Home / Animais / Tritão-Marmoreado: Características, Nome Cientifico e Fotos

Tritão-Marmoreado: Características, Nome Cientifico e Fotos

Tritão-Marmoreado: Características

Esse tritão é da mesma família das salamandras, sendo um anfíbio caudado com algumas diferentes de sapos que não tem cauda. Suas cores são mais escuras, porém possuem algumas manchas de forma não específica por todo corpo em tons de verde, o que lhe rendeu esse belo e diferente nome.

Para saber se estamos nos referindo a uma fêmea ou macho, esses animais possuem uma risca de cor branca ou alaranjada em sua cauda, e durante as temporadas reprodutivas, possuem crista dorsal de tamanho bem menor quando nos referimos a outros da mesma espécie. As fêmeas além de não possuírem o risco em sua causa, também não tem essa crista, e no lugar dela à risca da causa dos machos é vista na cabeça, sendo o mesmo tamanho e a mesma tonalidade de cores.

Suas barrigas podem ser brancas, amarelas ou pretas com algumas manchas nesses mesmos tons, sendo um animal bem colorido, se comparado aos outros. Suas patas de trás possuem 4 dedos e as patas da frente possuem 5 dedos. Podem chegar a medir já contando com a cauda quase 20 centímetros.

Quando girinos, suas cores são bem mais claras e vão escurecendo com o passar dos anos. As marcas e manchas negras, porém, aparecem desde o início. Quando larvas, por estarem envoltas de folhas, já nascem as devorando com suas brânquias além de engolir vermes, crustáceos e o que mais estiver disponível para seu crescimento. Não existe nenhum cuidado parental por se tratar de uma espécie pouco evoluída em relação a esses quesitos. Após 8 semanas, elas estarão prontas para irem a ambientes terrestres e depois de mais algumas semanas até mesmo se acasalarem e assim continuar o ciclo.

Quando se sente ameaçado pode soltar ingredientes tóxicos para afastar os predadores, além de uma postura defensiva, erguendo o corpo e mexendo o rabo de um lado para o outro involuntariamente.

Habitat do Tritão-Marmoreado

Na Europa, ele é facilmente encontrado, principalmente dos países da península Ibérica, como Portugal, Espanha e França. Em solo português ele pode ser até mesmo considerado como os lagartos são considerados aqui de ser comum de serem vistos, além de conviverem bem com a temperatura e ambiente do país.

Em época comum, se escondem embaixo de troncos, e galhos de árvores, lamas, entre outros locais que são terrestres, porém úmidos. Quando estão em época de reprodução para vir para rios e lagos, para acasalarem e colocarem seus ovos, assim como os demais anfíbios.

É considerada uma espécie de certa forma flexível no quesito de sobrevivência, ou seja, caso ocorra algum problema, ela se adapta a diversas temperaturas e locais. Inclusive, pode ser desde o nível do mar, até mesmo quase 2 mil metros de altura.

Tritão-Marmoreado Saindo da Água
Tritão-Marmoreado Saindo da Água

Em alguns casos pode ser avistado perto de locais urbanos com lamaçais por perto. Não costuma atacar a espécie humana por considerar sua camuflagem segura e alguns casos eles podem ser adquiridos em seu local de residência como animais domésticos, porém, o planejamento de seu habitat natural é bem complicado por envolver uma dosagem ideal de calor, sombra, água, alimentação adequada, entre outros cuidados que são difíceis de serem seguidos diariamente por controle de humanos.

Porém em cativeiros de órgãos credenciados, eles são vistos frequentemente e criados sem maiores problemas. Por se tratar de uma espécie que não possui risco de ser extinta, ela pode ser vista em passeios ao ar livre por esses países europeus sem maiores problemas, já que sua presença principalmente no verão é percebida em grande quantidade e sem maiores problemas de caça e dificuldades de serem encontrados.

No inverno, eles podem ficar por até semanas parados, pois dependem de uma temperatura mais quente para ficarem ativos, já que seu corpo não armazena calor e ele necessita da luz do Sol para praticar suas atividades de caça e reprodução.

Alimentação do Tritão-Marmoreado

Tritão-Marmoreado Andando na Grama
Tritão-Marmoreado Andando na Grama

É uma espécie que gosta muito de insetos e se alimenta basicamente com isso.  Seu cardápio varia desde minhocas, até mesmo girinos de outros anfíbios e peixes menores, além de larvas, crustáceos e caracóis, sendo bem basta e ampla de acordo com as opções que são disponíveis no local em que eles vivem.

Reprodução do Tritão-Marmoreado

Geralmente, o acasalamento acontece em épocas de final até o começo de ano, de Outubro e Maio, por conta do calor, fica mais fácil para esses animais saírem de onde ficam normalmente e não sofrerem com nenhum tipo de hipotermia, entre outros problemas de temperatura, de animais que dependem da umidade e do calor do Sol tanto para sobrevivência como para temperatura corporal.

A fêmea pode depositar de 200 a 500 ovos, e esses ficam fixos em pedras ou plantas aquáticas para não serem levados e posteriormente engolidos por outros peixes, que mesmo assim, acaba acontecendo e desses 200 depositados, apenas na faixa de 100 sobrevivem.

Filhote de Tritão-Marmoreado
Filhote de Tritão-Marmoreado

O macho corteja o maior número de fêmeas possível, ou seja, um único dia ele pode fecundar de 3 a 5 fêmeas, sendo mais de mil ovos distribuídos entre as folhas. Casa ovo é depositado com muito cuidado sobre essas plantações aquáticas para que não sejam visualizados por predadores.

Curiosidades Sobre os Tritões

Esse incrível animal possui algumas informações curiosas que poucas sabem ou conhecem sobre suas espécies.  Quer saber mais? Então vamos lá!

  1. Suas larvas possuem dentes, por conta disso, já saem se alimentando de quase tudo que veem pela frente.
  2. Embora tenham o corpo parecido com o dos lagartos, eles estão em outra família, dos sapos, entre outros anfíbios e não repteis.
  3. Algo similar além das características físicas com os repteis é a capacidade de regenerar alguns órgãos como as lagartixas, exemplo: olhos, coração, intestino, e outros internos essenciais para sua sobrevivência.
  4. O tritão encontrado na América do Norte é tão venenoso que sua toxina além de afastar os predadores naturais, pode até mesmo matar as pessoas da espécie humana.
  5. Informações cientificas sobre seu filo, família e nome biológico:

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Amphibia

Ordem: Caudata

Família: Salamandridae

Subfamília: Pleurodelinae

Para saber mais sobre os tritões e outros animais dessa espécie continue acessando os guias do Mundo Ecologia!

Veja também

Tudo Sobre a Raça de Cachorro Pug: Características e Fotos

Tudo o que podemos falar sobre a raça de cachorro pug é que ela é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *