Home / Natureza / Como se Calcula a Saturação de Bases? Como Fazer?

Como se Calcula a Saturação de Bases? Como Fazer?

Trabalhadores rurais, principalmente empresários do ramos da agricultura, devem se preocupar com uma série de fatores que garantem a boa qualidade do solo na hora de plantar insumos: tanto para venda, quanto para o consumo. Uma das atividades mais importantes dentro de uma fazenda agrônoma é a calagem do solo. Dentre os métodos mais comuns na agricultura, está a saturação de bases, para controlar o nível de acidez da terra. Mas, como se calcula a saturação de bases? Qual a importância de se fazer a calagem do solo?

Importância da Calagem do Solo

Para a implementação de uma cultura em uma solo, é necessário que este esteja apto para oferecer as condições necessárias para que ela se desenvolva. Ainda que a adição de fertilizantes seja uma forma de atender essas necessidades, os nutrientes provindos do solo devem seguir determinadas condições químicas do próprio solo, para que sejam enviados às plantas. Uma importante condição, é o nível de acidez.

O solo Brasileiro, é conhecido por sua consistência muito ácida e a exorbitante quantidade de alumínio, substâncias que certamente são extremamente tóxicas para quaisquer plantas. Devido a essa característica do solo, é de vital importância que produtores rurais e demais profissionais ligados à agricultura, providenciem a calagem do solo para que a formação de lavouras ou pastos tenham uma boa qualidade.

Preparando a Calagem do Solo

Antes de, efetivamente injetar o calcário no solo para corrigir sua acidez, é necessário seguir certos procedimentos técnicos, que do contrário, não gerarão o efeito desejado. Basicamente, o passo-a-passo para a realização da calagem se dá pelas seguintes orientações:

Processo de Análise do Solo

Um profissional deve colher amostras do solo que será utilizado para a plantação de uma determinada cultura. Feito isso, deverá encaminhá-las para um laboratório especializado.

Identificar o Tipo de Calcário a ser Inserido

Calcário
Calcário

Após o resultado divulgado pelo laboratório, é possível definir o tipo de calcário a ser inserido no solo em questão. A diferença no calcário, se dá pelo nível de magnésio e o seu poder relativo de neutralização total (ou a sigla PRNT). Portanto, quanto maior o PRNT, menor a quantidade a ser inserida.

Escolher O Melhor Método De Calagem

Ao todo, são utilizados três métodos de calagem do solo no Brasil: método do Alumínio Trocável, Método do Índice SMP e por fim, um dos mais utilizados no país, o Método da Saturação de Bases (V%) – do qual iremos explicar mais a fundo.

Tipos De Calcário Para Saturação De Bases

De maneira específica, dependendo da cultura a ser plantada, existe o calcário ideal para a correção da acidez do solo. Os tipos mais comuns são:

Calcário Normal: forma bruta, originada da rocha calcária. Pode ser Calcítico (menos  de 10% de magnésio e mais cálcio), Magnesiano (quantidade de magnésio em 10 a 25%) e Dolomítico (mais de 25% de magnésio e menos cálcio).

Cal Virgem: quando se queima o calcário. Tem reação forte e deve ser utilizado com bastante antecedência a época do plantio.

Cal Hidratada: é a forma refinada do Cal Virgem, por isso, ainda tem reação muito forte. Por ser muito fino, não se pode inseri-la ao solo em épocas de muita ventania. 

Cal Calcinado: é a decomposição térmica do calcário.

Escória Básica de Siderurgia: são as impurezas que sobram da fabricação do aço. Contém nutrientes importante para o desenvolvimento das plantas e pode ser utilizado como alternativa do calcário.

Carbonato de Cálcio: substância criada a partir do processo de moagem de sambaquis e corais. Tem como fator de uso, a ação neutralizante da acidez presente no solo. Por isso, também é um ingrediente alternativo para a calagem.

Método de Saturação de Bases

Método de Saturação de Bases
Método de Saturação de Bases

Ao escolher este método, o produtor irá calcular a quantidade de calcário a ser utilizada, considerando a correlação que existe entre a quantidade de acidez e a saturação por bases existentes no solo. Logo, é preciso resolver a seguinte fórmula:

NC (ton/ha) = (V2 – V1) x CTC / PRNT

Sendo que:

NC significa a quantidade de calagem a ser utilizada em toneladas X hectare (t/ha)

CTC equivale a CTC pH7 (capacidade de troca de cátions) em cmolc/dm3

V2 é a porcentagem de saturação a cada base que o produtor almeja (para cada vegetal cultivado, existe uma quantia adequada)

V1 a porcentagem de saturação de bases encontrada nos resultados de laboratório

PRNT, o valor de poder relativo de neutralização do calcário a ser utilizado

Feito o cálculo com os valores corretos, é hora de aplicar o tipo e a quantidade correta de calcário no solo. É desejável parcimônia no momento da aplicação, fazendo com o que a substância fique homogênea.

Reação do Solo à Saturação de Bases

Após a inserção do calcário, o produtor deve se atentar ao estado de umidade no local. Dependendo da porcentagem de água no ar, o tempo de reação do solo será maior com o tempo seco, e menor, com muita umidade. 

Portanto, para que tenha o resultado satisfatório, é preciso que o produtor programa a calagem do solo com no mínimo três meses de antecedência do período de plantio da cultura escolhida. Outra opção, caso o produtor não tenha meios de anteceder a calagem do solo, seria aumentar o PRNT como um corretivo para a pouca umidade..

Caso as condições estejam adequadas, ocorrem diversas reações do solo devido ao método de saturação de bases utilizado na calagem. Primeiramente, há a formação de íons de cálcio e magnésio, que no ato de plantio, são liberados para a planta. O ácido é neutralizado, pois, o bicarbonato formado pelo calcário reage com o hidrogênio. Por fim, o alumínio antes presente, é paralisado, graças as hidroxilas formadas pelo calcário.

Benefícios da Calagem

Benefícios da Calagem
Benefícios da Calagem

Para além do aumento da saturação de bases, tanto o magnésio quanto o cálcio produzido pelo calcário fomentam as atividades bactericidas do solo: isso leva a rapidez da decomposição do solo (gerando fósforo e nitrogênio, substância vitais para quaisquer plantações). 

Este processo de adequação do solo, gera mais qualidade do produto cultivado e consequentemente, maior renda para o produtor rural.

Veja também

Qual é a Melhor Gordura Para Fritura?

Ao escolher o melhor óleo para fritar, pense nos atributos de cada item, incluindo como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *