Home / Natureza / Foca Classificações Inferiores e Nome Científico

Foca Classificações Inferiores e Nome Científico

As focas são animais amados por praticamente todas as pessoas, já que elas possuem uma aparência fofa e acabam conquistando até mesmo pesquisadores. Porém, a verdade é que algumas focas podem ser extremamente agressivas e possuem um poder de caça comparado ao do tubarão. Quem diria que um animal aparentemente tão fofo poderia agir assim?

Porém, não podemos de falar de maneira generalizada sobre esse animal, já que a foca é apenas o nome geral, e dentro dessa classificação existem muitas outras classificações inferiores, como o gênero e a espécie.

Por isso, muitas vezes as pessoas podem acabar se confundindo e não levam em conta que um único animal pode se apresentar de diversas maneiras na natureza, já que tudo depende da sua classificação científica.
Portanto, no artigo de hoje nós iremos falar um pouco mais especificamente sobre qual o nome científico da foca e quais são suas classificações inferiores, assim, ficará mais fácil de entender a diferenciação que existe entre um animal e outro.

Nome Científico da Foca

Como já sabemos, o nome científico de um animal é formado pelo seu gênero e pela sua espécie, que juntos, diferenciam esse animal de todos os outros existentes no planeta. Assim, podemos dizer que o nome científico da foca serve para especificar bem as suas características e diferenciá-la do resto do reino animal.
A foca é um animal que pode medir até 2 metros, pesar até 75kg (no caso dos machos) ou 50kg (no caso das fêmeas) e possui uma camada de gordura bem grossa por trás da sua pele, servindo para proteger contra o frio do seu habitat natural durante todo o ano.
Portanto, para especificar bem podemos dizer que o nome científico da foca é: Phoca vitelina, o que significa que seu gênero é Phoca e sua espécie vitelina. Engana-se quem pensa que todas as focas possuem esse gênero ou essa espécie, porque não é uma verdade.

As focas se diferenciam uma das outras justamente porque seus gêneros e espécies são diferentes, e é exatamente aí que entra o conceito de classificações inferiores da foca. Até a família, todas as focas precisam pertencer a família Phocidae; porém, depois disso elas se dividem em classificações menores e cada vez mais específicas.
Logo, vamos ver agora um pouco mais sobre essas classificações inferiores que tornam as focas animais tão únicos quando as comparamos biologicamente e também visualmente.

Classificações Inferiores da Foca

Como já dissemos anteriormente, o gênero e a espécie são cruciais para definir como uma foca será biologicamente falando; e ambos esses termos são as classificações inferiores da família Phocidae, o que significa que eles especificam ainda mais as características que são comuns a todos os membros dessa família.
Então, vamos começar vendo alguns gêneros diferentes de focas que vivem em nosso planeta atualmente junto com outras espécies de focas.

Classificações Inferiores – Nome Científico e Gêneros de Focas

O gênero é uma classificação inferior da família Phocidae, e ele irá basicamente dividir a família em alguns grupos menores. Nesse caso, iremos citar 3 gêneros diferentes e algumas focas que fazem parte desses grupos de gêneros.

– Pusa: o gênero Pusa faz parte da subfamília Phocinae e inclui alguns animais como a Foca do Cáspio (Pusa caspica), a Foca Anelada (Pusa hispida) e a Foca Nerpa (Pusa sibirica). Logo, isso significa que dentro da família Phocidae e da subfamília Phocinae essas focas possuem características em comum e se encaixam no gênero Pusa.
– Mirounga: o gênero Mirounga faz parte da subfamília Monachinae, e ele também servirá para divdir a família Phocinae. Esse gênero possui focas como o Elefante Marinho do Sul (Mirounga leonina) e o Elefante Marinho do Norte (Mirounga angustirostris); ambos levam esse nome mas continuam sendo focas por conta de sua classificação científica.
– Phoca: por fim, o gênero Phoca também faz parte da subfamília Phocidae e inclui animais como a Foca Comum (Phoca vitulina) que citamos anteriormente e a Foca Manchada (Phoca largha), esse gênero é provavelmente o que agrupa mais exemplares animais, principalmente porque a foca comum faz parte dele.

Classificações Inferiores – Espécies e Subespécies de Focas

Depois de tudo, o gênero vem a ser dividido em grupos ainda mais específicos (os últimos da classificação inferior) e acaba se tornando em espécies e subespécies, que definem e fazem parte da composição do nome científico dos animais.
Por isso, vamos agora citar algumas espécies de foca existentes na natureza atualmente, já que a espécie é uma classificação inferior extremamente importante na hora de classificar os animais.
– Hydrurga leptonyx (Foca leopardo): a foca leopardo com certeza é uma espécie de animal que não está inclusa no estereótipo de fofura da foca comum; isso porque ela é extremamente agressiva e disputa espaço de caça com a baleia azul em vários continentes, principalmente nos mares gelados da Antártida. Por isso, podemos dizer que ela é uma classificação inferior que se diferencia muito da ideia que possuímos da foca fofa e indefesa.

– Erignathus barbatus (foca barbuda): a foca barbuda é um destaque na Antártica pois ela está se tornando alvo da polícia ambiental. Isso porque elas estão se reproduzindo em grande escala e isso pode causar um desequilíbrio no ecossistema, sendo que existem cerca de 600 mil exemplares dessa foca no continente Antártica. Além disso, ela é uma subespécie da foca anelada e se destaca das outras pois enquanto muitas focas estão em extinção ou já desapareceram por conta da extinção, ela existem em grande escala e pode ser considerada uma praga por algumas pessoas.

Você já sabia que existiam tantas classificações inferiores da foca? Sabia também qual era seu nome científico e como ele era formado? Com certeza essas são informações muito importantes para quem está estudando esse tema e tende a querer saber cada vez mais profundamente sobre esses animais, já que a biologia dos nomes é extremamente importante para definir as características dos mesmos.

Quer saber mais informações sobre as classificações inferiores e nomes científicos de outros animais que habitam nosso planeta? Não tem problema, nós te ajudamos! Leia também em nosso site: Papagaio – classificações inferiores

Veja também

Mel: Benefícios e Malefícios

Os alimentos que podemos encontrar na natureza são bastante variados, e da mesma forma que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *