma espécie de reservatório de substâncias necessárias para todos os processos físicos, químicos e biológicos do planeta.

Atmosfera Terrestre
Atmosfera Terrestre

Mas os aerossóis também têm lá as suas contribuições a dar – por mais incrível que isso possa parecer. Eles, por exemplo, ajudam no acúmulo dos vapores de água, condensação das nuvens, formação dos nevoeiros, na precipitação das chuvas, na absorção de raios solares ou radiação e na manutenção das condições da temperatura.

Mas também na formação de fenômenos como os arco-íris, arrebóis, auroras boreais, entre outros eventos, nos quais eles de alguma forma estão envolvidos.

Na troposfera – a cerca de 13km de altitude – ocorrem os principais fenômenos climáticos. É nela que se formam as nuvens que darão origem às chuvas.

Essas chuvas fazem parte essencial de uma das etapas do ciclo hidrológico que, ao final, garantem as condições ideais para a vida na Biosfera.

Já a estratosfera segue a cerca de 50km acima da troposfera, com temperaturas que vão aumentando até atingir a estratopausa.

É na estratosfera que acumula-se o ozônio que, como vimos, é importante para a absorção das radiações que sobem a partir da terra e dos raios ultravioletas que descem a partir do sol.

Seguimos agora em direção à mesosfera – uma região distante 80km da superfície terrestre, onde as moléculas de gases ali presentes movimentam-se aceleradamente, tornando essa região extremamente quente. Ali continuam os processos de absorção de raios ultravioletas e de radiação da terra pelos átomos de nitrogênio e de oxigênio.

Por fim, outra camada que define bem qual a importância da atmosfera terrestre, é a ionosfera. Esta, como o seu nome nos leva a crer, é responsável pela maior concentração de íons na atmosfera.

A ionosfera tem como uma das suas funções básicas facilitar a transmissão e absorção das ondas do rádio, além de contribuir para a caracterização de algumas condições meteorológicas.

Na ionosfera também ocorre o processo de separação dos elétrons moleculares dos atômicos (átomos de oxigênio e nitrogênio), realizada pelos raios solares.

Esse processo é o que garante a presença de grandes quantidades de elétrons e de íons na atmosfera e a manutenção do equilíbrio dos processos metabólicos que ocorrem no interior das células.

Deixe o seu comentário sobre esse artigo. E não deixe de compartilhar os nossos conteúdos.

Veja também

Desobstruir as Vias Aéreas

O Que é Desobstruir as Vias Aéreas?

Uma obstrução das vias aéreas é um bloqueio em qualquer parte das vias aéreas. As …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *