Home / Natureza / Quais são as Principais Características do Deserto do Saara?

Quais são as Principais Características do Deserto do Saara?

O Saara é o maior deserto seco do mundo. Ele está localizado no Norte da África, abrange os países? Marrocos, Egito, Líbia, Tunísia, Argélia, Chade, Sudão e Mali. De fato, é um enorme deserto, uma área muito seca do Planeta Terra. 

Ele possui características única e seu próprio bioma, sistema ecológico e um relevo que surpreende a todos, pois ao contrário do que muitos imaginam, ele localiza-se em um planalto, ou seja, uma região de altitude elevada, com cerca de 300 metros. 

Mas por que faz tão calor no deserto do Saara e chove pouco? Para compreender essa e outras questões, juntos às principais características do maior deserto do mundo, continue acompanhando este post.

Veja abaixo!  

Principais Características do Deserto Saara

O deserto do Saara é considerado o segundo maior deserto do mundo, pois o deserto gelado da Antártica possui maiores extensões. Porém, quando falamos de desertos secos, ele é o maior, com longa extensão, aproximadamente 9.400.000 km. 

De fato, é uma área enorme, maior que muitos países, não à toa, o deserto faz parte um grande número de países. 

O Saara é basicamente composto de areia. Onde forma-se as dunas através das tempestades de areia que acontecem com frequência na região. As áreas com água e vegetação são pequenas, porém, existem e são conhecidas como oásis. 

O Saara possui temperaturas extremas, que variam 50° nas manhãs e tarde e -5° a noite. Calor e frio estão presentes no deserto, e o mais incrível, tais temperaturas variam em um único dia. 

Por isso é muito difícil a sobrevivência da vida nessa região, apenas os beduínos e os tuaregues vivem por lá. Os beduínos são pequenos comerciantes, que atravessam todo o deserto com seus camelos e mercadorias. 

Porém, o nome do deserto (Saara) é de origem tuaregues e tem significado de deserto. Os habitantes do deserto são considerados nômades. Cerca de 8 mil anos atrás, um longo período chuvoso esteve presente na região desértica, desta forma, muitas populações humanas se estabeleceram nas margens dos rios e também por toda a região do Deserto do Saara. 

A Seca do Deserto do Saara
A Seca do Deserto do Saara

Porém, a chuva parou e a seca tomou conta da região cerca de 5 mil anos atrás e teve duração de mais ou menos 1.000 anos. Devido às inúmeras transformações humanas no local, favoreceu a mudança da paisagem e também o aumento da população. Após o período de seca extrema na região, praticamente todas as populações humanas migraram para outras regiões. 

Vale destacar que o principal rio da região é o famoso Rio Nilo, o rio mais extenso do mundo, que ajudava na alimentação e fornecia água para as plantações. 

Qual o Tamanho do Deserto Saara? 

O maior deserto seco do mundo mede aproximadamente 9 milhões de km em extensão, é uma área muito grande e abrange mais de 8 países do Norte da África. 

Essa foi a região onde as primeiras habitações humanas se estabeleceram e começaram a praticar a agricultura, pesca, caça e deixaram de viver como nômades e fizeram as primeiras modificações na paisagem. 

O que favoreceu muito para a transformação da área em deserto foram as decorrentes mudanças climáticas do ambiente. As elevadas temperaturas de dia e as baixíssimas a noite dificultam a vida na região. 

No passado, o deserto era praticamente uma floresta tropical e possuía o maior lago de água doce do mundo, o Lago Chade. 

A localização do próprio deserto favorece também um sol intenso e muito calor na região no verão. No inverno as temperaturas podem chegar até -5°C 

Isso se deve a ausência de vegetação,  e claro, do sol. Os fortes ventos e as tempestades de areia também favorecem a seca e o frio. 

Quem Vive no Deserto Saara? 

A região que já foi muito habitada há tempos atrás, hoje comporta apenas duas populações humanas, que são nômades, 

Apesar disso, a vida animal está muito presente na região, com animais que não necessitam de muita água para sobreviver que conseguem resistir ao calor com extrema facilidade. 

Por isso, escorpiões, lagartos, insetos e cobras. Além de raposas, gazelas, camelos e dromedários habitam a região. 

Vale destacar que o dromedário, junto com a camelo são os principais meios de transporte utilizados pelos humanos na região. Eles conseguem andar por longas distâncias e suportam muitos dias sem água. 

A ausência de vegetação favorece a vida de aracnídeos, como escorpiões, além de muitos insetos e lagartos. Porém, ela não está totalmente desaparecida, ainda existem pequenos fragmentos e matas esparsas. 

Mas afinal, existe vegetação no deserto do Saara? qual é? Confira a seguir! 

Vegetação do Deserto do Saara

Há pouca vegetação, isso é fato, mas é importante destacar que ela existe. É basicamente composta por oásis, que são pequenos lagos, com alguma vegetação no entorno. Além disso, estão presentes pequenos fragmentos de mata, são longes um do outro e poucos, mas garante a sobrevivência de muitas espécies. 

As dunas também compõem a paisagem desértica do Saara. Elas surgem a partir das inúmeras tempestades de areias que acontecem na região. Ventos com mais 140 km/h formam potentes e perigosas tempestades de areias e consequentemente, elas formam as dunas. 

Vegetação do Deserto do Saara
Vegetação do Deserto do Saara

O deserto do Saara localiza-se em meio a diversas cadeias montanhosas, por isso é considerada uma região de planalto, sendo assim, os ventos, o frio e as decorrentes mudanças de temperatura fazem parte do dia a dia do deserto. 

A região passou a ser muito valorizada depois da descoberta de petróleo no subsolo. Porém, é necessário um grande investimento para poder extraí-lo, ainda não foram iniciadas e, dificilmente, serão, pois o deserto com seu clima, suas características dificultam muito a extração. 

Em 1979, na região onde localiza-se a Argélia foi registrada a ocorrência de neve. Em meados de 2016 também ocorreu, mas desta vez foi registrada na região de Ain Sefra, que também faz parte da Argélia.

Animais que Sobrevivem no Deserto do Saara
Animais que Sobrevivem no Deserto do Saara

Um enorme deserto, com variações climáticas extremas, com a presença de animais incríveis e com o rio mais extenso do mundo, esse é o Deserto do Saara. 

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas nas redes sociais e continue acompanhando nossas postagens! Aqui no Mundo Ecologia você encontra informações sobre animais, plantas e natureza! 

Veja também

Ácido Linoleico

Quais os Benefícios do Ácido Linoleico Para a Saúde?

Quando se fala em ácido linoleico, se fala em ômega-6, e provavelmente você já ouviu …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *