Home / Natureza / Melhor Época Para Subir o Vulcão Villarica

Melhor Época Para Subir o Vulcão Villarica

Existem lugares fascinantes ao redor do mundo que nem imaginamos, e alguns deles estão bem “ali”, próximos de nós. Um bom exemplo disso é o Chile, nosso país (quase) vizinho, que possui uma natureza exuberante, geralmente composta pela famosa Cordilheira dos Andes. E, uma das atrações que mais vale a pena por lá é visitar o vulcão Villarica.

Mas, qual a melhor época para subir o vulcão Villarica? Quais medidas de segurança tomar? E, quais outros pontos turísticos de Pucón a se visitar?

A seguir, essas e outras perguntas serão devidamente respondidas.

Características Gerais do Vulcão

O Villarica não é apenas um dos vulcões mais ativos do Chile, como também é um dos mais ativos do mundo. Sua altura é de aproximadamente 2.893 metros, e está localizado a 800 km ao sul da capital, Santiago. As aconchegantes cidades de Pucón e Villarica ficam ao redor do vulcão, compondo sua belíssima paisagem.

Originalmente, o Villarica era chamado de Rucapillán, que na língua mapuche significa, literalmente, “casa do diabo”. O nome de origem realmente assusta, mas também deixa muitos turistas fascinados. Tanto é que na alta temporada o Villarica chega a receber em torno de 400 visitantes.

Algumas de suas recentes erupções ocorreram em 1984, 1971 e 1964, sendo que a última aconteceu em março de 2015, o que provocou a retirada de mais de 3 mil pessoas da cidade de Pucón na ocasião. Ainda hoje, dá pra ver alguma fumaça saindo do seu topo, e quando a atividade é mais intensa, conseguimos observar o surgimento de lava em sua cratera.

Mas, se sua intensão é visitá-lo um dia, não se preocupe, pois o Chile possui tecnologia suficiente para prever caso ocorra alguma nova erupção. Tanto é que, apesar de suas constantes atividades, o Villarica é um dos poucos vulcões no mundo onde dá pra subir nele com objetivo de atração turística. Só que essa aventura é devidamente regulamenta pelo governo local, e caso você não tenha um Cerificado de Andismo do Chile, não poderá subir no vulcão sem a presença de guias devidamente credenciados.

Em relação à subida, são, aproximadamente, 4,8 km, num trajeto que pode durar entre 3 e 5 horas. Já, a descida é mais rápida, podendo ser feita em cerca de 2 horas. Em termos de custos, o passeio custa, em média, 90 mil pesos chilenos (algo em torno de 509 reais). Porém, caminhando pela rua principal de Pucón, os preços podem variar, onde você pode encontrar valores de, no mínimo, 75 mil pesos chilenos (ou 424 reais).

Como é no Inverno?

Compreendendo os meses que vão de junho a setembro, o inverno em Pucón apresenta muita chuva e temperaturas que ficam entre 0°C e 14°C. Ou seja, é um frio muito intenso, chegando mesmo a nevar a partir da metade de junho. A encosta do vulcão Villarica consegue ser um lugar ainda mais gelado, tanto é que muitos turistas vão lá nesse período do ano, e alugam roupas para esquiar. Se for andar pela cidade, o recomendado é ter a sua própria jaqueta corta vento, entre outras peças pesadas de inverno.

Vulcão Villarica no Inverno
Vulcão Villarica no Inverno

Em relação à neve, a temporada é aberta, geralmente, em julho. É nesse momento que a encosta do vulcão tem neve suficiente para a prática de esportes como o esqui. Além desse programa, uma boa pedida é a visita às águas termais nas Thermas Geométricas e nas Termas de Huife.

É bom, no entanto, ficar atento quando ocorrem tempestades de neve, e você estiver dirigindo, já que as estradas, além de serem irregulares, ficam bem escorregadias.

Como é no Verão?

Vulcão Villarica no Verão
Vulcão Villarica no Verão

Iniciando em dezembro e se estendendo até março, o verão em Pucón apresenta chuvas escassas, além de uma temperatura que vai dos 7°C aos 22°C. E, é justamente aqui, nesse período, que é o melhor momento para fazer a subida ao vulcão Villarica. Ressaltando, porém, que se trata de uma subida, e não uma escalada, ou seja, você precisa apenas ter um condicionamento físico adequado para aguentar esse exercício, digamos, um pouco mais forçado.

Há, na cidade, agências de turismo onde você pode agendar a subida ao vulcão, mas, nem sempre se conseguem vagas, devido à grande procura. Então, o ideal é agendar o passeio via internet, principalmente se você for entre os meses de dezembro e janeiro. A reserva também pode ser conseguida por lá mesmo, porém, você teria que chegar com antecedência de 1 mês, pelo menos,

Nesses 4 meses, o céu em Pucón fica bastante limpo, deixando a visão na subida ao vulcão Villarica estonteante. No entanto, é bom ficar atento, pois o vulcão possui o seu micro-clima próprio, e acontece de, antes da subida, o céu ao redor estar limpo, e lá no topo, o tempo simplesmente ficar nublado. Por isso, é recomendável passar muitos dias em Pucón para aproveitar melhor essa atração turística, e não apenas 2 ou 3 dias, por exemplo.

Outras Atrações Além do Vulcão Villarica

Além das águas termais citadas anteriormente como ponto turístico próximo ao vulcão Villarica, podemos destacar também outras atrações igualmente interessantes para se visitar em Pucon. Uma delas é a praia do Lago Villarica, que, obviamente, é excelente para ser visitada durante o verão. Existem alguns ótimos hotéis na orla (a exemplo do Enjoy Pucón), e que ainda oferecem objetos como guarda-sóis e cadeiras para os seus hóspedes. Nas proximidades, ainda tem caiaque e prancha de SUP oferecidos na forma de aluguel.

Escalada no Vulcão Villarica
Escalada no Vulcão Villarica

Por sinal, chamamos esse local de praia do Lago Villarica, mas, na verdade, trata-se de um imenso lago gelado vulcânico, onde se pode arriscar nadar nele graças ao calor que faz no período da tarde. Ou seja, se for pra visitar esse local específico, a melhor estação também é o verão.

No geral, existem outros passeios que podem ser feitos nessa época do ano, como, por exemplo, trilhas, cachoeiras e rafting.

Portanto, como deu pra perceber, o melhor momento do ano para subir o vulcão Villarica é no verão, com o clima mais ameno. Agora, nada impede de você aproveitar essa atração no inverno também (só que é mais aconselhável pra quem pratica esportes na neve, e coisas do tipo). Durante o verão, há mais opções de atrações turísticas ao redor do Villarica, o que pode deixar a sua viagem mais completa (e, consequentemente, mais marcante).

Veja também

Nectarina Rosalina: Características, Nome Cientifico, Mudas e Fotos

O que é Nectarina? As Nectarinas cujo nome científico é Pronus persica nurcipersica pertence à …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *