Home / Natureza / O que é V na Análise de Solo? Para que Ele Serve?

O que é V na Análise de Solo? Para que Ele Serve?

Você já parou para pensar que se ainda estamos vivos, é porque ainda existem recursos naturais a nosso dispor? Apesar de nós humanos insistirmos em destruir o que há de natural em nosso planeta – em 2019 o planeta atingiu o limite anual de recursos naturais disponíveis no ano -, ainda há uma quantidade significante de recursos com importância vital para nós humanos, como o Solo. Mas qual é a importância deste item natural para a vida terrestre, em geral? 

Importância do Solo na Agricultura

O solo do planeta é fundamental para manutenção de todo o tipo de vida. Isso acontece porque este recurso natural fornece inúmeros benefícios, desde nutrientes para as plantas que, por sua vez, repassam aos animais e a nós seres humanos, os minerais e vitaminas indispensáveis para a nossa sobrevivência. E para que o solo esteja apto a fornecer tamanhos benefícios, é preciso que haja a produção agrícola das diversas culturas.

Além disso, o solo é também a matéria-prima para o progresso contante da urbanização e tecnologia, pois é dele que são retirados materiais como areia, terra, pedra, metais preciosos e demais recursos naturais para construir estruturas como edifícios, casas, transportes e a extensa gama de materiais tecnológicos.

E afunilando mais a importância do solo para a agricultura, para que todos esses recursos sejam adquiridos, é necessário que haja a constante fertilização do solo – pois com a plantação de inúmeras culturas, o solo tem uma considerável baixa de seus nutrientes; logo, devem ser repostos para que novas culturas sejam implementadas.

Variações de Solo

Solos podem ser identificados de acordo com sua formação, textura e cor. Esse recurso natural é a junção da água, rochas, organismos, relevo; e o efeito de bilhares de anos sobre todos. Dentre os tipos de solo, estão:

Solo Orgânico

Solo Orgânico
Solo Orgânico

São constituídos, em sua maioria, por matéria orgânica (como microorganismos e decomposição de animais e plantas). Além disso, contém uma rica quantidade de húmus, substância que controla a cor do solo e o seu nível de fertilidade.

Solo Arenoso

Solo Arenoso
Solo Arenoso

Dentre todos os tipos de solo, o arenoso é o mais suave deles. Aproximadamente 70% de sua formação é exclusivamente de areia, sendo que o restante de sua estrutura é formado de argila. Esse é um tipo de solo inadequado para a agricultura, pois tem uma são bastante porosos e permeáveis.

Solo Argiloso

Já o solo argiloso (também chamado de Terra Roxa), é o mais pesado entre os tipos de solo, pois é o mais úmido de todos. É também o solo que apresenta a maior gama de mineiras em sua constituição (como alumínio, ferro e argila). Por isso, é o solo mais indicado para a realização de produção agrícola, pois seu nível de fertilidade é altíssimo.

Por isso, é indicado que haja um conhecimento prévio dos tipos de solo, para iniciar o processo de agricultura de uma cultura; porém, para que isso seja viável — e possível — é necessária a implementação de algumas ações, uma delas é a sua fertilização. O procedimento de fertilização, nada mais é do que a realização de processos químicos que apontam o tipo de solo e a sua quantidade de nutrientes disponíveis para o desenvolvimento da futura cultura a ser plantada e cultivada. 

Ainda que a adição dessas substâncias sejam de extrema importância para as culturas, para que funcionem, devem atender as condições químicas de cada tipo de solo. Dentre elas, está o nível de acidez, que é controlado (e corrigido) por outra importante ação, a Calagem do Solo.

Calagem do Solo

Os solos Brasileiros têm como característica sua condição de alta acidez e alumínio – que afetam negativamente a saúde das futuras culturas cultivadas.

Solos Brasileiros
Solos Brasileiros

Para que isso seja corrigido, os produtores e demais profissionais rurais devem providenciar a Calagem do Solo, que nada mais é do que a injeção de calcário no solo para a diminuição da acidez do solo. Antes deste processo, é necessário seguir alguns procedimentos técnicos:

Análise do Solo

Antes de mais nada, o profissional deverá retirar uma amostra do solo para que seja enviada a um laboratório. O engenheiro-agrônomo responsável pelos resultados, orientará o produtor rural – com base nas análises – sobre quais recomendações técnicas ele deverá seguir.

Qual Calcário Inserir?

Com as recomendações técnicas, o produtor saberá qual tipo de calcário usar na calagem do solo.

Calcário no Solo
Calcário no Solo

Para saber o tipo ideal, é preciso saber a quantidade de magnésio e o poder relativo de neutralização total (PRNT): quanto maior o poder do calcário, menor a quantidade que será utilizada no solo. Dentre os tipos de calcário estão:

Cal Normal

Cal Virgem

Cal Hidratada

Cal Calcinado

Escório Básica de Siderurgia

Carbonato de Cálcio

Escolher o Melhor Método de Calagem

São três os método existentes de calagem: método do índice SMP, método do alumínio trocável e o método mais utilizado em nosso país e, do qual entraremos em mais detalhes, o Método de Saturação de Bases (V%).

Saturação de Bases (V%)

A letra “V” na análise de solo, siginifica a procentagem do método de Saturação de Bases (V%) a ser utilizada. O produtor deve correlacionar a quantidade de calcário que será usado com o nível de acidez e saturação por bases que estão no solo. Para isso, a seguinte fórmula deve ser solucionada NC (ton/ha) = (V2 – V1) x CTC / PRNT, sendo:

  • NC: quantidade em toneladas por hectare (t/ha) da calagem que será usada
  • CTC: é o valor total de cátion armazenados à superfícies do humus ou do solo, sendo o equivalente a CTC pH7
  • V²: a quantidade de saturação de bases referente ao vegetal que será plantado
  • V¹: a quantidade de saturação de bases que está indicada nos resultados de laboratório
  • PRNT: o número (quantidade) de “poder relativo de neutralização total” indicado na embalagem do tipo de calcário escolhido para realizar a calagem

O produtor deve se atentar para a quantidade de umidade no momento da calagem. De acordo com a quantidade de água no ar: o tempo da reação no solo pelo método utilizado poderá demorar mais ou menos. Por isso, é preciso que a calagem de solo seja feita com no mínimo três meses de antecedência antes do início da plantação das culturas.

Veja também

Qual é a Melhor Gordura Para Fritura?

Ao escolher o melhor óleo para fritar, pense nos atributos de cada item, incluindo como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *