Home / Natureza / Extração de Materiais Uteis da Biosfera e da Atmosfera

Extração de Materiais Uteis da Biosfera e da Atmosfera

Sem dúvida, devemos muito à natureza. Sem ela, é certo que não teríamos a maior parte das coisas materiais que tanto prezamos. Até mesmo se você está lendo esse texto pela tela do seu celular, saiba que até ela foi fabricada graças a materiais encontrados no meio ambiente.

Portanto, é importante sabermos quais materiais úteis para nós são extraídos da biosfera e da atmosfera, até para nos conscientizarmos de preservar a natureza e todos os seus recursos. É o que veremos a seguir.

Desvendando a Biosfera

Não dá pra falarmos dos materiais extraídos por nós da biosfera sem entendermos, primeiro, o que ela é, afinal de contas. Pra começar, podemos dizer que a biosfera nada mais é do que o conjunto de todos os ecossistemas existentes na Terra, ou, em outras palavras, são as regiões habitadas de nosso planeta. É muito comum, no entendo, que o termo “biosfera” seja mais empregado quando se trata de mencionar os seres vivos que habitam nessas regiões, mas o termo também pode se referir aos ambientes.

É aí que entra uma divisão que pode facilitar muito a nossa compreensão. A Terra é dividida em quatro camadas esféricas totalmente interligadas, que são a litosfera, a hidrosfera, a atmosfera e a própria biosfera. São essas camadas que compõem todas as principais características presentes em nosso planeta. Nessa divisão, a biosfera corresponde às regiões habitadas da Terra, estando ela interligadas com as demais.

Bom ressaltar que a biosfera é uma pequena parte de nosso planeta, visto que, a medida que nos distanciamos da superfície, as condições para que haja vida diminuem drasticamente. Inclusive, estima-se que a biosfera tenha em tono de 13 km de espessura apenas. Ainda assim, ela é fundamental para nos dar os materiais que tanto usamos, dos mais básicos aos mais complexos.

O Que a Biosfera nos Oferece

É justamente na biosfera onde encontramos os nossos alimentos, e isso se dá através das atividades agrícolas, que foram se modernizando com o passar dos anos. Tal atividade abrange desde o uso dos solos para cultivo de vegetais, até a criação de animais que também servem de alimento através da pecuária. Isso sem contar que nessas atividades também são fabricadas matérias-primas fundamentais que são transformadas em produtos secundários e que também são de grande valia apara a nossa alimentação.

Porém, da biosfera não tiramos apenas o que comer, como também extraímos os famosos combustíveis fósseis, que servem ao funcionamento de praticamente tudo o que usamos hoje em dia. Desses combustíveis, um dos mais conhecidos é o petróleo, um líquido oleoso formado entre as pedras num processo que durou milhares e milhares de anos. É do petróleo que fazemos desde o gás para a preparação caseira dos nossos alimentos, até combustíveis que servem para abastecer todo e qualquer veículo, além de boa parte do maquinário das indústrias.

E, claro, isso sem contar a madeira das árvores (usada para diversos fins, como a produção de papel ou na confecção de casas e mobílias), e os minerais metálicos, como ferro, alumínio e chumbo (que servem a uma infinidade de coisas, como a obtenção de peças de carro, fogões, geladeiras, cabos de aço, computadores, celulares, etc, etc, etc…).

Desbravando a Atmosfera

A atmosfera nada mais é do que uma camada formada for gases que começa na superfície terrestre até chegar ao espaço sideral propriamente dito. Não é à toa que ela é formada por camadas, que vão da troposfera (que é onde estamos, sendo a parte da atmosfera mais importante para estudos geográficos) à Exosfera (camada onde os satélites artificiais costumam flutuar, e onde fica o “limite” da atmosfera), já que essa é uma distância considerável.

Essas camadas possuem características bem distintas, e todas, de algum modo, possuem o seu grau de importância. Podemos dizer, inclusive, que sem essas camadas que formam a atmosfera, não teríamos vida na Terra. Por que? Simples: a segunda camada, a que fica logo após a troposfera, e que chamamos de estratosfera, é onde fica a nossa tão preciosa camada de ozônio, uma barreira que simplesmente filtra os raios solares, e proporciona certo equilíbrio climático em nosso planeta. Sem isso, sem vida.

Além disso, é a atmosfera a nossa principal fonte de oxigênio, gás essencial para a manutenção da vida. Tem mais: ela também é responsável pela distribuição de água através das chuvas, e nos protege, além da radiação ultravioleta do sol, de outras radiações e até de fragmentos de meteoritos.

Extraindo o que a Atmosfera tem de Melhor

Enquanto que a biosfera nos oferece materiais em estados sólidos e líquidos para podermos usufruir da melhor maneira possível, a atmosfera possui materiais em estado gasoso. Sim, é verdade: podemos extrair muitos dos gases presentes na atmosfera para diversos fins, além da nossa própria respiração, que extrai o oxigênio tão importante para a nossa sobrevivência, claro.

Peguemos como exemplo o Nitrogênio, que é o gás em maior abundância na atmosfera, representando cerca de 78% do seu volume total. Na natureza (e na indústria alimentícia), esse gás serve para diversas finalidades, como manter alimentos frescos e conservados, melhorar a qualidade da água, etc.  Em fábricas e indústrias em geral, tem como função ajudar no processo de transformação do petróleo, auxilia na manutenção da pressão de reservatórios de água, e por aí vai.

Camadas da Atmosfera
Camadas da Atmosfera

Esses gases possuem utilidades tão amplas que podem até mesmo ajudar na confecção de bebidas, como é o caso do gás carbônico, que auxilia tanto na mistura delas, quanto na contrapressão das embalagens. Ainda a respeito da indústria de bebidas, até o ozônio é usado para efeito sanitizante. Ou seja, os gases atmosféricos não são apenas essenciais para manutenção da vida em geral, como também para a produção de diversos materiais, em especial, alimentícios.

Como se vê, tanto a biosfera, quanto a atmosfera nos dão praticamente tudo o que precisamos (ou não necessariamente precisamos, mas queremos). Por isso, é tão importante a manutenção desses sistemas, pois sem eles, nós sequer existiríamos. Portanto, que tal passar a pensar seriamente na preservação do meio ambiente como um todo? O planeta e o nosso futuro agradecem.

Veja também

Sapo Flamenguinho é Venenoso? Ele pode Matar?

Além de muitos terem ojeriza a sapos, muitas vezes, devido à sua aparência, é certo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *