Home / Natureza / Diferenças Entre Coiote, Lobo e Raposa Vermelha

Diferenças Entre Coiote, Lobo e Raposa Vermelha

O coiote (Canis latrans), o lobo (Canis lupus) e a raposa vermelha (Vulpes vulpes) são todos canídeos e mamíferos que possuem hábitos em comum, além de uma alimentação bem parecida, mas além de todos serem canídeos, o que mais eles tem em comum? Discutiremos isso aqui, onde as principais características de cada animal será evidenciada, assim como seus apreços em comum.

O coiote e o lobo são tipos de animais que preferem viver em grupos, formando alcateias poderosas, com respeito à hereditariedade, demonstrando serem animais altamente inteligentes.

Por outro lado, a raposa vermelha, apesar de também possuir uma inteligência conspícua, prefere, ainda, a viver solitariamente, até o momento em que acha um parceiro, pois passam a viver juntos a partir de então.

Todos os eles são predadores e carnívoros, mas a raposa vermelha não é tão ávida por carne, e pode comer vários outros tipos de alimentos em sua dieta onívora, que é composta por diversificados tipos de alimentos.

O coiote e o lobo são canídeos bem parecidos, e podem ser facilmente confundidos em suas famílias mais comuns, mas a raposa vermelha contrasta bastante, pois além da estatura, suas cores e formas são diferentes dos outros dois.

O coiote e o lobo, além de poderem ser confundidos, habitam as mesmas regiões do mundo, indo desde o norte da América do Norte até o norte da América Central, vivendo em regiões gélidas.

A raposa vermelha, por outro lado, prefere climas mais amenos, vivendo, também, na América do Norte, na Europa e na Ásia, estando presente em toda a Eurásia.

Diferença Alimentar Entre o Coiote, Lobo e Raposa Vermelha

Os coites são estritamente carnívoros, comendo qualquer tipo de presa que os apeteça, mas os mesmos tem preferência por roedores, como esquilos, coelhos e ratos. Quando em falta de presas para caçar, os coiotes se aproveitam da caça de outros animais, ficando com a carniça ou até mesmo rechaçando o predador em grupos enormes para roubarem-lhe os espólios.

O lobo se alimenta da mesma forma que os coiotes, mas eles são mais maleáveis quando se trata de comer frutos, pois os frutos também os apetece a fome.

Quando criados em contato com seres humanos, o que é comum em algumas regiões do norte da América, especialmente na fronteira do Canadá com a Groenlândia, as pessoas os alimentam estritamente de peixes e carnes de vários animais marinhos.

Os lobos e os coiotes são usados, também, para auxiliares na caça e detecção de focas nos períodos de caça.

A raposa vermelha é um animal extremamente adaptável, conseguindo viver em diversos biomas e habitats, já que as mesmas conseguem se alimentar de todo tipo de comida possível, seja carne, fruto, verduras, carniças e mais.

Em acampamentos, há muitos registros de raposas que roubam vários alimentos humanos para consumo próprio.

Diferença Na Reprodução Do Coiote, Lobo e Raposa Vermelha

O coiote é um animal semi-endêmico, pois habita regiões únicas do Planeta, mas é altamente adaptável a viver em outras regiões, seja frio, seja calor, e esse fato faz com que os mesmos não sofram com o risco de extinção. Não obstante, o lobo sempre tem ninhadas com números que variam entre 5 e 6 filhotes, um número elevado, já que geralmente todos conseguem sobreviver.

O lobo se reproduz na mesma quantidade que os coiotes, tendo de 5 a 6 filhotes por ninhada, onde a fêmea carrega tais bebês por cerca de dois meses antes do parto.

Os lobos se escondem em buracos ou cavernas na hora do parto, e a mãe alimenta os filhotes durante o primeiro mês de vida dos mesmos, pois são muito vulneráveis, e após um mês, eles saem das tocas com sua mãe e seu pai.

Casal de Lobos
Casal de Lobos

A raposa vermelha tem uma gestão pouco mais duradoura que os lobos e coiotes, passando cerca de 10 ou 15 dias a mais, totalizando dois meses e meio, e geralmente tem de 2 a 4 filhotes. Os filhotes nascem diferentes dos pais, com pelagem escura ou marrom, e só a partir do sexto mais sua pelagem começa a tomar a cor das raposas vermelhas adultas.

Diferença Comportamental Do Coiote, Lobo e Raposa Vermelha

Lobos e coiotes se comportam de forma completamente igual, e por isso muitas pessoas consideram-nos os mesmos animais, pois em seu ciclo de vida, ambas as espécies irão dormir, caminhar, procurar por comida, brincar, criar seus filhotes, evitar perigos, se recuperar de ferimentos, encontrar um parceiro, se reproduzir, encontrar abrigo, estabelecer suas posições na alcateia, pois ambos as raças deixam os mais novos na liderança, enquanto os mais velhos são protegidos.

Os coiotes e lobos são animais e selvagens e extremamente fortes, mas ao mesmo tempo são bastante cautelosos, e na presença de homens e outros animais desconhecidos, tendem a fugir de perto, e alguns uivam e latem para atrair a atenção dos demais parceiros.

A raposa vermelha, que também é chamada de raposa comum, ou simplesmente de raposa, é um animal mais furtivo, e se comporta de maneira esquiva, evitando quaisquer possíveis contatos com outros animais. As raposas vivem solitariamente em prol da família e só se é visto grupos de raposas quando há um tipo de presa para ser devorada, assim como acontece com a hienas.

Importantes Informações Sobre o Coiote, o Lobo e a Raposa Vermelha

Até meados do século XX, os lobos sempre foram os canídeos mais temidos por serem agressivos e extremamente territoriais, e na sua presença, nenhum outro tipo de canídeo vivia, nem os coiotes e muito menos as raposas, que serviam apenas de presas para os mesmos.

Até mesmo grandes latifúndios foram criados pelo fato de haver a presença de lobos, que como se sabe, pode devorar um humano com muita facilidade.

Mas o crescimento exponencial da agricultura e monocultura, obrigou os lobos a fugirem de áreas habitadas, e isso permitiu que outros tipos de animais pudessem se reproduzir em tais áreas, principalmente os coiotes, que sempre viveram às sombras dos lobos.

De tudo isso, um problema surgiu, que foi a reprodução em massa de raposas na Eurásia, região que outrora abrigou lobos, e que hoje os mesmos são raros de se ver.

A reprodução fora de controle das raposas fez com que se institucionalizasse os períodos de caça às raposas, assim como ocorre com os javalis. O principal motivo que exigiu um controle sobre as raposas, foi o fato das mesmas matarem mais de 1 milhão de patos por ano, sem contar que as mesmas haviam se tornado inimigas número um de pássaros, o que implica na distribuição e polinização das plantas, tanto para a natureza quanto para a economia.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *