Home / Natureza / Com Que Idade o Ganso Começa a Botar?

Com Que Idade o Ganso Começa a Botar?

Principais Informações Sobre os Gansos

Gansos são aves aquáticas conhecidas pelo fato de serem domesticadas, e em muitas fazendas e sítios, até mesmo em muitas casas, o ganso faz parte da família como um pet (no lugar de um cachorro, por exemplo). Outra característica do ganso é seu grasnado estridente, que sempre é ouvido porque, assim como os cachorros, alguns gansos avisam sobre pessoas estranhas ou outros animais que não são do local, esticando suas asas e levantando seus pescoços, que são longos, os diferenciando de marrecos e patos.

Os gansos vivem por cerca de 15 a 25 anos de idade, tanto o macho como a fêmea, que pode ser chamada de gansa. As gansas, dependendo da espécie, podem botar de 70 a 100 ovos por ano, e cerca de 70% desses ovos irão chocar normalmente, sendo que uma porcentagem irá quebrar ou não evoluir.

Os gansos tendem a construir seus ninhos perto de rios, lagoas ou córregos, pois é uma área que, inclusive, os mesmos usam para reprodução. Alguns ninhos podem ser feitos até mesmo em pequenas ilhas de terra ou madeiras que flutuam em lagoas, pois os gansos preferem o contato com a água, apesar de passarem a maior parte do tempo em terra. Assim que os ovos são chocados, os filhotes, após se alimentarem, já tendem a seguir a gansa nadando pelo rio. Outros ninhos serão feitos em locais próximo de rios, enquanto outros, feito por pessoas, pode ser feito dentro de cercados.

Ter um rio ou lagoa por perto não é um fator determinante para a reprodução dos gansos, pois esses podem se reproduzir até mesmo dentro de um apartamento, por exemplo. Basta lembrar que, quanto mais natural o habitat, melhor será para a ave, em todos os sentidos, pois, como dito anteriormente, a água é um dos locais favoritos para que os mesmos se reproduzam, e a natureza também faz com que as gansas se sintam mais a vontade para chocar seus ovos.

Para conhecer mais sobre a vida dos gansos, visite GANSO SINALEIRO e COMO FAZER NINHO PARA GANSO.

Através do site Mundo Ecologia, o leitor pode conhecer muito mais do que imagina sobre a natureza.

As Gansas Precisam Estar Maduras Para Poder Botar os Ovos

Existe uma noção básica que diz que para a gansa botar um ovo, esta tem que ter aproximadamente dois anos de idade, mas é uma ideia conflitante, pois os criadores de gansos sempre lidam com gansas que botam ovos antes dessa idade, e não obstante, criadores de gansos, às vezes, pensam que as gansas não são fêmeas pelo fato de que demoram para botar os ovos, quando, na verdade, estas simplesmente não amadurecem o suficiente para se tornarem mães.

A natureza respeita o tempo dos gansos, o que faz com que não exista uma idade específica e determinada para que as gansas comecem a chocar. A noção básica de dois anos, como dito anteriormente, é a idade em que mais há casos de gansas botando ovos.

Assim como pode existir gansos que nascem sem a vontade de se deleitar nos rios, enquanto a maior parte deles não vivem sem a água, pode, também, haver gansas que passarão uma vida toda sem botar um ovo, enquanto que outro tipo de gansa pode botar até 100 ovos em um ano.

Não se exclui a possibilidade de que algumas gansas podem nascer inférteis também e nunca produzir um ovo, por exemplo.

Algumas Espécies de Gansos são Influenciados Pelo Ambiente e Pelas Estações

É um fato dizer que as gansas não entram na maturidade na mesma idade, e que não existe um padrão específico para isso, e a consequência dessa ação é que as gansas botarão ovos em épocas e idades diferentes, confundindo alguns produtores.

Esse fato levou estudiosos a analisarem que, dependendo de ave para ave, o ambiente pode influenciar na reprodução dos mesmos. Gansos selvagens reproduzem menos que os gansos domesticados, pois na natureza a convivência é mais árdua devido aos predadores do animal e dos ovos, sem contar que, apesar de se reproduzirem e, comparados com os gansos domesticados, a quantidade de ovo que chega a ser chocado é muito baixa, pois a maioria desses vira prato de cobra, de corujas e de guaxinins.

Cobra Comendo Ovo de Ganso
Cobra Comendo Ovo de Ganso

Outro fato que leva os gansos domesticados a reproduzirem muito mais que os selvagens é o fato de que o homem pode influenciar artificialmente na reprodução das aves, utilizando calor e luz artificial, propiciando um clima de verão, por exemplo, em pleno inverno, ou vice-versa, pois a maioria dos gansos se reproduzem na primavera, sendo assim, as grandes granjas tendem a deixar o clima o mais parecido possível para enganar as aves no intuito de fazê-las reproduzirem, e isso, logicamente, altera, também, em muitos casos, o desenvolvimento dos ovos e por consequência, a maturidade das aves, variando cada vez mais a idade com que cada uma deve botar o ovo.

Gansos São Aves Monogâmicas e Contam Os Ovos Antes de Incubá-los

Uma parte importante relativa à reprodução dos gansos e a idade com que esses botam ovos, é saber que os gansos são animais que escolhem um parceiro e passam a vida inteira com este parceiro, criando uma família inseparável. Dificilmente, quando algum morre, o ganso ou a gansa encontra outro parceiro para criar uma nova relação ou ainda, reproduzir.

Após o acasalamento, a gansa começará a construção de um ninho (com ou sem o auxílio do ganso) com galhos, palha e pena removida de seu próprio corpo, até começar a botar seus ovos. A gansa botará um ovo por dia até, no mínimo, obter 5 ovos, para então se ajeitar no ninho e incubá-los. Esse processo levará cerca de um mês, até que os ovos choquem. Isso não significa que a gansa ficará um mês inteiro sentada nos ovos; ela sairá para comer e para se banhar. A mesma ainda cobrirá seus ovos com penas e gravetos, para manter estes aquecidos. O ganso não ficará ausente nesse processo. Este sempre estará vigiando o ninho, afastando possíveis predadores e, às vezes, assumindo o local da fêmea na incubação dos ovos, mantendo os mesmos aquecidos. Assim que chocados, os gansos filhotes podem, ainda, nadar e mergulhar mesmo no primeiro dia de vida.

Veja também

Cadeia Alimentar da Baleia e o Ecossistema Marinho

Cerca de 300.000 espécies marinhas são conhecidas pela ciência – cerca de 15% de todas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *