Home / Natureza / Classificação das Frutas Pelo Teor de Carboidratos

Classificação das Frutas Pelo Teor de Carboidratos

As frutas são alimentos importantíssimos para o nosso dia a dia. Isso é indiscutível. Porém, fica a dúvida: toda fruta faz bem para todo tipo de pessoa? A resposta pra isso é: depende. Existem frutas com alto teor de substâncias que podem fazer mal à sua saúde, e simplesmente não permitir que você controle o seu peso.  No entanto, existem outras que possuem poucas substância que seriam necessárias em grandes quantidades para certas pessoas.

É o caso, por exemplo, dos carboidratos. Existem frutas com alto teor dessa substância, e outras que quase não as têm. Afinal, quais frutas têm mais ou menos carboidratos, e quais podem ser consumidas a depender do meu organismo? É o que vamos ver a seguir, começando pela importância dessas substâncias para o nosso organismo, e continuando para a indicação daquelas frutas que possuem maior ou menor grau de carboidratos.

Afinal, Pra Que Servem os Carboidratos?

Antes de falar das frutas em si, vamos focar um pouco no que são e pra que servem esses carboidratos, no final das contas.

Pra começar, você precisa saber que os carboidratos são a nossa principal fonte de energia, sendo responsáveis por muitas de nossas atividades cotidianas, como andar, correr e trabalhar. Além disso, os carboidratos são responsáveis diretos pela nutrição das células do sistema nervoso central. Inclusive, se você come poucos alimentos ricos em carboidratos, eventualmente  o seu organismo vai se consumir proteínas para produzir energia. Uma das consequências disso é e perda de massa muscular.

No entanto, é bom salientar que comer muitos alimentos que contenham altas doses de carboidratos também não é o mais adequado. Isso porque um aumento considerável de dessas substâncias pode, eventualmente, fazer com que você tenha mais ganho de peso, além do aumento do colesterol sanguíneo.

Ou seja, o correto mesmo é você consumir carboidratos de maneira equilibrada (de preferência, que tenham bastante amido), e que essa alimentação esteja associada ao consumo de fibras. Assim, nas atividades do seu dia a dia, você não sentirá fadiga, e em caso de exercícios físicos, terá mais energia para praticá-los.

Existem Carboidratos Bons e Ruins?

É preciso salientar que alimentos ricos em açúcar, que possuem justamente uma cadeia mais simples de carboidratos, são processados bem mais rapidamente. É justamente nesse tipo de alimento que existe o que chamamos de carboidrato “ruim”. E esse tipo de carboidrato chega mais rapidamente à corrente sanguínea, elevando o nível de glicemia, e consequentemente aumentando a sua fome. E, comendo mais, por sentir mais fome, já sabe…

Carboidratos Bons e Ruins
Carboidratos Bons e Ruins

No caso das frutas, é diferente. Por possuírem frutose, que é um carboidrato simples, elas são alimentos considerados naturais, ricos em vitaminas e fibras, que ajudam na digestão. Porém, mesmo assim, o exagero daquelas que possuem um teor mais elevado de carboidratos, não é recomendável.

Mas, e quanto às frutas? Qual o teor de carboidrato delas?

Frutas Com Menos Carboidratos

Se a sua intenção é perder peso, comer frutas com baixos teores de carboidratos é o ideal.

Em uma dessas frutas é a melancia. Pra cada porção de 100 g da fruta, há apenas 7,55 g de carboidratos, e isso sem contar que ele é rica em água, o que ajuda bastante a “limpar” o organismo. Ao mesmo tempo, é preciso ter cuidado com os exageros, pois a melancia também tem uma quantidade considerável de açúcar. Portanto, comer uma ou duas fatias é o recomendado.

Melancia Fatiada na Bandeja
Melancia Fatiada na Bandeja

Os morangos também possuem poucos carboidratos (pra cada 100 g da fruta, 7,68 g são de carboidratos). Já em relação à melancia, o morango possui uma quantidade pequena de açúcar, o que não o contraindica a se consumido em quantidades um pouco maiores.

Outra boa fruta com pouca quantidade de carboidratos é a amora, com 9,61 g de carboidratos para cada 100 g de fruta. É bom dizer também que a quantidade de açúcar também é mínima, ao passo que a de fibras é um pouco mais considerável, o que facilita ainda mais a digestão.

Podemos aqui, facilmente, listar outros exemplos, como a framboesa, o abacate, o pêssego e a lima. E, o melhor: todas com ótimas fontes de fibras, que facilitam demais a digestão dos alimentos.

Frutas Com Mais Carboidratos

Cacho de Uva
Cacho de Uva

Muito bem, agora vamos para o lado contrário, aquelas frutas que possuem uma quantidade considerável de carboidratos, e que posem ser facilmente consumidas por quem tem não tem problemas com a balança.

Uma delas é a uva. Pra se ter uma ideia, uma única xícara de uvas, sendo elas vermelhas ou verdes (e sem semente) possuem cerca de 28 g de carboidratos. Ótimo para quem quiser ganhar uma energia extra para qualquer atividade, mas, não tão bom assim pra quem quer (ou precisa) perder um quilinhos.

Outra fruta com alto teor de carboidratos é a popular manga. Uma única fruta de tamanho médio possui em torno de 25 g de carboidratos, o que acaba sendo um agravante para um bom ganho de peso. Caso, você faça atividades físicas com muita regularidade, perfeito. Se não…

A pera é uma das frutas com maior teor de carboidratos, chegando a 28 g em uma de tamanho médio, o que é muito, acredite. Não que uma ou outra pera depois do almoço não seja bom, mas, obviamente, e como já dito aqui, rudo em exagero acaba fazendo mal; muito mal.

Peras Sobe a Mesa
Peras Sobe a Mesa

Por fim, podemos citar o abacaxi, no qual uma xícara com pedaços da fruta possui em torno de 22 g de carboidratos, sem contar o seu grande nível de acidez, o que pode, facilmente, causar azia, entre outros incômodos.

Conclusão

A natureza conseguiu um equilíbrio de tal maneira que podemos encontrar tanto frutas com baixos teores de carboidrato, quanto aquelas que são ricas nesses tipo de substância. Ou seja, as frutas, como boa parte do que a natureza oferece, possuem diversas substâncias em sua composição; algumas em maior, outras, em menor grau.

Portanto, o importante é ver qual a sua necessidade de alimentação, e investir naqueles tipos específicos de frutas. Porque, certo mesmo é que você tem à sua disposição um verdadeiro banquete, com muitas possibilidades de nutrir o seu corpo, seja qual for o seu biotipo.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *