Home / Natureza / O Que é Horizonte Vértico? Como Ele Acontece?

O Que é Horizonte Vértico? Como Ele Acontece?

O solo é formado por microorganismos, matéria orgânica e terra; sem os quais não existiria a vida como conhecemos hoje. Seus produtos foram alterados por organismos e transportados pela chuva; modificados pelo calor e pelo frio; ou seja, pelo clima. Além disso, é também com o tempo e o clima, que é esculpido o relevo. No seguinte artigo, para além de sua origem e formação, iremos analisar os inúmeros tipos de solo, dentre eles os Vertissolos e/ou Horizonte Vértico. Confira abaixo!

São milhares de anos para formar o solo. A modificação da paisagem leva tempo. Mas o que muitas pessoas não sabem, é que os solos são recursos naturais não-renováveis: no caso, do solo, onde se planta. Recursos reunidos por milhões de anos pela natureza e que são vitais para a sobrevivência da vida no planeta, podem ser consumidos por gerações.

Sem o devido cuidado e estudo do solo, algumas partes do planeta já sofrem com a falta de água e desertificação, dois dos maiores problemas ambientais. Com o crescimento demográfico, cada vez mais recursos preciosos estão sendo utilizados. Por isso, sem desenvolvimento de soluções para a recuperação do solo, a vida pode acabar.

Tipos de Solo

Antes de mais nada, solos podem ser caracterizados por serem orgânicos, arenosos ou argilosos. E isso se define por sua formação, textura e coloração; resultadas da mistura de rochas desintegradas/decompostas e de matérias orgânicas ao longo dos anos. Dentre os três, podemos dizer que:

Orgânico 

Formado pela decomposição de origem vegetal e animal. Contém humus (medidor de fertilidade) e vários microorganismos.

Solo Orgânico

Arenoso

Bastante suave, formado de baixa argilosidade e bastante areia. Não é adequado para o cultivo, pois é muito permeável e poroso.

Solo Arenoso

Argiloso

Apresenta grande quantidade de argila, umidade, ferro e alumínio. É o solo mais adequado para se cultivar quaisquer culturas. Pode ser chamado de Terra Roxa.

Solo Argiloso

Horizontes do Solo

Quando a Terra estava se formando, não havia o que hoje chamamos de solo, mas sim, espécies de estruturas rochosas, nomeadas como “rocha-mãe”. Com o passar do tempo, após inúmeras mudanças, foram surgindo varias camadas, das quais foram identificadas como horizontes, dentre os quais estão:

  • Horizonte O
  • Horizonte A
  • Horizonte B
  • Horizonte C
  • Horizonte R
Horizontes do Solo

Em relação ao Horizonte O, está a camada que nós mais conhecemos: a superfície; de onde a terra é mais escura e com o poder de drenagem maior. O horizonte A, é a camada que está após a superfície; local onde ficam os microorganismos decompositores. O horizonte B é a camada sem muita matéria orgânica, sendo que algumas longas raízes conseguem atingi-la. Horizonte C é uma camada que não apresenta tantas interferências externas, mas que existem alguns poucos minerais. Por fim, o Horizonte R é a camada mais profunda, sem nenhuma interferência, considerada a rocha mãe, a origem do solo.

Classes de Solo

De acordo com o Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos, dentre todos os horizontes do solo, eles podem ser classificado entre Horizontes Superficiais (O, H e A) e Horizontes Subsuperficiais (E, B e C), de acordo com sua profundidade e seus processos pedogenéticos ao longo dos anos. Para fins de melhor análise, iremos examinar somente os classificados como subsuperficiais, que são:

Argissolos

Que predominam solos de horizonte B textural, com acumulo de argila (tanto de baixa quanto de alta atividade) e com baixa saturação de bases e de caracterização alítica.

Argissolos

Cambissolos

Solos com vários tipos de relevo, com fertilidade de baixa ou alta intensidade. Perfeitos para cultivo de várias culturas e/ou para reflorestamento de áreas degradadas. Solos de Horizonte B incipiente que estão em constante transformação.

Cambissolos

Chernossolos

Possuem uma grande quantidade de argila de alta atividade; rico em matéria orgânica e com a predominância da cor negra (por isso o prefíxo “cher” que significa escuro em russo). Solos de Horizonte A chernozêmico.

Chernossolos

Espodossolos

Solos com uma grande quantidade de materiais orgânicos (como cinzas vegetais), com a adição de alumínio e ferro. Horizonte B espódico.

Espodossolos

Gleissolos

Devido à grande quantidade de água, a textura deste solo é um tanto pastosa (por isso o prefixo “gley”, que significa pastoso em russo). Horizonte glei, de coloração cinza e características arenosas.

Gleissolos

Latossolos

Com a predominância de solos de Horizobte B latossólico, contêm muito intemperismo, são profundos e apresentam substâncias alteradas com elevados níveis de ferro e alumínio.

Latossolos

Luvissolos

Solos de horizonte B textural. São solos com muito material mineral, argila de alta atividade, com alta ou baixa drenagem e bastante bases.

Luvissolos

Neossolos

Têm pouco desenvolvimento, por isso são rasos e sem muita drenagem. Seu solos podem ser constituídos de Horizontes A,C ou R

Neossolos

Nitossolos

Solos bastante nítidos e brilhantes (por isso o prefixo nitos). Apresentam solos de horizonte B nítico.

Nitossolos

Organossolos

São os solos com maior incidência de compostos orgânicos, ou seja, ricos em carbono. Tem características de horizontes hístico (H ou O) e podem ser chamados de tiomórficos ou tufosos.

Organossolos

Planossolos

Apresentam diversas texturas, tem aparência prismática e com alto teor de sódio. São solos de Horizonte B plânico, por serem desenvolvidos em ambientes de relevo plano.

Planossolos

Plintossolos

Seu prefixo “plinto” vem do grego tijolo. Por isso, é constituído de um solo vermelho, de textura argilosa, quando secos, endurecem sem chances de reverterem sua textura. Apresentam Horizonte plíntico.

Plintossolos

Vertissolos

São os solos formados por substâncias minerais, que têm o Horizonte Vértico entre 25 a 100 cm de profundidade. Tem como característica, um solo de Horizonte B textural, com um alto ter de argila, de coloração diversa (tanto amarelada, quanto escura). Além disso, apresentam fendas ou rachaduras quando secos: têm cerca de 30 a 50 cm de profundidade e 1 de largura.

Vertissolos

Isso ocorre, devido a movimentos de contração e expansão da superfície, dificultando a estabilização das raízes. Ainda assim sua capacidade de condução hidráulica é evidentemente alta quando secos, diminuindo a medida que a argila começa a se expandir.

Horizonte Vértico: O Que é e Como Acontece?

Para entender melhor os Vertissolos, é preciso saber a definição de Horizontes Vérticos e como eles acontecem. Estes horizontes não apresentam quais quer tipos de Horizontes B diagnósticos acima de si. Seus perfiz têm coloração cinza-escura sem que horizontes próximos tenha uma diferenciação clara.

Sua consistência/textura é muito pegajosa/plástica quando há a presença de água; porém, muito dura e espessa quando seca.(isso ocorre devido ao alto teor de argila). Podem ter caráter ebânico (cores escuras), hidromórfico e háplico.

Veja também

Esqueletos de um Corais

Como é o Esqueleto de um Coral?

Você sabia que o coral é um animal? Sim, por mais que pareçam fazer parte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *