Home / Animais / Tudo Sobre o Cachorro Mastim Napolitano

Tudo Sobre o Cachorro Mastim Napolitano

De origem italiana, oriundo de Nápoles, o mastim napolitano é uma antiga raça canina, que tem um ancestral comum a raça cane corso italiano.

O mastim napolitano é conhecido por ser um cachorro muito forte, por isso, é um dos principais cães guardadores, protetores e vigilantes das casas. Além disso, é também um cão inteligente, majestoso e muito nobre.

Características

Com uma resistência e uma força incrível, o mastim napolitano consegue suportar muito bem as dores físicas.

Apesar de possuir uma cara de brincalhão, ou até mesmo bobalhão, o mastim napolitano pode ser bastante agressivo com pessoas que são desconhecidas. Com uma personalidade dominante com os seus pares, o mastim deve ser adestrado cedo pelo seu dono. E também é importante citar que se deve evitar o adestramento para ataques, pois uma vez que o mastim começa atacar, vai ser muito difícil pará-lo.

Seu pelo é considerado curto, um pouco áspero, bem colado a sua pele e também duro. A maioria dos mastins napolitanos irão apresentar as cores cinza, preto ou um pouco dos dois, como cinza-chumbo. Em poucos casos, o mastim napolitano pode apresentar pelagem com coloração castanha, ruiva ou ruivo intenso.

Podendo chegar a pesar até 70 kg e medir até 77 cm, a cabeça do mastim napolitano é considerada a maior entre os cachorros.

O mastim napolitano possui um comportamento estável, sólido e muito atento. Muito usado como guardião, ele estará sempre alerta se alguém desconhecido resolver entrar na sua casa.

Para o treino é ideal que sejam usadas as técnicas de reforço positivo, como: elogios, recompensas com petiscos e socialização precoce. Quanto mais o mastim napolitano conviver com humanos, pessoas e lugares diferentes, mais educado ele ficará.

Quando filhotes, o mastim napolitano será um cachorro muito ativo, brincalhão, mas que também irá gostar de descansar em algum canto quieto e tranquilo da casa, como sombras no quintal. Cuidado com os seus sapatos, tênis, chinelos ou brinquedos de criança espalhados pela casa, o mastim napolitano gosta muito de morder, e pode ser que os mesmos fiquem cheios de furos e mordidas.

Por ser um cachorro grande, é necessário um cuidado maior quando se trata dos exercícios físicos recomendados. Para evitar problemas de saúde, nas articulações e no crescimento, é recomendável que o mastim napolitano seja sempre acompanhado por um veterinário em cada faixa etária para que se saiba exatamente quanto de exercício e esforço físico ele aguenta.

Seu preço pode variar entre 2,500 até 4 mil reais e eles viverão cerca de 8 até anos.

História do Mastim Napolitano

O mastim napolitano existe há mais de 2000 anos. Sua história original não é muito precisa. Mas suas citações vêm desde a Roma antiga, onde nessa época, já era considerado um cão de guarda.

Alguns dizem que ele é descendente dos molossos romanos, outros dizem que ele foi levado da Índia para Roma, no caso, por Alexandre, ele mesmo, o Grande. No entanto, um fato comum entre as correntes que contam a origem dele, é que o mastim napolitano teria sido uma importante colaboração para o nascimento das raças rottweiler e São-Bernardo.

Padrão da Raça Mastim Napolitano
Padrão da Raça Mastim Napolitano

O mastim napolitano poderia ter ficado anônimo ou sem muita popularidade, e sendo conhecido apenas no interior da Itália, mas graças ao jornalista Piere Scanziana, que em 1946 viu a raça durante uma exibição de cães, o mesmo levou para o mundo o conhecimento do mastim napolitano, e em 1949, a Federation Cynologique Internationale (FCI), reconheceu a raça de forma internacionalmente.

Cuidados e Bem-Estar

Como cão de guarda, o mastim napolitano pode ser criado em quintais com cercas e muros, não por perigo do mesmo fugir, mas para que ele possa reconhecer de forma mais fácil os limites da propriedade, desta forma, protegendo e guardando de maneira mais eficiente.

Quanto as escadas, exercícios físicos e brincadeiras, é importante reconhecer os limites do mastim napolitano. Ele é grande, forte e pesado, e por isso, algumas atividades podem se tornar perigosas, cansativas e desnecessárias para ele.

O mastim napolitano também precisa ter um cuidado higiênico bucal muito bem feito, como a escovação ao menos três dias na semana e o corte das unhas ocasionalmente.

Durante o banho, tome sempre o cuidado de lavar todas as dobras do seu corpo, e após o banho, a verificação se essas partes estão devidamente secas também é de extrema importância. Sempre verifique e procure por odores ou feridas nas dobras das orelhas, em cima dos olhos, no focinho e nas patas.

Quanto a alimentação, o ideal é que seja dado diariamente cerca de 4 até 6 xícaras de ração, para que a obesidade seja evitada, já que o mastim napolitano não pratica muitas atividades físicas, então uma alimentação balanceada e sem exageros é o mais recomendável.

Curiosidades

O mastim napolitano é dos cães que costumam babar bastante, ou seja, é muito bom que você sempre ande com algum pano ou limpador por perto para poder secar a baba.

Como o mastim napolitano é muito sensível ao calor, não é recomendável que ele fique muito exposto ao sol, sendo assim, é ideal que ele sempre tenha acesso a alguma sombra e água fresca.

E, mesmo após a fase de filhote, o cuidado com os objetos espalhados pela casa deve continuar. O mastim napolitano costuma continuar sendo um mastigador muito ativo mesmo na fase adulta. Para evitar isso, o treinamento dele na fase de filhote deve ser muito eficaz.

E atenção: o mastim napolitano costuma latir muito pouco. Então, se você perceber um latido incomum, pode ser que ele tenha visto algo estranho e é bom verificar.

Por fim, evite deixar o mastim napolitano muito sozinho. Ele costuma adquirir um comportamento mais agressivo e também destrutivo quando fica muitos períodos solitários.

O mastim napolitano é ideal para famílias com crianças mais velhas, casas maiores e espaçosas, e pessoas mais tranquilas. O mastim napolitano será um ótimo companheiro, protetor e guardião na sua casa. Mas não se esqueça que ele também é desajeitado, grande e pesado, por isso, paciência e cuidado com o treinamento e os objetos de casa são essenciais.

Veja também

História da Ariranha e Origem do Animal

Os cientistas descobriram lontras gigantes do tamanho de lobos que viviam em águas pré-históricas há …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *