Home / Natureza / Curiosidades do Monte Fuji

Curiosidades do Monte Fuji

Patrimônio Mundial da UNESCO, a maior montanha de todo o Japão, um vulcão ativo e silencioso, um dos símbolos do país – não faltam adjetivos para retratar o Monte Fuji, um monumento cercado por lendas e curiosidades.

Do alto dos seus 3776 m de altura, ele configura-se como uma das mais belas expressões com a qual a natureza, sempre generosa, presenteou a humanidade.

É uma maravilha da natureza, que se debruça sobre o Oceano Pacífico, a oeste da cidade de Tóquio, na ilha de Honshu.

Ele faz parte do Parque Nacional Fuji-Hakone, um santuário natural, onde também estão outros membros ilustres, como os lagos Yamanaka, o Sai, o Kawaguchi, entre outros.

Para quem gosta de aventura, as grutas, cavernas e a misteriosa floresta Aokigahara, também estão lá, à espera dos visitantes. Enquanto os templos, santuários, entre outras manifestações da cultura japonesa, convidam para o silêncio e a contemplação.

Não importa para que lado você olhe, o certo é que acabará deparando-se, inadvertidamente, com algum tipo de manifestação simbólica da cultura oriental.

O Monte Fuji é basicamente composto por basalto, como resultado de milhões de anos de atividades vulcânicas. Mas esse material, segundo os especialistas, teria se formado sobre densas camadas de riolito, andesito, dacito, entre outras substâncias que, por sua vez, deram lugar a atual constituição geológica do monte.

Mas o real objetivo desse artigo é fazer uma lista com 6 das principais curiosidades que envolvem esse misterioso e enigmático Monte Fuji. Curiosidades que, muitas delas, são capazes de descrevê-lo de uma forma jamais imaginada.

1.O Monstro do Lago

Assim como a lenda do Monstro do Lago Ness ou do famoso Leviatã citado na bíblia, o Monte Fuji também tem o seu monstro marinho a passear pelo imaginário do povo japonês.

Trata-se do misterioso Moss, um ente cercado por lendas e curiosidades, que várias “testemunhas” são capazes de jurar que vive nas profundezas do Lago Hotosuko.

Na verdade, muitos são capazes de jurar que Moss é, sim, um fiel representante dos antigos animais pré-históricos, que teria encontrado no lago Hotosuko – com os seus quase 140m de profundidade – uma excelente morada, capaz, inclusive, de mantê-lo vivo por longas e longas eras.

De lá para cá ninguém mais o viu, no entanto, a lenda persiste, inalterável, como parte da cultura da região.

2.Uma Montanha com um Dono

Uma outra curiosidade sobre o Monte Fuji é que tudo indica que ele tem um dono. Isso mesmo: um dono!

Por mais incrível que possa parecer, em tempos remotos, havia o costume de registrar determinados santuários como sendo uma estrutura privada – talvez como forma de protegê-los do assédio da população.

E foi o que teria ocorrido no início do séc. VII, quando o Japão, sob o domínio do clã Yamato, construiu um santuário em homenagem a Asama no topo do Fuji, como forma de agradecer os êxitos militares e, ao mesmo tempo, proteger o santuário de possíveis ataques.

Asama Monte Fuji
Asama Monte Fuji

O beneficiário teria sido Shogun Tokugawa Leyasu, um personagem desconhecido, mas que acabou tendo o seu nome imortalizado da noite para o dia.

Foi em meados do séc. XIX, em meio a um processo burocrático com o fim de estabelecer as propriedades privadas para os seus respectivos donos, que o governo japonês descobriu que o Monte Fuji estava registrado no nome de um particular.

3.Ainda Existe Polêmica Acerca da Altura do Monte Fuji

Sem dúvida, todo aquele que conhece um pouco de história, geografia e conhecimentos gerais, saberá dizer, de cara, quantos metros tem o Monte Fuji. E a resposta será 3.776m.

Mas o que muitos também são capazes de jurar é que o Fuji já foi maior! E a prova disso são documentos de 1885, que registram uma altura de 3.778m.

Homem-Jato Sobrevoa Monte Fuji
Homem-Jato Sobrevoa Monte Fuji

Mas o que teria acontecido? Para muitos, o monte sofreu um processo de erosão (não tão incomum entre os vulcões), ou simplesmente um efeito mágico teria manipulado o seu tamanho (o que não seria de espantar, em se tratando do Fuji).

Enquanto para alguns estudiosos ele apenas foi afetado por um grande terremoto na região, ocorrido nos anos 20, e que teria sido responsável, entre outras coisas, por simplesmente ceifar mais de 2 metros do imponente vulcão.

4.A Montanha da Vida Eterna

Essa também é uma das curiosidades do Monte Fuji ou Fuji San, cujo significado seria o de um “Monte de riqueza interminável”.

Essa é um denominação que, tudo indica, teria sido fixada ao Monte pela primeira vez à época do feudalismo no Japão, quando os samurais serviam como referência, entre outras coisas, de sabedoria e poder.

Foi durante esse período que uma outra lenda a respeito do Fuji começou a ser forjada. E ela conta que um casal que não podia ter filhos foi agraciado com uma filha especialmente vinda dos céus para lhes fazer companhia.

Fuji San
Fuji San

No entanto, ela teria que os deixar, mas antes decidiu lhes presentear com uma poção que lhes garantiria a vida eterna. Mas como não desejavam viver enternamente sem a sua companhia, preferiu enterrar a poção aos pés do Monte Fuji, e, a partir daí, conceder-lhe o dom de existir por toda a eternidade.

5.A Cratera do Monte Fuji

O monte possui uma cratera que mede entre 700 e 800m de comprimento e uma circunferência com cerca de 2,9km. E o curioso sobre o Monte Fuji é que existe um costume de circundar toda essa extensão, por cerca de 2 horas, como uma espécie de ritual sagrado conhecido como “ohachi wo meguri”.

No topo, os oito buracos resultantes de inúmeras erupções vulcânicas, para muitos seguidores de Buda, seria mais do que uma simples coincidência, e sim um sinal – já que 8 são as pétalas da flor de lótus, onde, supostamente, o mestre teria sentado para atingir o nirvana ou iluminação.

6.Os Casamentos no Monte Fuji

Sim, esse tem se tornando um hábito e uma curiosidade sobre o Monte Fuji; e que até já ensaia tornar-se uma tradição, graças à recente popularização dos casamentos realizados nos santuários ao redor do monte, especialmente em um templo xintoísta localizado em seu cume.

Mas casar em um ambiente como esse não é uma missão tão simples assim! Será necessário pagar e esperar em uma imensa fila, até poder participar de tamanha experiência no topo de um dos pontos turísticos mais famosos do planeta.

Casamentos no Monte Fuji
Casamentos no Monte Fuji

E caso tenha paciência, ela se realizará, sempre no meio do ano, a uma altura de quase 3.800 m; e que deverá ser alcançada a pé, e sem qualquer outro recurso que não seja a disposição e um pouco de fé, obviamente! Ingredientes que, certamente, não faltarão em meio a um ambiente tão sugestivo.

Essas são apenas algumas das curiosidades sobre o Monte Fuji. Mas, caso queira acrescentar outras, deixe-as em forma de um comentário, logo abaixo. E aguardem as próximas publicações do blog.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *