Home / Natureza / Plantas em Extinção no Pantanal

Plantas em Extinção no Pantanal

O pantanal brasileiro é considerado como a maior planície inundável do mundo,embora seja um dos menores biomas brasileiros em área de abrangência, quantocomparado à Amazônia, Cerrado, Caatinga, e Mata Atlântica.

No entanto, mesmo com a área de abrangência significativamente menor quandoequiparado a outros biomas, o Pantanal possui incríveis 150.355 Km² de extensãoterritorial e recebeu da UNESCO os títulos de “Patrimônio Natural Mundial” e “Reservada Biosfera”, em razão da grande biodiversidade encontrada.  

O pantanal brasileiro abrange os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde se localiza a Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai. O pantanal também se estende aos países vizinhos Paraguai e Bolívia, no entanto, nestes países recebe a denominação de “Chaco”.

As inundações de longa duração são decorrentes do solo pouco permeável. No invernoocorre o período de seca, no qual os rios dão lugar a um terreno barroso, muitoaproveitado como áreas de pastagem para o gado.   

A vegetação predominante é de savana estépica, cerrado, além de mata ciliar àbeira dos rios; também há gramíneas, árvores de médio porte, gramíneas earbustos. As características da flora de cada área do pantanal dependemdiretamente da altitude. No entanto, esse bioma já sofreu algumas intervenções humanase uma parte da cobertura vegetal típica pantanense está sendo substituída por lavourase pastagens.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre as plantas em extinção no pantanal,além de outras importantes características e curiosidades sobre esse bioma.

Então venha conosco, e boa leitura.

Conhecendo a Fauna do Pantanal

Para falar sobre a biodiversidade vegetal do pantanal, convém começar peloselementos da fauna, os quais estão diretamente ligados ao bioma e aos elementosnele inseridos.

Pois bem, a fauna do pantanal é caracterizada como uma das mais abundantes doplaneta. São aproximadamente 1.000 espécies de borboletas, 650 espécies deaves, 260 espécies de peixes, 120 espécies de mamíferos e 90 espécies dereptéis.

Dentre as aves, os tuiuiús são considerados o símbolo do Pantanal, no entanto, tambémhá outras espécies tais como as curicaras, carcarás, tucanos, periquitos,arara-azul, beija-flor, papagaios, gaviões, jaburus, garças-brancas, jaçanãs, emas,seriemas e colhereiros.

Como espécies de peixes, há o piau, jaú, dourado, piranha, curimbatá, pacu, chacharae pintado. Em relação aos répteis, no pantal podem ser encontrados os jabutis ecágados, cobra sucuri, jibóia e cobra d’água, além de jacarés e lagartos.

As espécies de mamíferos incluem grande parte dos animais ameaçados de extinção e quesão símbolo da fauna nacional, a exemplo da onça-pintada, bicho-preguiça, anta,quati, tatu, cervo do pantanal, macaco-prego, lobo-guará, porco do mato,tamanduá-bandeira, ariranha, capivara, veado-campeiro e veado catingueiro.

Aspectos Gerais Sobre a Vegetação do Pantanal

A vegetação do Pantanal vista de cima pode lembrar a estrutura de um mosaico, por compor elementos tanto do Cerrado, quanto da Amazônia e Mata Atlântica.

 Dependendo da altitude e das condições de relevo, há mudança da flora. Nas áreas mais baixas e inundáveis, podem ser observadas gramíneas e plantas aquáticas; em zonas intermediárias, estão presente os arbustos; enquanto que nas áreas de planalto, não atingidas pelasenchentes, estão posicionadas as árvores de pequeno, médio ou até grande porte.

Algumas Espécies Vegetais Encontradas no Pantanal

No Pantanal, podem ser encontradas as plantas aquáticas aguapé (Eichhornia carassipes)e alface d’água (Família Araceae). O aguapé é originário dasregiões de água doce e tropicais da América do Sul, com distribuição nas baciasdo Rio Amazonas e do Rio Prata. O alface d’água possui 104 gêneros e 3.500espécies, é considerado arbustivo e rizomatoso.

O mandacaru (Cereus jamaracu) é uma planta cactácea presente nas áreas doPantanal em transição para o Cerrado.

Entre as árvores de pequeno porte, existem as orquídeas (Família Orchidaceae). Já para espécies de maior porte, algumas espécies de palmeiras incluem o acuri (Attalea phalerata) e carandá (Copernicia alba) . O acuri é conhecido por suas amêndoas adocicadas que são o principal elemento da dieta das araras-azuis. O carandá é considerado uma palmeira altamente resistente ao frio, e com rápida germinação.

Outrasespécies consideradas de médio e grande porte são a aroeira (Família Anacardiaceae),a figueira (Gênero Ficus), a piúva (Eugenia melanogyna)e o ipê (Gêneros Handroanthuse Tabebuia). A aroeira engloba váriasespécies de árvores com propriedades medicinais.

Ipê
Ipê

As figueiras são árvores degrande porte presentes em áreas tropicais ou sub-tropicais, nas quais existaágua; são lenhosas e possuem caule irregular, assim como raízes adventícias ousuperficiais. A piúna é uma planta características de áreas como a beira derios e nascente de florestas chuvosas, é muito prevalente na Mata Atlântica eproduz frutos oblongos de cor preta.  Em1978, o ipê foi considerado como flor símbolo do país, e além da beleza tambémpossui valor econômico, pois é frequentemente empregada no ramo farmacêutico,construção naval e civil.

Plantas em Extinção no Pantanal

A floral do pantanal detém um alto valor econômico e, infelizmente, esse fatointensifica a prática do desmatamento. Associado a isso, as práticas deagropecuárias também são intensas e são consideradas a principal atividadeeconômica da região a quase 200 anos.

O pantanal ocupa 7 % do território do Mato Grosso e 25 % do território do MatoGrosso do Sul. Segundo pesquisas recentes,o Mato-Grosso possui atualmente 31 espécies da flora que foram classificadascomo em risco de extinção, incluindo espécies em perigo e ameaçadas.

Essas espécies envolvem plantas arbóreas, visto que espécies arbustivas e herbáceas ainda não foram identificadas. Na relação estão inclusas algumas das plantas citadas acima, tais como o ipê, além de outras que, embora não sejam exclusivas desse bioma, também são encontradas no pantanal. Os exemplos incluem o mogno, jatobá, castanheira e andiroba.

 O mogno-brasileiro (Swietenia macrophylla) também é encontrado no pantanal, porém tradicionalmente é nativo da Região Amazônica. É muito empregado na construção de móveis, em decorrência da sua estabilidade e duração, somado à beleza da madeira. Um dos grandes inimigos desta espécie é a extração clandestina e sem estratégias de sustentabilidade.

Mogno-Brasileiro
Mogno-Brasileiro

 Mesmo não sendo um bioma de grande extensão territorial, é importante reconhecer a grandeza da sua biodiversidade, e ter a consciência que o desmatamento de espécies vegetais também coloca em risco a fauna coexistente.

*

Agora que você conhece um pouco mais sobre o pantanal, sua vegetação e espécies em extinção, continue conosco e conheça outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Águasde Bonito. Temporada dos Ipês floridosno Pantanal. Disponível em: <

Veja também

Intoxicação por Inalação

Quais os Sintomas de Intoxicação por Inalação?

Envenenamento ou intoxicação é o nome dado a lesão ou morte devido à deglutição, inalação, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *