Home / Natureza / Como Se Faz o Soro Antiofídico? Dá Para Fazer em Casa?

Como Se Faz o Soro Antiofídico? Dá Para Fazer em Casa?

Olá, durante o artigo de hoje você irá conhecer o soro antiofídico, um remédio feito a base de venenos de cobras que salva a vida de milhares de pessoas todos os dias.

Para que você consiga um entendimento completo sobre este soro e todo o universo que o envolve, o texto foi dividido em tópicos.

Se iniciando pela explicação de o que é e como funciona o Soro Antiofídico, se estendendo para a sua fabricação e como ela ocorre.

Logo após, você conhecerá a história do soro e uma pequena lista de outros remédios que também são feitos a base de venenos e finalizando o artigo com com uma breve explicação sobre as cobras e seu universo.

Soro Antiofídico

O que é?

Medicamento indicado e utilizado para pessoas que são picadas por cobras venenosas. Ele atua como neutralizador de venenos, diminuindo assim o seu efeito e reduzindo danos.

Com grande capacidade de salvar vidas, o soro antiofídico é produzido a partir do próprio veneno da cobra.

Existe mais de um tipo deste antiveneno, sendo produzido diferentes tipos de soro antiofídico para cada espécie de Cobra diferente. Alguns exemplos disto no Brasil são a fabricação de:

  • Antielapídico: soro produzido para tratar acidentes com Cobras corais;
  • Antibotrópico: usado para veneno de Jararacas;
  • Polivalente: se utiliza o soro polivalente quando não se sabe qual tipo de cobra que picou o paciente. É feito com veneno de Jararacas e Cascavéis;
  • Anticrotálico: usado para mordida de Cascavel.

Considerado a forma mais efetiva de evitar grandes incidentes advindos de picadas de Cobra, o anti veneno foi descoberto durante o século 19.

Ele pode causar alguns efeitos colaterais, como: cólica abdominal, diarreia, tosse, espirros, náuseas, entre outros.

De acordo com este texto da Folha, os lugares com maior número de picadas de cobras no país, são também, os mais difíceis de se obter o soro antiofídico.

Fabricação

Se você está se perguntando “tem como fazer este soro em casa?”, a sua resposta é não. A fabricação de soro antiofídico é feita por especialistas, como no caso do Instituto Butantan que se localiza em São Paulo e o fabrica desde 1900.

  1. O processo de fabricação do soro se inicia com a retirada do veneno da cobra, que você quer criar o antídoto;
  2. logo após se injeta o veneno em um Cavalo, que irá criar anticorpos que irão agir contra o veneno;
  3. estes anticorpos são encontrados no sangue do animal e são retirados logo após 4 semanas. Em média 3% em relação ao peso do Cavalo são retirados de seu corpo;
  4. o sangue passa por um processo de purificação onde se retira os anticorpos do sangue, e assim os glóbulos vermelhos são devolvidos ao animal;
  5. o plasma (onde se localizam os anticorpos e outras proteínas) do sangue é transformado em soro, passa por testes químicos e depois é distribuído pelos hospitais.

Para conhecer e saber um pouco mais profundamente sobre a fabricação de soro antiofídico, acesse este texto da Nova Escola.

Outros remédios

Além do soro antiofídico, existem outros venenos de animais que podem salvar a sua vida. Tá afim de conhecer alguns? Leia logo abaixo:

  • Caracol: o veneno deste animal possui uma substância que é capaz de ter efeito anestésico mil vezes maior que a Morfina. Ele gerou um medicamento se chama Prialt, que é usado para tratar pessoas com dores crônicas e extremas;
  • Abelha: seu veneno é utilizado para auxiliar em tratamentos como o de artrite, asma, entre outros;
  • Aranhas: algumas de suas espécies possui venenos com substâncias que são utilizadas no tratamento de distrofia muscular, dores e até mesmo câncer.

História

Agora que você conhece para que serve o Soro Antiofídico e qual é seu processo de criação, que tal conhecer um pouco sobre sua história?

Este soro foi descoberto e criado pelo brasileiro Vital Brazil, que doou a patente de sua descoberta para o governo brasileiro.

Vital nasceu em 1865 no estado de Minas Gerais, onde viveu até seus 5 anos de idade. Ele se mudou para São Paulo onde aos 21 anos ingressou na faculdade Medicina, se formando em 1891 e indo trabalhar para o Serviço de Saúde Pública do Estado de São Paulo.

Em 1899 ele se tornou chefe do Instituto Butantan, onde continuou a desenvolver o soro antiofídico, no qual receberia a patente do mesmo em 1917.

Esta descoberta salvou milhares de vidas desde então, e continua salvando até hoje.

Cobras Brasileiras

Agora que você já conhece tudo isso sobre o soro antiofídico, sua história e até mesmo sobre outros remédios que são produzidos a partir de venenos.

Para finalizar o texto e para completar o seu entendimento sobre todo o artigo, foi preparado para você um tópico que apresenta as principais características das Cobras e de seu mundo.

Considerada popularmente como sinônimo de serpente, as cobras são répteis alongados, que se rastejam e não possuem braços ou pernas.

Existem ao menos 2.900 espécies diferentes de Cobras, que se dividem por todos os cantos planeta e que vivem tanto em solo, quanto na água.

O tamanho de algumas de suas espécies pode chegar a até 10 metros, como no caso da Python. Sua cor varia muito devido a sua grande diversidade de espécies.

Um fato interessante é que podemos considerar toda cobra como uma Serpente, pois cobra é o nome dado para todo animal que pertence a ordem Colubridae, das Serpentes.

Conclusão

Olá, você conseguiu compreender tudo aquilo que precisava durante este texto? Esperamos que sim.

Se você gostou de nosso artigo e é apaixonado(a) pela natureza, continue em nosso site. Você não vai se arrepender!!

Até a próxima.

-Diego Barbosa

Veja também

Como Fazer Mingau de Amaranto?

Nesse post de hoje iremos falar sobre todos os benefícios do amaranto e de como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *