Home / Natureza / O Que é Habitat Ecológico?

O Que é Habitat Ecológico?

Um habitat é um espaço (biótopo), onde encontramos seres vivos.

Na primeira segunda feira de outubro comemora-se o “Dia Mundial do Habitat”, é quando órgãos internacionais de controle e defesa do meio ambiente, compartilham informações e discutem o futuro do planeta, as ameaças a sobrevivência de todos os seres vivos e convida todos a refletir em seu papel individual nas questões envolvidas.

O Habitat

O habitat é o lugar onde vive uma espécie, seu “endereço” na natureza. Por exemplo, o “endereço da “victória amazônica” (vitória régia)  são os charcos e a vegetação alagada da Amazônia, enquanto o “endereço da lesma é entre plantas, no solo ou na água.

O habitat pode não referir-se, necessariamente,  a um espaço geográfico, mas a um pequeno ambiente, como por exemplo:  dentro da casca de uma árvore, embaixo de uma pedra,  sob um monturo de lixo (sistema biológico),  e no caso dos parasitas, pode ser o interior do corpo de outro ser vivo (hospedeiro).

O habitat é um lugar na natureza onde a espécie encontra os fatores necessários para nascer, crescer, se procriar, morrer, se decompor, e então, ser remineralizado e reaproveitado na natureza.

O habitat pode ser natural ou artificial.

O habitat natural é aquele encontrado normalmente na natureza.

O habitat artificial demanda a interferência humana, são criados pelo homem, imitando ao máximo possível, as característica do ambiente natural, daquela especie, como os criadouros de peixe.

Habitat – Degradação

Quando retirado do seu habitat, ou quando este ambiente é modificado ou destruído, a sobrevivência de muitas espécies, em virtude de suas características singulares, tornam-se ameaçadas.

Tomemos como exemplo a Ararajuba (Guaruba guarouba). Essa belíssima ave, cujas cores são o verde e o amarelo, só existem na Amazônia, sendo este o seu habitat natural.

Imagine o que tem acontecido com ela em virtude da degradação, provocada por extrações ilegais, desmatamento e queimadas.

A Amazônia deixou de ser o ambiente ideal para seu desenvolvimento. A ararajuba não encontra mais comida, nem um local pra se abrigar. Sua casa foi destruída.

Não é necessário dizer que esta espécie esta sob ameaça de extinção.

Quando o homem derruba matas para construção de casas e ampliações de pastagens e cultura de alimentos, além de poluir e contaminar este ambiente, ele destrói o habitat de várias espécies.

A maioria dos animais, sob o risco de extinção ou já considerados extintos, tem na ação do homem sua responsabilidade.

O incorreto manuseio do lixo que produzimos, por exemplo, prejudica diretamente algumas espécies, pense nisso!

A Ecologia

Ecologia
Ecologia

A ecologia analisa a distribuição dos seres vivos (animal, vegetal ou micro orgânico) dentro de seus habitat, quantos são estes seres vivos (biocenose)  e a maneira como compartilham deste ambiente(interação ecológica).

Analisam também, como os aspectos físicos de cada habitat, influenciam no comportamento de cada espécie, naquele habitat estudado.

Meio Ambiente

O  meio ambiente refere-se as características físicas (solo, umidade, temperatura e luminosidade), biológicas e químicas compartilhados por estes seres vivos, interagindo com eles, que possibilitam que estes seres sobrevivam naquele espaço.

Alguns indivíduos conseguem adaptar-se facilmente as alterações em seu ambiente, outros por apresentarem necessidades muito específicas, não toleram grandes alterações,como catástrofes naturais, queimadas,  mudanças climáticas ou introdução de espécies exóticas, em seu ambiente.

Nicho Ecológico

A maneira de agir dos seres vivos dentro do seu habitat, seu modo de vida, seus hábitos, como se alimenta, como se reproduz, enfim, como se desenvolve dentro do seu ambiente, chamamos nicho ecológico.

Enquanto o habitat é o endereço de um ser vivo, o nicho ecológico é um segmento do habitat, se refere ao seu padrão de vida, por assim dizer.

Nicho Ecológico
Nicho Ecológico

Ecossistema

Ecossistema se refere ao estudo, do comportamento de indivíduos da fauna, flora e microrganismos,  de diferentes espécies (biodiversidade) em seus habitat , dentro de uma mesma região, delimitada geograficamente.

Analisa como estes seres  influenciam e são influenciados por outras espécies (fatores bióticos) e como são afetados pelas características físicas, químicas e biológicas, como água, solo e atmosfera  daquela região (fatores abióticos), formando um ambiente estável, equilibrado e autossuficiente.

Circunstâncias que alteram um único elemento do ecossistema, causam influências sobre todo o sistema, comprometendo o equilíbrio.

O ecossistemas podem  ser em terra seca, como florestas, desertos, montanhas, pradarias e pastagens, ou em ambientes aquáticos, como lagos, manguezais ou mares .

A biosfera (porção de superfícies onde habitam todos os seres vivos) é o maior ecossistema que existe.

Interações Ecológicas

Ecossistemas são formados por compostos orgânicos e inorgânicos.

Dentro do ecossistema os seres vivos estabelecem relacionamentos, chamados interações ecológicas:

Homotípicas – relações entre indivíduos da mesma espécie, como no caso da formação de colônias, onde indivíduos da mesma espécie formam uma sociedade, com estrutura e funções iguais.

Homotípicas
Homotípicas

Heterotípicas – relações entre indivíduos de espécies diferentes, que podem ser:

Heterotípicas
Heterotípicas

Harmônicas – a relação traz só benefícios para ambas espécies envolvidas;

Harmônicas
Harmônicas

Protocooperação – a ação de um ser vivo protege o indivíduo de outra espécie, mas elimina uma terceira espécie envolvida na relação;

Protocooperação
Protocooperação

Mutualismo –  a sobrevivência de uma espécie depende da ação de outra espécie;

Mutualismo
Mutualismo

Comensalismo –  Um ser vivo se beneficia numa relação com outro ser vivo, que por sua vez, nem se beneficia, nem se prejudica, podem ser:

Comensalismo
Comensalismo

Inquilinismo – um ser vivo serve de moradia para o outro;

Inquilinismo
Inquilinismo

Foresia – um ser vivo serve de transporte para o outro;

Foresia
Foresia

As interações ecológicas podem ser ainda, desarmônicas, casos em que uma espécie é prejudicada, pelo comportamento de outra espécie:

Competição –ambas concorrem por escassos recursos naturais;

Competição
Competição

Predatismo – indivíduo se alimenta de outro de espécie diferente;

Predatismo
Predatismo

Parasitismo – indivíduo invade outro ser vivo, furtando-lhe substâncias vitais;

Parasitismo
Parasitismo

Antibiose – individuo libera toxinas evitando crescimento de outras;

Antibiose
Antibiose

Esclavagismo – sobrevivência de um indivíduo através do trabalho de outro;

Esclavagismo
Esclavagismo

Herbivorismo – um animal se alimenta de vegetais;

Herbivorismo
Herbivorismo

Canibalismo – um animal se alimenta de outro animal.

Canibalismo
Canibalismo

O limite de vida de cada espécie, determina sua população no meio e fatores como a temperatura, por exemplo, são decisivos para a presença ou ausência dos organismos dentro do ecossistema.

Como esses fatores são mutáveis, os seres vivos ou se adaptam, através de migrações ou se tornam extintos, desequilibrando todo o ecossistema.

Em virtude do exposto, compreendemos à grave ameaça que paira quanto a vida na terra!

Uma pena!!!

Veja também

Alternância de Gerações

O que é Ciclo de Vida com Alternância de Gerações?

Genética e reprodução são dois dos temas mais conhecidos pelos brasileiros quando se fala em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *