Home / Animais / Tudo Sobre Jacaré: Características, Nome Cientifico e Fotos

Tudo Sobre Jacaré: Características, Nome Cientifico e Fotos

Habitantes bastante antigos do planeta terra, os jacarés existem há milhões de anos, sobrevivendo às grandes transformações do mundo. Muito feroz e temido, inclusive pelos humanos, eles só atacam pessoas ao se sentirem ameaçados.

O jacaré é um animal muito singular, forte e curioso, por isso vale a pena conhecer um pouco mais desse incrível animal, acompanhe.

Características do Jacaré

O jacaré, ou aligátor, pertence à família Alligatoridae, da classe Crocodlya, mesma dos crorodilos. É um réptil, que vem do latim reptare que significa rastejar. Eles habitam lagos, rios e pântanos e, assim como todos os répteis, possuem escamas que cobrem seu corpo. São ótimos nadadores e também muito rápidos na terra. Um jacaré pode medir até 6,5 metros de comprimento e pesar até seiscentos quilos.

Parente muito próximo dos crocodilos, os jacarés se diferenciam deles por possuírem uma cabeça mais larga e curta, além de ter o focinho mais largo. Também os jacarés têm apenas os dentes de cima visíveis, quando a boca está fechada, enquanto que os crocodilos exibem os dentes do lado. Outra diferença é que o jacaré possui uma pele entre os dedos, o que facilita na hora de nadar.

Seu nome “jacaré” vem do termo tupi “iakaré” oi “jaeça-karé” que quer dizer “aquele que olha de lado”. Já o termo “aligátor” vem do inglês e é, possivelmente, uma forma que os ingleses acharam para traduzir o espanhol “el lagarto”.

Como o jacaré é um animal que vem evoluindo através dos tempos, hoje é um animal independente da água, podendo ficar também na terra. Isso acontece porque ele possui placas córneas que envolvem sua pele e protegem contra a desidratação. Além disso, possuem pulmões muito eficientes, que também os ajudam a ficar bastante tempo longe da água sem se desidratar.

Tipos de Jacarés no Brasil

Existem muitas espécies de jacaré em todo o mundo. No Brasil, existem 6 espécies deles, sendo o lugar onde tem o maior número de tipos de jacaré. São elas:

  • Jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris)
Jacaré do Papo Amarelo
  • Jacaré-açu (Melanosuchus niger)
Melanosuchus Niger
  • Jacaré-do-pantanal (Caiman yacare)
Caiman Yacare
  • Jacaretinga (Caiman crocodilus)
Caiman Crocodilus
  • Jacaré-coroa (Paleosuchus trigonatus)
Paleosuchus Trigonatus
  • Jacaré-anão (Paleosuchus palpebrosus)
Paleosuchus Palpebrosus

Vamos falar sobre os três principais, que são o jacaré do papo amarelo, jacaré açu e jacaré do pantanal.

Jacaré do Papo Amarelo

Essa espécie vive na mata atlântica, principalmente nos mangues, rios e lagoas. Pode ser encontrado no leste do Brasil e também no Paraguai, nordeste da Argentina, Uruguai e leste da Bolívia.

Jacaré Açu

Açu significa grande, por isso o nome, pois o jacaré açu é o maior réptil sul americano, podendo medir até 6 metros e pesar 300 quilos. Seu focinho é grande e suas narinas e olhos são ressaltados, o que lhe possibilita ficar semi submerso na água e deixa-lo mais “assustador”, além disso quando nada, faz um movimento sinuoso com a cauda.

Ele vive na Amazônia, nos rios e lagos. Devido a caça irregular em busca da carne, a espécie está ameaçada de extinção.

Jacaré do Pantanal

O nome jacaré do pantanal surgiu devido a espécie habitar o pantanal mato-grossense no Brasil, mas também é encontrado na região central da América do Sul, em diversos países como a Bolívia, Argentina e Paraguai. Ele pode medir mais de 3 metros e pesar de 150 até 300 quilos.

Sua cor mais escura ajuda os animais da espécie a absorver a luz do sol e regular sua temperatura corporal. Além disso, em dias mais frios eles ficam submersos na água.

Alimentação e Reprodução

Os jacarés são animais carnívoros e comem tudo o que veem pela frente. Atacam suas presas e as mordem pelas laterais. Inclusive, eles podem caçar tanto na água como na terra. Raramente mastigam a sua presa, apenas rasgam-na e engolem os pedaços.

A sua alimentação inclui mariscos, peixes, aves, mamíferos e répteis, como as cobras. Eles também se alimentam de insetos, caranguejos, moluscos e anfíbios. Por possuírem um órgão gorduroso dentro da barriga, os jacarés podem ficar bastante tempo sem se alimentar.

Os jacarés são animais ovíparos, ou seja, põem ovos. O acasalamento acontece no verão e, após a cópula a fêmea faz um ninho perto da água com pedaços de plantas e folhas secas e o cobre com areia. Geralmente a fêmea põe entre 25 e 30 ovos que são chocados por até 90 dias. Nesse período a mãe fica sempre perto do ninho, defendendo-o de possíveis ataques de predadores.

Os ovos são chocados com o calor do ninho e do sol. Um fato interessante dos jacarés é a forma como é determinado o sexo dos filhotes: a variação de temperatura que os ovos sofrem. Assim, se for mais quente gera filhotes machos e mais frio, filhotes fêmeas.

Próximo da época do nascimento, os filhotes já chamam a mãe dentro do ovo. Assim, a mãe desmancha o ninho e caso alguma cria tenha dificuldade para nascer a mãe o ajuda mordendo o ovo cuidadosamente. Após o nascimento, a mãe leva cada filhote até a água, pois eles já nascem sabendo nadar. Após nascerem, os filhotes ficam junto da mãe até um ano de idade, quando se tornam independentes.

Curiosidades

  • Os jacarés possuem 80 dentes afiados e, quando um dente cai ele é reposto. Esse processo acontece por toda a vida do animal.
  • Na época de reprodução os machos foram, definitivamente, um harém, enquanto a fêmea tem apenas um companheiro.
  • O jacaré pode hibernar por até quatro meses.
  • São canibais. Jacarés mais jovens correm o risco de serem atacados e comidos por jacarés mais velhos.
  • Saltam bem alto para pegar presas que estão em galhos baixos. Podem alcançar até 1,5 metros de altura.
  • Na natureza, podem viver por até 50 anos. Já em cativeiro podem viver por até 85 anos. Apesar de a fêmea proteger bravamente seu ninho, mais de 80% das crias morrem devido a ataques de predadores.
  • É um animal pré-histórico. Há registros de que o primeiro jacaré viveu a mais de 37 milhões de anos.

 

 

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *