Home / Natureza / Bambu Mossô: Características, Como Cultivar e Fotos

Bambu Mossô: Características, Como Cultivar e Fotos

O bambu mossô é um bambu de origem chinesa, mas que existe em diversas regiões do mundo devido à sua fácil adaptação a determinados climas, tal como o do Brasil, onde é amplamente distribuído.

O bambu mossô é um bambu de aspecto comum (retilíneo), porém, o que o difere dos demais bambus é que o mossô cresce de forma individual, e não em touceiras como os bambus convencionais.

As touças de bambus levam anos para se desenvolver, pois a natureza se adaptou a criar uma base extremamente resistente para que o bambu, que é vertical e fino, não viesse a cair ou quebrar facilmente.

No entanto, o mossô é uma exceção, já que apesar de poder alcançar até 15 metros de altura, ele simplesmente nasce diretamente do chão, mas isso não significa que o mesmo seja frágil, já que ele possui uma resistência a fortes ventos, além de uma forte maleabilidade até chegar ao ponto de quebra.

O fato do bambu mossô ser uma espécie de bambu sem touceira e maleável, fez com que o mesmo se tornasse adaptável ao cultivo em vasos e canteiros, além de possuir uma aparência agradável a ponto de ser usado até mesmo para ambientes internos.

Principais Características do Bambu Mossô

O bambu mossô é um bambu de porte grande que prefere climas ensolarados para se desenvolver plenamente. No entanto, o mossô também consegue viver plenamente até mesmo em climas extremamente frios, como na Europa ou na América do Norte.

Além da altura de 15 metros (em geral), o mossô tem uma variação de vida que pode chegar até aos 12 anos de idade.

Atualmente, o bambu mossô é tido como a principal espécie de bambu natural cultivada em vasos ou cultivado para harmonização de ambientes, já que a poda e outros meios de cultivo podem fazer com que seu crescimento seja limitado.

Características do Bambu Mossô
Características do Bambu Mossô

Apesar do bambu mossô não possuir touceiras como todas as outras espécies, ele cria pequenos filamentos de outros bambus que nascerão ao lado, porém não irão elevar o solo ou criar deformidades com raízes altas

Outra característica comum do bambu mossô é o fato do mesmo sempre possuir um aspecto curvado quando encontrado em floriculturas e afins, mas esse processo é feito inteiramente por intermédio de amarrações e manipulações para que o aspecto seja mais favorável ao ambiente interno e externo como ornamentação.

Como Cultivar o Bambu Mossô

A principal informação que deve ser levada em consideração quando se trata do plantio do bambu mossô é exatamente aquela referente ao seu tamanho, isto é, caso uma muda da planta seja comprada, é necessário conversar com o (a) vendedor (a) e perguntar até que tamanho tal arquétipo atingirá, pois com isso em mente é possível saber se é viável plantar em um vaso ou não. Caso contrário, é possível que o bambu cresça normalmente e quebre o vaso, ou até mesmo não consiga se desenvolver corretamente.

Assim como as outras espécies de bambu, nunca se deve plantar tal espécie em um solo úmido ou que seja passível de encharque durante chuvas, por isso é importante saber onde plantar e como cultivar o bambu, sempre em um local seco, alto e de fácil evasão da água.

Para ajudar no desenvolvimento do bambu mossô, indica-se substrato de alta drenagem, além de um solo rico em material orgânico.

Caso o bambu seja criado em vasos, é importante que os mesmos sejam colocados em um local que haja bastante luz, com incidência máxima durante o dia.

É importante saber que o bambu mossô se adapta a muitas temperaturas e climas, por isso ele é ideal para estar presente na maioria dos locais, seja de lazer ou de trabalho.

O bambu mossô exige regas semanais, mas no verão indica-se que seja 2 ou 3 vezes por semana. Caso haja dúvidas sobre a quantidade de água que se tem dado à planta, basta analisar suas folhas, pois quando as folhas apresentam manchas amarelas ou ficam com as pontas escuras e quebradiças, significa que ela está sendo muito encharcada.

Bambu Mossô: Nome Científico e Classificação

Phyllostachys Pubescens
Phyllostachys Pubescens
  • Nome Comum: Bambu Mossô
  • Nome Científico: Phyllostachys pubescens
  • Família: Graminae (Poaceae)
  • Origem: Ásia

Informações e Curiosidades Sobre o Bambu Mossô

O bambu mossô é um bambu com rizoma leptomorfo (que não cria touceiras) e não paquimorfo como os outros bambus.

Os brotos do bambu mossô são amplamente utilizados na culinária asiática, principalmente na culinária chinesa, onde o prato takenoko pode ser servido com inúmeras variações.

O aspecto retorcido que as pessoas dão ao bambu massô ocorre pelo fato estético, mas não tão somente por isso, pois ao retorcer o bambu, ele torna-se menor, podendo caber com mais facilidade em determinados ambientes.

Não é indicado a poda do bambu mossô, assim como a de qualquer outro bambu, pois é muito comum que os mesmos comecem a secar e perder nutrientes.

Dicas para Ornamentação com o Bambu Mossô

É importante ter em mente de que o bambu mossô é uma planta alta e não cabe em qualquer ambiente, por isso os vasos que irão comportar o bambu devem ser vasos grandes e altos também, como o mínimo de 1 metro de altura.

É indicado que a semente ou rizoma tenha 40 centímetros e profundidade na terra.

Outra dica é a de plantar o bambu mossô ou posicionar os vasos em canteiros onde não há cobertura, pois dessa forma o bambu não irá danificar o teto e nem se quebrar, além de criar uma parede natural de beleza incomparável.

O bambu mossô é ideal para ornamentação de jardins, pois os espaços abertos são mais receptíveis à luz solar, além de que o bambu mossô não cresce tanto a ponto de poder envergar e danificar a propriedade ou outros elementos ao redor.

O bambu mossô é muito utilizado na ornamentação de estabelecimentos, pois esses locais possuem os tetos mais altos, e muitas vezes o mossô se torna até mesmo uma parede natural, atuando como uma divisória.

Uma das formas mais bonitas de se aproveitar a beleza e estética do bambu mossô, é plantá-lo de forma natural (retilínea) encostado aos muros e paredes, e assim o mesmo cobre tais locais de uma beleza verde estonteante que nenhuma outra planta consegue fazer.

Veja também

Arminho Gigante Existe? Qual o Seu Tamanho? Onde Vive?

Você conhece ou já ouviu falar sobre o arminho? Pois bem, este animal é um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *