Home / Animais / Tubarão Anequim Em Extinção? Curiosidades, Habitat e Imagens

Tubarão Anequim Em Extinção? Curiosidades, Habitat e Imagens

Até que se prove o contrário, existem duas espécies de tubarão que são chamados de tubarão anekin: a espécie isurus oxyrhynchus (também conhecido como tubarão mako) e a espécie carcharodon carcharias (o temível e muito conhecido grande tubarão branco).

Sendo assim, nosso artigo destacará as situações de predação e conservação de ambas as espécies para tratar de nosso tema com maior abrangência.

Curiosidades E Habitat Do Tubarão Anequim Isurus Oxyrhynchus

O tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, é a espécie mais rápida de tubarão. Sua velocidade foi registrada a 40 km/h, com rajadas de até 74 km/h, permitindo-lhe saltar para alturas de aproximadamente 9 metros.

Essas características fizeram do tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, um peixe de caça muito procurado em todo o mundo. Existem alguns relatos de tubarões dessa espécie saltando em um barco depois de terem sido fisgados.

O tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, habita mares temperados e tropicais offshore no mundo inteiro. É encontrado na Corrente do Golfo ou águas offshore mais quentes. (Nova Zelândia e Maine, por exemplo).

É uma espécie pelágica que pode ser encontrada a partir da superfície até profundidades de 150 m, normalmente longe da terra, embora ocasionalmente perto da costa, em torno de ilhas ou enseadas.

Um dos poucos tubarões endotérmicos conhecidos, raramente é encontrado em águas mais frias que 16° C. No Atlântico ocidental, pode ser encontrado da Argentina e do Golfo do México até o Browns Bank, saindo da Nova Escócia.

Essa Espécie De Tubarão Anequin Está Em Extinção?

Não extamente, mas encontra-se sobre ameaça de chegar a esse ponto. O tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, está atualmente classificado como ameaçado pela IUCN. A espécie é alvo de pesca esportiva e   comercial, e há uma proporção substancial de capturas acessórias na pesca com redes de deriva para outras espécies.

Apesar da proibição da pesca à deriva , continuam a praticá-la ilegalmente. Os pescadores marroquinos pescam espadarte com redes de deriva durante todo o ano. Os tubarões anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarões mako, são para eles o segundo maior objeto de pesca após o espadarte.

Tubarão Anequim Nadando Dentro da Água
Tubarão Anequim Nadando Dentro da Água

A carne de tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, é comida. Ela entra no mercado em uma forma fresca, congelada, defumada e salgada. As vitaminas são produzidas a partir da gordura do fígado, as barbatanas são usadas para fazer sopa, a pele, os dentes e mandíbulas servem como lembranças.

Em 2019, o tubarão anequim isurus oxyrhynchus, ou tubarão mako, foi reclassificado pela IUCN de ser listado como “Vulnerável” a “Em Perigo” após uma revisão de 58 espécies de elasmobrânquios.

Curiosidades E Habitat Do Tubarão Anequim Carcharodon Carcharias

O tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, foi popularizado no cinema pela tetralogia cuja primeira parte foi lançada em 1975, tetralogia que contribuiu largamente para o terror que esse tubarão inspira no imaginário coletivo.

Carcharodon Carcharias
Carcharodon Carcharias

É admissível que o comportamento ameaçador deste tubarão seja moderadamente justificado em termos de estatística. Esse imaginário coletivo é inspirado na pesquisa científica, bem antes do ciclo, que considerava o tubarão anequim carcharodon carcharias, ogrande tubarão branco, uma das espécies raras de tubarões perigosa para os humanos.

Em uma abordagem mais ecológica, porém, sua periculosidade para os humanos há anos tem sido combatida pelos cientistas, que tentam reabilitar esse tubarão na mída, desmistificando-o. Muitas pessoas ainda acreditam que é apenas uma máquina sanguinária e atribuem a ele muito mais inteligência do que é fato.

O habitat do tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, é principalmente litoral em águas temperadas, mas também foi observado em zonas epipelágicas no oceano. É um amante de águas rasas, mas um espécime foi capturado em uma longa linha de 1.280 m.

Ele gosta de se mover a cerca de 30 m de profundidade, porém, tem uma capacidade de se adaptar a temperaturas muito altas. Pode regular a temperatura de seu corpo em até 20° C acima da temperatura ambiente, o que explica sua presença em água às vezes fria.

Espécie cosmopolita, tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, é encontrado em todos os mares temperados do globo e, às vezes, até em mares tropicais, provavelmente acompanhando as migrações de baleias que chegam para dar à luz.

Está particularmente presente na Austrália, na África do Sul, na Califórnia e no Caribe. Também está presente no Oceano Pacífico, particularmente na costa havaiana, do Japão às Filipinas, da Nova Caledônia à Nova Zelândia. Foi até observado ao largo da costa do Alasca.

Existe uma suspeita, com observações documentadas raríssimas de tubarões brancos, especialmente fêmeas adultas, circulando em águas marítimas brasileiras, mas esta não é uma região comumente considerada de habitat para essa espécie. Os pesquisadores e cientistas ainda não sabem explicar definitivamente que razões podem trazer algumas dessas espécies pra tão distante de sua área comum.

O Grande Tubarão Branco Anequin Está Em Extinção?

Grande Tubarão Branco Anequin
Grande Tubarão Branco Anequin

O tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, é agora uma espécie em vias de extinção, adicionado ao Anexo II da CITES. A inclusão nesse ponto da lista baseia-se na observação de um declínio acentuado das capturas desde os anos 70 (diminuição acima de 70%) e de uma baixa rotatividade populacional.

O tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, é considerado ameaçado devido à sua raridade, maturidade sexual tardia e baixo número de descendentes. Os números exatos não são conhecidos, e as estimativas sugerem que os estoques do Atlântico Norte caíram de 59% a 89% entre 1986 e 2000. Existem disposições rígidas de proteção de espécies na África do Sul, Namíbia, Flórida e Califórnia, mas os regulamentos de proteção local são considerados menos eficazes devido às extensas migrações realizadas pelos animais.

Se o monitoramento da população real é muito difícil de avaliar, os cientistas concordam que é mais sensato considerar que seus números estão caindo rapidamente. A pesca está agora proibido em muitos países, como a Austrália, a África do Sul e Nova Zelândia. Mas esta proibição é regularmente violada porque as pessoas estão sempre com medo dele.

Devido ao seu tamanho, força e agressividade, o tubarão anequim carcharodon carcharias, o grande tubarão branco, é considerado perigoso para os seres humanos e, de acordo com vários estudos, é a espécie mais responsável por ataques a humanos, mas alguns autores supõem que outras espécies como o tubarão touro, muitas vezes confundido com o tubarão branco é, na verdade, o maior responsável pelos ataques. Em média, ocorrem de três a sete ataques não provocados por ano em todo o mundo, dos quais cerca de 20% são fatais. A maioria dos ataques ocorre ao largo da costa da Califórnia, África do Sul, Austrália do Sul e Japão.

Os pescadores pescam por sua carne, os seus dentes (vendidos como lembranças aos turistas) mas, na maioria das vezes, pelas suas barbatanas. A poluição do mar e a escassez de suas presas favoritas também têm um impacto muito negativo. Embora a situação do grande tubarão branco seja preocupante, não se deve esquecer que a maioria das outras espécies de tubarões também estão ameaçadas por seres humanos.

Veja também

Quais São os Sintomas da Doença do Carrapato?

Carrapatos, um parasita amplamente distribuído em muitos ambientes naturais e com o qual os caminhantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *