Home / Animais / Tudo Sobre o Diabo Espinhoso: Características, Nome Cientifico e Fotos

Tudo Sobre o Diabo Espinhoso: Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje trouxemos mais um animal super curioso para conhecermos hoje, portanto fique conosco até o final para não perder nenhuma informação.

Tudo Sobre o Diabo Espinhoso

Nome Científico – Moloch horridus.

Nossa estrela de hoje possui um nome um pouco assustador, chama-se Diabo – Espinhoso. Esse animal é um réptil de pequeno porte, ele vive na Austrália e a sua alimentação é baseada em formigas.

Características do Diabo Espinhoso

Diabo Espinhoso no Deserto
Diabo Espinhoso no Deserto

Como já dissemos se trata de um animal pequeno, ele mede no máximo 20 cm no total. Curiosamente nessa espécie os machos são menores que as fêmeas. Eles têm um alto poder de camuflagem assim como os camaleões, por esse motivo podem trocar de cor com facilidade, sua tonalidade pode ir do amarelo ao castanho mais escuro de acordo com a sua necessidade. Sua tática de fuga é enganar os predadores apresentando uma falsa cabeça, essa fica atrás de sua cabeça de verdade. Todo o seu corpo é coberto por uma espécie de espinho em formato de cone, com exceção do seu abdômen.

Esse animal tem grau de parentesco com um animal da América do Norte conhecido como lagarto da montanha que faz parte do gênero Phrynosoma. Na realidade as duas espécies não tinham nenhuma relação e mesmo assim hoje tem características similares., isso está ligado à convergência evolutiva.

Alimentação do Diabo Espinhoso

Como resumimos acima, esse animal come somente formigas, mas apreciam uma espécie específica, da subfamília Dolichoderinae. Curiosamente ele se alimenta de uma formiga por vez, ele atrai a formiga para sua língua grudenta como se fosse um tamanduá, por outro lado come rápido e é capaz de consumir 45 formigas dentro de 1 minuto. Ou seja, esse animal é capaz de consumir de 600 a 3000 formigas em uma única refeição, somando algo em torno de 10000 formigas por dia. Essas formigas são encontradas por eles de uma forma bem interessante, eles vão caminhando muito lentamente até encontrar o caminho feito por elas, ficam ali na espreita só aguardando que elas passem por ali.

Os líquidos necessários para a sua sobrevivência são extraídos através de suas escamas, durante o período noturno ele condensa a umidade que são levados para a sua boca através de um sistema próprio da espécie. Funciona também em dias de chuva, ou utilizando poças de água. Vamos supor que o local onde vivem enfrente um problema sério de falta de água, nesses casos eles são capazes de cavar a areia, entrar e se cobrir apenas para tentar captar a umidade do solo.

Predadores

Se proteger os predadores não é uma tarefa fácil para esse animal, mesmo que sua pele seja coberta por espinhos a falta de agilidade não favorece em nada a sua sobrevivência.

Aves gigantes fazem parte de sua lista de predadores, ela voam em alta velocidade na direção do animal, eles ficam completamente atordoados e viram presas fáceis. Um outro predador são lagartos gigantes, chamados lagartos monitores. Sua única arma nessa hora é meter a cabeça no meio das patas da frente, deixando apenas a cabeça falsa à vista confundindo seu predador. Outras táticas envolvem inflar para parecerem maiores do que são, e pressionar os espinhos sob o predador. Precisam a todo custo proteger sua parte mais vulnerável que é o abdômen.

Habitat do Diabo Espinhoso

Esse animal australiano costuma habitar em regiões de vegetação rasteira, assim como desertos. Curiosamente, esses animais não costumam caminhar para lugares muito afastados de onde moram. São animais que defendem o seu espaço, limitam a região de sua família para que não falte alimentos para ninguém. É uma espécie de certa forma sazonal, já que se faz mais presente entre os meses de março a maio e depois somente de agosto até dezembro. Não são vistos por aí nos períodos mais quentes do ano entre janeiro e fevereiro, e nem nos períodos muito frios entre junho e julho, nessas épocas eles se fecham em suas tocas, que são cavadas por eles mesmo. É uma espécie de locais áridos, por isso apreciam os desertos australiano que estão localizados ao sul e ao oeste da região.

Reprodução do Diabo Espinhoso

Esses animais têm um período definido tanto para acasalamento quanto para colocar os seus ovos, o período compreende entre o mês de Setembro e o mês de janeiro. Em cada postura de ovos são alocados entre 3 e 10 unidades, esses só devem eclodir cerca de três ou quatro meses depois.Os ovos são colocados em lugares bem profundos para ficarem bem escondidos, ainda são cobertos de areia para não deixar nenhum sinal.  Essa espécie está apta a se acasalar depois dos 3 anos de idade. A expectativa de vida do diabo espinhoso na natureza é de 20 anos.

Curiosidades e Fatos Interessante Sobre o Diabo Espinhoso

  • O dia a dia desse animal é um pouco entediante, na parte da manhã ele sai de sua toca e vai até a areia se esquentar um pouco, depois escolhe um lugar para defecar tranquilamente, depois disso pode retornar a sua toca seguindo a mesma trilha feita pela manhã. Ao longo do caminho aproveitam para ir colhendo as formigas para se alimentarem. A rotina muda um pouco no período de acasalamento nos meses de agosto e setembro, eles viajaram um pouco mais até encontrar os seus pares.
  • Nesse mesmo período esses animais possuem estratégias próprias para atrair o sexo oposto, o Diabo Espinhoso macho balançam sua cabeça e as suas pernas como se fosse uma dança da sedução para tentar conquistar a fêmea.
  • Caso a fêmea não se interesse sexualmente por aquele macho, elas caem no chão e ficam rolando para tentar afastar o animal.
  • Quando esses animais nascem, tanto o macho quanto a fêmea crescem de forma igual ao menos no primeiro ano de vida, depois disso as fêmeas disparam no crescimento e ficam na frente até completarem cinco anos de vida.

Ameaça de Extinção

Esses animais não estão na lista de ameaçados e são classificados como pouco preocupantes.

Veja também

Cachorros Passeando na Praia

O Que Acontece se Não Levar o Cachorro para Passear?

Você leva seu pet para passar diariamente? Saiba que isso é super importante para a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.