Home / Natureza / Carpa-Capim: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

Carpa-Capim: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

A carpa-capim (Ctenopharyngodon idella) é um peixe de origem asiática. De água doce, que vive em represas e em rios, e pode ser encontrado nas regiões sudeste e sul do país.

Além da carpa-capim, existem várias outras como, por exemplo, a carpa comum, carpa cabeça grande, carpa húngara, a carpa colorida, dentre outras.

No post de hoje, vamos aprender um pouco mais sobre a carpa-capim, características, nome científico, habitat e muito mais…

Características da Carpa-Capim

A carpa-capim, ou para-capim, como também é chamada, é um peixe herbívoro, que pesa entre 2 e 3,5 kg. Possui uma carne branca, com pouca gordura e saborosa. Os seus espinhos são bem grandes. No primeiro ano, pode chegar a pesar até 1,5 kg.

A carpa-capim é indicada para a manutenção vegetal de tanques. E, para garantir um desempenho melhor, é recomendado usar ração.

A estocagem ideal, em tanque de terra, é de dois peixes por metro quadrado, em se tratando de engorda exclusiva da carpa-capim. No caso de policultivo, que se refere a várias espécies de peixes em equilíbrio, o ideal é estocar entre 10 e 15% do total dos peixes engordados.

Esse peixe também possui outros hábitos alimentares, que fazem com que ele seja uma alternativa lucrativa. É uma espécie bem fácil de cultivar, rústica e com uma carne bem gostosa. A carpa-capim foi introduzida no Brasil em 1960. E, desde então, está presente em lagos e em pesque-pague. A expectativa de vida dessa espécie varia entre 10 e 20 anos. É um peixe pacífico. A maior parte do seu tempo ele gasta procurando por alimentos.

Na China, a carpa-capim é cultivada para fins alimentares. E, nos Estados Unidos e na Europa, ela foi introduzida para ajudar no controle de ervas daninhas em ambientes aquáticos. O seu crescimento é bem rápido. É por isso que ele é muito popular quando se trata de aquicultura.

A carpa-capim possui o corpo bem mais comprido e fino do que as demais carpas. E mais roliço também. Ela apresenta escamas em tom prateado bem maiores do que as carpas cabeçudas; e as escamas são uniformes, ao longo do seu corpo.

Carpa-Capim no Aquário
Carpa-Capim no Aquário

A carpa-capim é muito rápida e ágil. O que não é muito comum dentre as demais espécies de carpas. Essa carpa produz muito esterco (mais conhecido como adubo orgânico). Por esse motivo, ela é muito usada no policultivo com algumas outras espécies de peixes.

Alimentação da Carpa-Capim

Essa espécie é herbívora. Os adultos costumam se alimentar de plantas aquáticas, principalmente. Porém, também podem se alimentar de insetos, detritos, e alguns outros invertebrados. A carpa-capim pode se alimentar tanto no fundo quanto na superfície.

Dentes da Carpa-Capim
Dentes da Carpa-Capim

Possui um tubo digestivo bem extenso. Daí, a sua enorme capacidade de digerir os alimentos. Esse tudo pode medir de 2 a 3 vezes o tamanho do corpo da carpa. Os seus dentes são faríngeos, e o seu formato é de um pente.

Esse peixe é chamado de carpa-capim devido ao gosto da espécie por vegetais. Ele é muito comilão. Tanto, que pode chegar a comer, por dia, entre 30 e 90% de seu próprio peso corporal. É ideal para ajudar no controle de plantas em excesso em meio aquático.

Reprodução da Carpa-Capim

Quanto à reprodução dessa espécie, a propagação se estende entre abril e agosto. Gosta de águas calmas e que tenha uma vegetação de fundo. É uma espécie que não costuma se reproduzir em cativeiro.

Reprodução da Carpa-Capim
Reprodução da Carpa-Capim

A carpa-capim é ovíparo. Ela desova nos rios lóticos. E os seus ovos derivam pelo rio, por serem um pouco mais pesados do que a água. Esse peixe atinge a maturidade sexual com três anos.

Distribuição e Habitat da Carpa-Capim

Essa espécie foi distribuída da China à Sibéria oriental. Foi introduzido em vários países. Após a sua introdução, aconteceram vários relatos de impactos ecológicos. Os peixes adultos vivem em lagoas, lagos e remansos de rios grandes. Eles preferem os locais de águas grandes, com uma densa vegetação e um fluxo lento de água.

O uso de carpa-capim para ajudar na manutenção dos canais de irrigação e de reservatórios, em alguns países da Europa, tem apresentado resultados satisfatórios. Com a ajuda desse peixe, os custos de limpeza das plantas aquáticas são bem menores, quando comparados com o uso de herbicidas.

No entanto, é importante planejar bem o uso da carpa-capim para essa finalidade. Em algumas situações, eles se tornam uma verdadeira praga. Tanto, que pode chegar a atrapalhar o desenvolvimento de vegetações comuns daquele local. É uma espécie que tolera bem temperaturas variadas, entre 0 e 38° C, nível de oxigênio de até 0,5 ppm, e salinidades de cerca de 10 ppt. E também suporta diversas condições de água.

Como Pescar a Carpa Capim

Para pescar esse peixe, é necessário usar um equipamento com ação média, além de varas para as linhas com libras entre 8 e 17. Também é preciso um molinete ou carretilha com uma capacidade para 70 metros de linha, e 0,40 mm de diâmetro. Os anzóis podem ser nos tamanhos de 1/0 até 3/0. Como isca, a dica é usar massa de mandioca com queijo e um pouco de sal, e minhocas.

A melhor época para pescar a carpa capim é durante o ano inteiro. Mas é preciso respeitar a época de reprodução.

Tipos de Carpas

Além da carpa-capim, existem alguns outros tipos muito conhecidos também. Confira abaixo mais 4 tipos de carpas:

Carpa-Húngara
Carpa-Húngara

1 – Carpa-húngara: essa espécie é a mais usada para cultivo no mundo inteiro. Originária da China, ela apresenta escamas bem uniformes, e que se encontram espalhadas ao longo do seu corpo.

Carpa-Cabeçuda
Carpa-Cabeçuda

2 – Carpa-cabeçuda: a cabeça dessa carpa compreende em torno de 25% do tamanho do seu corpo. E costuma ser mais comprida do que as demais.

Carpa-Espelho
Carpa-Espelho

3 – Carpa-espelho: esse peixe possui escamas de tamanhos diferentes. Algumas, inclusive, são muito grandes. Apresenta o tamanho da cabeça e o formato do corpo semelhante à carpa-húngara. Elas são constantemente confundidas uma com a outra.

Carpa-Nishikigoi
Carpa-Nishikigoi

4 – Carpa-nishikigoi: são espécies coloridas, originárias de algumas áreas da Europa e do Japão. Apresenta cores vibrantes e diversas. E surgiram a partir de uma mutação genética.

Veja também

Amêndoas Torradas Na Assadeira

Quanto Tempo Para Torrar Amêndoas? Como Fazer?

Cozinhar é algo muito prazeroso, principalmente quando sabemos as técnicas corretas que devem ser utilizadas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *