Home / Animais / Tudo Sobre Sapos

Tudo Sobre Sapos

De fato, esses animais causam uma mistura de nojo, espanto e medo em muitas pessoas. Não importa o seu tamanho, ou espécie, sapos sempre deixam as pessoas amedrontadas e com nojo devido a textura da sua pele. Entretanto, o que deixamos de ver é o quão importante esses animais são para nossa vida.

Sabe aqueles insetos insuportáveis que não te deixam em paz naqueles dias de calor intenso ou após chuva? Se não fosse pelos sapos, a quantidade desses insetos iria aumentar tanto, que talvez nem conseguiríamos viver em certos lugares do planeta sem novas tecnologias para nos ajudar. Sim, os sapos se alimentam de insetos, diminuindo sua quantidade, o que é muito bom para nós seres humanos, e muito bom também para o funcionamento da vida na Terra.

Cada animal possui sua importância não importa o seu tamanho. O sapo é a mesma coisa. Muita gente inclusive tem uma alta curiosidade sobre esse animal que passa por fases tão diferentes e é tão mal compreendido pela sociedade. Por isso, trouxemos hoje um post contando tudo sobre os sapos.

Habitat e Nicho Ecológico dos Sapos

Antes de tudo, é interessante relembrar o que exatamente significa os termos habitat e nicho ecológico, ambos que fazem parte da área da Biologia de ecologia. O habitat, como o próprio nome já induz, é onde aquele ser vivo habita. Logo, pode ser dito que é o endereço dele. Já o nicho ecológico pode ser dito que é a sua profissão e hobbies. Todas os seus hábitos, alimentação e outros.

Agora que sabemos o que cada um significa, podemos especificar esses conceitos aos sapos. Claro que existem algumas diferenças e exceções de espécie para espécie, principalmente quanto ao nicho ecológico, entretanto, de forma geral, são essas características mesmo. Começando pelo habitat, exceto pelos polos norte e sul, os sapos podem ser encontrados em basicamente todos os lugares do mundo. Eles preferem lugares bem úmidos e que tenham proximidade com água, seja um riacho, brejo ou lagoa.

Nicho Ecológico dos Sapos
Nicho Ecológico dos Sapos

Essa proximidade nos leva para a primeira característica de seu nicho ecológico. Os sapos passam uma boa parte de suas vidas na água. Quando dois sapos se reproduzem, eles tendem a realizar o ato na beira da água, para que possa ser liberado os gametas diretamente na água. Ao fecundarem externamente e então entrar em sua fase de girino, eles ficam completamente na água até atingirem uma idade suficiente para sair.

A alimentação desse sapo é muito importante para o funcionamento dos ecossistemas. Ele se alimenta de insetos no geral, como formigas, aranhas, moscas e outros. Existem algumas espécies que podem chegar a consumir alguns pássaros de pequeno porto e outros sapos. O mais interessante é a forma de como eles conseguem capturar animais tão pequenos.

Sua língua é bastante extensa e muito rápida, além de ser pegajosa. Por isso, ao avistar um inseto, rapidamente o sapo coloca a língua para fora, grudando-o nela e levado para dentro da boca. Ao engolir, ele fecha os olhos, já que esse é conectado com a cavidade bucal e ajuda a empurrar os alimentos.

Suas Características Físicas

Essa é a parte que a maioria das pessoas menos gosta. Os sapos costumam ter esse aspecto gosmento ou estranho em sua pele, que dão nojo a qualquer um. Isso aliado ao seu potencial de pular bem alto e longe, as pessoas criaram um medo de sapos sem igual, mesmo que ele não represente nenhuma ameaça real para os humanos.

Cada espécie de sapo possui sua pele diferente da outra, algumas mais gosmentas, outras que apresentam uma pele com aparência mais dura. Mesmo assim, é mais rugosa e seca do que as de suas parentes rãs. De qualquer forma, uma coisa é fato para todas essas espécies: sua pele é fina e permeável. Isso porque eles realizam todas as trocas gasosas e respiração pela pele. Esse fato acaba os deixando bem mais sensíveis ao ambiente.

Características Físicas dos Sapos
Características Físicas dos Sapos

Nos dois lados da cabeça, os sapos possuem um tipo de bolsa que contém um líquido. Esse líquido é utilizado quando se sentem ameaçados por algum predador, e no caso dos humanos, não chega a causar nada mais que algum tipo de irritação. Se você possui cachorros, mantenha os longe dos sapos, pois esse líquido é extremamente perigoso para eles.

Apesar de serem pequenos, a maioria não passar de 25 centímetros, os sapos podem chegar a pesar mais de 1,5 quilogramas. As fêmeas tendem a serem maiores que os machos tanto em comprimento quanto em peso. No momento, existem pouco mais de 5.000 espécies de sapos no mundo, sendo as mais conhecidas o sapo-cururu e o sapo-boi.

Curiosidades Sobre os Sapos

  • Sapos não bebem água, pois conseguem seus nutrientes e água pela pele.
  • Eles não possuem dentes, logo não conseguem morder nem mastigar nenhum tipo de animal.
  • Uma fêmea pode colocar até 30.000 ovos por ano.
  • Além do veneno, uma outra forma de se defender, é entrar em tanatose. Isso ocorre quando são pegos por alguém, e fingem-se de mortos.
  • Os sapos conseguem inchar muito, podendo chegar a asfixiar seu predador.
  • Muitos lugares utilizam os sapos como controladores de praga, já que eles podem se alimentar de 100 insetos por dia.
  • O coaxar (barulho dos sapos) normalmente só ocorre durante a reprodução, que é quando forma-se um papo perto do pulmão.
  • Existe uma espécie única de sapos que ao invés de botar ovos, ele já dá a luz direto sendo girinos.
  • Foram extintas em 1980 as duas únicas espécies que eram capazes de colocar os ovos pela boca.
  • Em 1940 os sapos foram utilizados como teste de gravidez em diversas cidades. Isso porque ao fazer xixi sobre esse animal, caso a mulher estivesse grávida, o sapo colocava ovos.

Esperamos que tenha gostado do post e que ele tenha te ensinado um pouco mais sobre esse curioso animal que é o sapo. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou.

Veja também

Raça De Cavalo (Pônei) Asturcón: Características, História E Fotos

Durante nossa infância, costumávamos almejar coisas impossíveis, como pó de pirlimpimpim, superpoderes e saber voar. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *