Home / Animais / Tudo Sobre Lobos e seu Nicho Ecológico

Tudo Sobre Lobos e seu Nicho Ecológico

Ao pensarmos em um animal majestoso e que tenha beleza sobrenatural, muitos já pensam no lobo. Nós criamos certa afeição com esse animal também devido a sua semelhança e parentesco com o cachorro, animal que no Ocidente, domesticamos. Tudo isso forma um misto de adoração e também medo desses animais.

No Brasil não temos uma grande quantidade de lobos, especialmente pois estes preferem climas mais frios, diferente do clima brasileiro. Entretanto, a espécie do lobo guará é existente aqui, mesmo que esteja considerada em grave risco de extinção devido a destruição de seu habitat natural.

São muitas as espécies espalhadas por aí, e cada uma possui suas características únicas. Os lobos são animais bem interessantes, e é sobre eles que iremos falar no post de hoje. Vamos falar tudo sobre os lobos, incluindo características físicas, habitat, nicho ecológico e também um pouco sobre algumas espécies.

Características Físicas Gerais dos Lobos

O lobo faz parte da família dos canídeos, e é o maior canídeo selvagem existente atualmente. Suas características físicas normalmente variam muito de região para região, assim como de espécie para espécie.

O peso e tamanho de um lobo varia muito, porém quanto mais alto a latitude, maior ele costuma ser. Normalmente não chegam a passar dos 40 quilogramas e medem cerca de 80 centímetros, podendo chegar até 1 metro. O lobo mais pesado já encontrado tinha 86 quilogramas, e foi na Ucrânia após a Segunda Guerra Mundial.

Esse animal sempre tem uma aparência como se passasse fome, com as costelas amostra. A fêmea pesa menos que o macho em cerca de 20%. Suas patas são compridas e bem fortes, para aguentar correrem em busca de uma presa. Normalmente correm em média 10 km/h, porém, quando necessário, são capazes de correr a mais de 65 km/h.

Sua pelugem chama a atenção, pois quanto mais frio o local, mais espessa ela fica. A coloração da pelugem também varia muito de espécie para espécie, e ela cobre seu corpo todo, servindo além de isolante térmico, mas também como camuflagem. Outro ponto importante para o lobo é em relação a suas garras e dentes, suas maiores armas contra predadores e presa.

Nicho Ecológico dos Lobos

O nicho ecológico se caracteriza pelos hábitos e rotina de um ser vivo. Os lobos são animais sociais, por isso vivem em bandos chamados de alcateia. Nela existe uma hierarquia muito séria, onde quem lidera o grupo é o macho alfa junto com a fêmea, já que os lobos são monogâmicos.

Cada um tem funções dentro da alcateia, mas todos são tratados com respeito entre si. Um cuidando do outro quando está doente e tudo mais. O tamanho desse grupo vai variando de acordo com a disposição de alimentos e pelo tamanho do território. Alguns grupos podem chegar a ter 35 integrantes.

Lobo Gará Dentro da Mata
Lobo Gará Dentro da Mata

Quanto a reprodução, ela ocorre entre os meses de janeiro e abril, e as fêmeas após escolherem o seu parceiro, ficam com ele por toda a vida. A gestação dura cerca de 60 dias e ela pode dar luz até 14 filhotes de vez. As fêmeas continuando cuidando em cavernas e tocas, enquanto que o macho protege-os.

A alimentação é toda coordenada pelo alfa. Eles conseguem ficar até quatro dias sem comer nada, por isso são tão resistentes. Se alimentam de diversos animais, como gados, veados e outros. O tamanho da presa depende da quantidade de lobos caçando e a dificuldade que a presa dará.

Principais Espécies de Lobos

O lobo cinzento é o mais comum e também o mais conhecido pelas pessoas. Ele é encontrado especialmente na América do Norte, porém também pode ser visto em menor quantidade em alguns países da Europa e da Ásia.

Os lobos cinzentos são animais noturnos e gostam de se alimentar principalmente de animais domésticos como os gados, sendo um problema para as pessoas no negócio da pecuária. Possuem um porte grande, medindo normalmente cerca de 1,60 de altura, incluindo a cauda. Sua beleza é bem evidente, o cinza de sua pelagem espessa, que serve como isolante térmico, contrasta com o brilho de seus olhos azuis.

Temos também o Lobo Ibérico, que possui esse nome em homenagem ao seu habitat natural. Eles se aglomeram na Península Ibérica, no caso principalmente Portugal e Espanha. Apesar de já terem sido bastante comuns nesses lugares, hoje esse lobo está em perigo de extinção. Há uma estimativa que atualmente, só existam mais 2.000 lobos ibéricos.

Ele é uma subespécie do lobo-cinzento, por isso carrega algumas semelhanças com esse, entretanto, são várias as diferenças. Começando pelo fato que tendem a ser menores em peso e comprimento que os cinzentos. A cor é bastante semelhante com a de sua espécie, porém, pode aparentar algumas colorações diferentes se misturando. Caso seja completamente necessário, se alimentam de cães e cadáveres, sendo então, um animal necrófago quando preciso.

Esse é mais um lobo que está em caso sério de perigo de extinção. O lobo vermelho é nativo dos Estados Unidos, surpreendentemente estando nos estados mais ao sudeste, como na Flórida, onde não é tão frio assim. Atualmente, só existem 250 exemplares desse lobo, sendo 200 mantidos em cativeiro.

Eles são bem menores que a maioria dos outros lobos existentes, medindo no máximo 1,40 metros de comprimento (contando com a cauda), além do peso ser bem menor, ficando em torno de 30 quilogramas. Isso impacta no tamanho dos animais que eles caçam, ficando com os pequeno porte como coelhos, roedores e pássaros.

O Lobo do Ártico é mais uma subespécie advinda do lobo-cinzento. Ele só é encontrado em lugares com temperaturas baixíssimas, especialmente no Arquipélago Ártico Canadense. Também é capaz de sobreviver de escuridão absoluta por 5 meses, e sobreviver sem alimento por semanas.

Por causa de sua pelagem, ficou conhecido também como lobo polar e lobo branco. Sua pelagem é bem branca, o que os ajuda a se camuflar na neve. Um fato interessante é que, quanto mais velhos, mais branco o pelo fica.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre os lobos. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou. Leia mais sobre lobos e outros assuntos da biologia aqui no site!

Veja também

Sagui-de-Bigode: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

O Sagui-de-bigode (Saguinus myxtax), conhecido também como sagui-da-boca-branca, é uma espécie de macaco do novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *