Home / Natureza / Banana Pão Pode Comer Crua?

Banana Pão Pode Comer Crua?

É Possível Comer Banana Pão Crua?

Não é possível comer uma banana pão crua, pelo simples fato de que o processo que transforma o amido presente na fruta em açúcar não ocorre adequadamente nela. O amido, como se sabe, é uma espécie de carboidrato que, ao ser digerido, transforma-se em glicose.

O problema é que ele é um produto pobre em nutrientes, e algumas vezes só utilizado para dar consistência a massas, bolos, molhos, entre outros preparos.

Além disso, ele dificulta a absorção de ferro, pode obstruir gravemente o intestino e é de difícil digestão se não for cozido suficientemente.

Logo, o ideal mesmo é o seu cozimento por pelo menos dez minutos, a fim de que possa tornar-se facilmente digerido pelo organismo.

A banana pão também em conhecida, em algumas regiões do Brasil, como banana-da-terra, banana-figo, pacova, entre outras denominações. Mas acredita-se que ela seja originária da Ásia e trazida para o Brasil durante o seu processo de colonização, por volta de 1500.

Ela pode ser facilmente identificada entre as dezenas de espécies de variedades que são cultivadas em todo o mundo. O seu tamanho varia entre 25 e 30cm, pesa geralmente em torno de meio quilo, tem uma aparência mais achatada na frente, uma cor amarela em seu exterior (com manchas pretas quando estão maduras), entre outras características.

Apesar de não poder ser comida crua, a banana pão é bem mais versátil do que a maioria das espécies, já que pode ser consumida no café da manhã, como ingrediente de saladas, sopas, cozidos, peixes, além de inúmeras outras possibilidades, geralmente associadas à pratos exóticos e não-convencionais.

Algumas fatias de banana pão fritas, envolvidas em açúcar e canela, são um verdadeiro deleite! Mas até mesmo quando ainda estão verdes podem ser aproveitadas em pratos à base de frutos do mar e carnes.

Completam as suas qualidades, uma excelente quantidade de potássio, ferro, magnésio, cálcio, entre outras vitaminas e sais minerais. Por isso mesmo, é bastante recomendada para quem se recupera de transtornos como disenterias, ou qualquer outro evento caracterizado pela perda de líquidos, pois ela é uma das frutas que melhor ajudam a repor sais minerais.

No entanto, aconselha-se a moderação do seu consumo por parte de indivíduos que fazem dietas e também por pacientes renais. No primeiro caso, as suas grandes quantidades de calorias certamente comprometerão o processo. E, no segundo, os seus altos níveis de potássio exigem um funcionamento adequado dos rins, para a eliminação adequada do seu excesso.

Como Escolher a Banana-Pão?

A banana pão é uma variedade bastante resistente. Quando comparada com as demais, ela destaca-se pela capacidade de resistir por bem mais tempo antes de amadurecer e se decompor.

As regras para a escolha de um bom fruto são as mesmas recomendadas para as demais espécies: elas devem ter uma consistência firme, bem fixadas às pencas e com a coloração amarela com manchas pretas tradicionais.

Outra vantagem da banana pão, mesmo apesar de não poder ser comida crua, é o fato de ser aproveitada em praticamente todos os seus estágios de desenvolvimento.

As verdes podem muito bem ser utilizadas em pratos à base de peixes. As maduras, cozidas por no mínimo 10 minutos, compõem um delicioso café da manhã ou um saborosíssimo cozido.

E se as demais, quando estão passadas do ponto, pouco podem ser aproveitadas, no caso da banana pão ocorre justamente o contrário, é nessa fase que elas devem ser consumidas fritas, envoltas em açúcar e bastante canela.

Grandes chefes de cozinha costumam utilizar a banana pão até mesmo na forma de um delicioso purê. Para isso, elas são selecionadas em um estágio intermediário entre o verde e o maduro.

Em casa, você poderá obter essa fase intermediária embrulhando-as em um jornal e observando, dia após dia, o seu desenvolvimento.

Embrulhando Banana no Jornal
Embrulhando Banana no Jornal

A banana pão não exige nenhuma operação especial para a sua armazenagem. Um local seco, fresco e ventilado, é o suficiente para que elas resistam por até vários dias, a depender da sua utilização.

Porém evite guardá-las na geladeira. Caso ainda estejam verdes, dificilmente amadurecerão corretamente. E caso estejam maduras, poderão perder a sua hidratação característica.

Em todo caso, é preciso atentar para o fato de que não é possível comer a banana pão crua. Por isso recomenda-se o cozimento da fruta já madura e com as cascas, pois, dessa forma, evita-se a sua degradação sob o calor do fogo.

Fritas, elas ficam melhor quando estão bem maduras, e em fatias o mais tênues possíveis. Em cozidos e pratos à base de peixes, o ideal é que elas estejam apenas começando a amadurecer.

E no mais, é só aproveitar uma fruta que, em algumas regiões do país, é praticamente sinônimo de café da manhã reforçado, de uma refeição exótica e não convencional, ou mesmo de uma forma fácil e barata de ter sempre à mão algo para saborear quando a fome surge inesperadamente.

Benefícios da Banana-Pão

1. Vitamina A

Os processos metabólicos que ocorrem no nosso organismo costumam deixar resíduos, na forma de toxinas, que podem ser eliminadas, prontamente, pela vitamina A presente na fruta.

A banana pão não pode ser comida crua, no entanto, cozida, ela consegue conservar bem as suas propriedades, capazes de beneficiar o sistema nervoso, fortalecer as defesas, proteger a visão, entre outros benefícios.

Banana Pão Crua Fatiada
Banana Pão Crua Fatiada

2. Vitamina C

A vitamina C é outro tesouro da natureza, capaz de auxiliar o funcionamento do organismo de um modo geral. Contra gripes e resfriados, ela é praticamente imbatível, e a substância mais indicada pelos médicos.

Ela fortalece a estrutura dos glóbulos brancos (de defesa) do organismo, tonifica a pele (graças ao estímulo à produção de colágeno), previne o aparecimento do temível escorbuto, além de várias outras funções no organismo.

Para se ter uma ideia do potencial nutritivo da banana pão, 100g da fruta cozida possuem entre 10 e 13 mg de vitamina C, ou cerca de 15% das necessidades diárias.

3. É um coadjuvante em tratamentos psicológicos

A banana pão também possui níveis elevados de vitamina B. Como se não bastassem as suas qualidades incontestáveis, a substância ainda potencializa a ação do triptofano, um aminoácido capaz de estimular a produção de neurotransmissores ligados às sensações de bem estar, especialmente a serotonina e a endorfina.

Menino Asiático Comendo Uma Banana Pão Frita
Menino Asiático Comendo Uma Banana Pão Frita

Logo, o consumo diário da fruta, combinado com a mudança de hábitos de vida deletérios, auxilia no tratamento de transtornos como: depressão, insônia, ansiedade, estresse, entre outros sintomas típicos dos tempos modernos.

4. Potencializa as atividades físicas.

Apesar de não conter mais do que 110 calorias (por 100g) e não poder ser consumida crua, a banana pão é considerada uma verdadeira potência de energia, capaz de saciar a fome e nutrir adequadamente um indivíduo antes da prática de exercícios físicos.

Isso porque apenas 100g da fruta contêm, entre outros nutrientes, cerca de 30mg de fibras, 0,298mg de vit. B6, 0,690 mg de vit. B3, mais Folacina, vitamina E, cálcio, ferro, zinco, potássio, entre outras inúmeras  substâncias

Sem contar o fato de que níveis suficientes de potássio evitam cãibras, facilitam a circulação sanguínea, equilibram a quantidade de água no organismo, e vários outros benefícios.

Esse artigo respondeu às suas dúvidas? Responda-nos com um comentário, logo abaixo. E aguardem as próximas publicações do blog.

Veja também

O Que Quer Dizer IVAS? Como Ela Acontece?

Elas estão presentes na vida de todas as pessoas, entretanto, poucos sabem o que significa …

2 comentários

  1. Maria Gorete Oliveira de Andrade

    Aqui na minha cidade, a banana pão pode ser consumida in natura e não só cozida ou frita, também é diferente da banana da terra e a pacovan também não é a mesma que a banana pão, ela é mais parecida com a banana prata, o que é facilmente confundida e vendida como se fosse.

    • Que coisa, Maria Gorete. A maioria das fontes pesquisadas diz que ela não pode ser consumida crua. Talvez isso tenha a ver com diferenças regionais, não é?
      Mesmo assim obrigado pela observação. Um grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *