Home / Natureza / Chá De Graviola Folhas Verdes ou Secas: Ele Emagrece?

Chá De Graviola Folhas Verdes ou Secas: Ele Emagrece?

A graviola (Annona muricata), é uma fruta presente na América Central e América do Sul, sendo de origem peruana, e atualmente se apresentando em maior quantidade na Floresta Amazônica, especialmente dentro do território brasileiro.

A graviola, também chamada em determinadas regiões do Brasil, como no Sul, de ariticum, é uma fruta amplamente consumida e comercializada (em determinadas épocas do ano, principalmente na primavera e outono) no mundo inteiro.

Os usos da graviola são variados, pois podem ser consumidas em sua forma de fruta, ou podem ser trabalhadas para virarem sucos, sobremesas, sorvetes e outras utilidades na culinária.

Além do sentido culinário, algumas pessoas e empresas desenvolveram cosméticos através do processo da graviola, como xampus e cremes hidratantes, já que é muito comum o uso da graviola para limpeza e manutenção da pele.

Porém, um dos principais usos da graviola, se dá através de suas folhas, de onde é feito o chá de graviola, que é um costume advindo das técnicas de cura para o corpo humano desenvolvidas pelos indígenas sul-americanos da Amazônia.

O chá de graviola é usado para combate a doenças respiratórias e enfermidades, pois contém importantes elementos que revitalizam o sistema imunológico, deixando o corpo mais forte e resistente ao combate de doenças.

Atuação Anticancerígena Do Chá De Graviola

Para fazer o chá de graviola, não é necessário a fruta em si, e apenas as folhas da árvore, que devem ser fervidas e filtrada, para que todos os seus componentes sejam consumidos.

Existe uma forte crença, perpetuada por gerações, de que o chá de graviola é essencial para o combate à células cancerígenas, porém, a ciência ainda está dando passos lentos em relação à comprovação desses efeitos.

Os efeitos anticancerígenos são derivados da presença de nutrientes importantes ao corpo humano, como a vitamina C, um alto aliado do sistema imunológico, que por si só, consegue combater determinada porcentagem de células cancerígenas.

Outros nutrientes presentes no chá de graviola, são: alcalóides, acetogeninas, antioxidantes, vitamina A, vitamina B, vitamina C, cálcio, ferro, potássio e ácido gentísico.

Dessa forma, a presença de um nível considerável de acetogeninas, faz com que haja a ideia de que o chá de graviola possa combater células cancerígenas, já que as acetogeninas são antibióticos que ajudam as células saudável a combater as infectadas, diminuindo o tamanho do tumor, a queda de cabelos, a sensação de náuseas e a perda de peso, além de revitalizar o sistema imunológico.

Tais estudos são comprovados por cientistas pelos cientistas Cheryl E. Green, Sheridan L. Hibbert e Lawrence A. D. Williams, para o Scientific Research Council Hope Gardens, nas Índias Ocidentais, na Jamaica.

Chá De Graviola Ajuda A Emagrecer?

Além do usos medicinal do chá de graviola, ainda é possível que o mesmo auxilie na perda de peso e ajude as pessoas a emagrecer de forma eficaz.

No entanto, o chá de graviola pode ser um recurso extremamente natural e saudável que venha a ajudar na batalha contra a perda de peso, mas nada mais como uma ferramenta, e não como um item milagroso.

O fato do chá de graviola ajudar a emagrecer consiste no fato de que o chá promova saciedade, removendo aquela vontade momentânea de comer algo fora de hora, isto é, o chá deve estar presente nesses momentos.

Isso pode ser feito deixando o chá preparado, ou prepara-lo na hora, já que é extremamente fácil, bastando que suas folhas verdes sejam fervidas.

Chá-de-Graviola na Xícara
Chá-de-Graviola na Xícara

O chá de graviola contém uma taxa insignificante de calorias, mas ao mesmo tempo fornece altas doses de outros nutrientes, isto é, o chá distribui saciedade ao corpo, sem a necessidade de consumir calorias ou carboidratos, fazendo o corpo dispersar células de gordura para processar o alimento através de energia.

Folhas Verdes Ou Secas: Qual A Melhor Forma De Preparar Chá De Graviola?

O chá de graviola deve ser preparado com folhas viçosas, bem verdes e sem manchas, pois isso representa que a árvore e a folha estão saudáveis, com seus nutrientes intactos e prontos para serem consumidos.

Folhas opacas, com manchas, desgastadas ou secas não devem ser consumidas, pois as mesmas já estão não estão com todos seus nutrientes intactos, além de poderem apresentar aspectos negativos, como dejetos invisíveis a olhos nus de insetos, que podem ser ruins para a saúde.

Ou seja, ao fazer o chá de graviola, deve-se observar a qualidade das folhas, sempre evitando as que apresentam aspectos negativos, e selecionando apenas as folhas verdes, pois essa é a principal cor que as acetogeninas anonáceas promovem na planta, sendo essas os elementos mais radicais ao combate a doenças, promovendo o auxílio do sistema imunológico.

Outro detalhe extremamente importante, é saber como preparar o chá para não perder as características nutritivas fornecidas pelos elementos presentes na planta.

Ferver demais as folhas, ou não consumir no tempo correto, pode fazer com que seus nutrientes principais, como a acetogenina, se disperse e não seja consumida. Continue a leitura para saber como o chá deve ser feito corretamente.

Aprenda a Preparar Chá De Graviola Corretamente

Como dito anteriormente, há formas e formas de se fazer o chá de graviola, mas o método ideal deve ser respeitado, pois caso seja feito de forma diferente, muito das propriedades positivas da graviola irão se perder e o chá não trará nenhum aspecto positivo a quem estiver bebendo.

Antes de mais nada, leia atentamente a parte em que foi falado sobre a seleção das folhas, pois não é indicado usar folhas que não estejam 100% saudáveis; se qualquer tipo de folha for utilizado, além de um gosto desagradável, o chá não surtirá o efeito esperado.

É altamente indicado que o chá seja consumido, no máximo, até 30 minutos após sua fervura, pois dessa forma os nutrientes ainda estarão presentes no chá. Não é indicado que nenhum tipo de chá seja consumido após longos períodos depois de seu preparo.

Ferver as folhas de graviola em recipientes de alumínio ou de ferro fazem com que reações químicas interajam com o chá, removendo variadas propriedades naturais das folhas.

É indicado que o chá seja fervido em recipientes de vidro, esmalte ou barro. Essas informações foram dispostas pelo Dr. Edison de Mello, PhD, formado pela Universidade do Texas.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *