Home / Natureza / O Que é e para Que Serve o Citoesqueleto?

O Que é e para Que Serve o Citoesqueleto?

Nosso artigo de hoje vai tratar sobre uma estrutura chamada citoesqueleto. Ele é muito importante para o bom funcionamento do nosso corpo e pode ser encontrado nas nossas células. Convido você a continuar acompanhando para aprender um pouco mais sobre o citoesqueleto. Vamos lá?

O citoesqueleto é formado por fibras e constitui uma espécie de rede. Podem ser encontrado nas células eucariontes (células que são dotadas de membrana individual e geralmente encontradas em plantas e animais) e é formado por três partes: filamentos intermediários, microtúbulos e também microfilamentos.

O citoesqueleto se relaciona com diversos processos realizados pelas células e garantem a forma e o movimento celular. De forma geral, podemos dizer que o citoesqueleto parece com o esqueleto humano que sustenta os ossos, já que ele também é responsável pelo volume, forma e movimentação celular.

Quando tratarmos de células de algum animal, (aquelas que não possuem parede) o citoesqueleto assume uma grande função que é possibilitar que a célula aguente choques, deixando – a mais forte e resistente.

Para que Serve o Citoesqueleto?

De forma geral, o citoesqueleto possui diversas funções. A mais importante dela é garantir o sustento das células e garantir a forma delas. É por causa também do citoesqueleto que as organelas conseguem se movimentar ocasionando, assim,  a contração da célula.

Por garantir que as vesículas se movimentem, o citoesqueleto proporciona a manipulação da membrana plasmática sendo possível que sejam realizados a endocitose e a exocitose. Mas o que são esses dois processos?

São processos que permitem que substâncias sejam transportadas para dentro e para fora da célula. Sendo a endocitose a procedimento que envolve a entrada e a exocitose a eliminação de partícula das células.

Formação do Citoesqueleto

Como citamos anteriormente, o citoesqueleto é composto filamentos intermediários, microtúbulos e também microfilamentos. Os microtúbulos são grossos e formados de uma proteína chamada tubulina. Eles são bem longos e constituem estruturas ocas. São eles que proporcionam o movimento das células, já que constituem os flagelos e cílios.

Um fato interessante sobre os microtúbulos é que eles podem diminuir ou aumentar o seu tamanho.

Já os microfilamentos são formados por fitas de actina que se cruzam. São os microfilamentos que são responsáveis pela forma celular e as contrações dos músculos. Podem ser encontradas em todas as partes da célula, mas ficam com mais frequência na parte abaixo da membrana celular.

Formação do Citoesqueleto

Os filamentos intermediários , como próprio nome já determina, possuem uma dimensão intermediária, sendo maior que os microfilamentos, mas possuindo menor tamanho que os microtúbulos. São filamentos enrolados que se assemelham a cabos e não costumam ser encontrados em todas as células. Eles podem ser visto com mais frequência em composições celulares de animais. A sua função também é manter o formato celular.

Outras Informações Sobre o Citoesqueleto

Mesmo possuindo semelhança com o esqueleto, o citoesqueleto é bem diferente em alguns aspectos. Um deles é que ele se modifica constantemente em novos formatos de organização ao longo da vida e fase das células. Dessa forma, é possível que a célula adquira novos formatos e movimentações durante os seus ciclos com novas ações e contrações. A estrutura pode, inclusive, ajudar na divisão da célula, tendo um papel tanto de “esqueleto” como também de “músculo”.

Confira algumas informações mais detalhadas sobre as estruturas que compõem o citoesqueleto:

  • Os microtúbulos são ligados por uma espécie de centro. Eles são formados de proteína e são muito dinâmicos podendo se remodelar em diversos pontos das células proporcionando, assim, a possibilidade de divisão da célula.
  • São os microtúbulos que formam os flagelos e cílios, essenciais para a as movimentações celulares. O micritúbulos é formado de tubulinas que se interligam.
  • Os filamentos intermediários possuem cerca de dez nanômetros de diâmetro. São eles que protegem as células para que elas resistam depois de choques sem sofrer a quebra da membrana plasmática. São muito resistentes e não apresentam modificações de forma e tamanho. Os filamentos intermediários podem ser encontrados em toda a superfície da célula.
  • De acordo com o tipo de célula, existem diferentes tipos de proteínas que formam os filamentos intermediários. A nossa pele, por exemplo, é formada de queratina. Já os músculos são compostos de filamentos compostos de vimetina. São esses tipos de filamentos que garantem que os tecidos permaneçam estáveis.
  • De forma geral, podemos comparar os filamentos intermediários com cordas que auxiliam e amortecem os impactos.
  • Já os microfilamentos são compostos de actina e possuem apenas cinco nanômetros de diâmetro. Concentram-se com mais frequência na parte de baixo da membrana plasmática. Eles são essenciais para auxiliar as contrações das células, em especial, as musculares e as do intestino.
  • Dessa forma, as células são compostas por esses três filamentos que juntos constituem o citoesqueleto. Importante destacar que cada um deles fica localizado de forma independente no citoplasma das células. Enquanto o microtúbulo fica mais ao centro, os filamentos intermediários se espalham por toda a célula e os microfilamentos ficam mais próximos do córtex.

Encerramos nosso artigo por aqui e esperamos que você tenham entendido no que consiste o citoesqueleto e qual sua função. Aqui no Mundo Ecologia você pode acompanhar sempre os melhores conteúdos sobre: plantas, animais e natureza em geral.

Não se esqueça de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais e de usar nossa caixa de comentário caso tenha ficado alguma dúvida ou queira nos enviar alguma sugestão sobre o assunto. Esperamos sempre sua visita por aqui, ok? Até mais!

Veja também

Amêndoas Torradas Na Assadeira

Quanto Tempo Para Torrar Amêndoas? Como Fazer?

Cozinhar é algo muito prazeroso, principalmente quando sabemos as técnicas corretas que devem ser utilizadas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *