Home / Animais / Texugo Bornean Ferret-Badger: Características, Peso, Tamanho E Fotos

Texugo Bornean Ferret-Badger: Características, Peso, Tamanho E Fotos

Há várias espécies de texugos espalhadas pelo mundo. Hoje, vamos falar sobre uma que é muito peculiar, e que vive em áreas restritas de alguns poucos lugares da Malásia e de seus arredores: o texugo bornean ferret-badger, um tipo de texugo um tanto raro, porém, tão interessante quanto os demais de sua categoria.

A Família Ferret-Badger

Os chamados ferret-badger (em uma tradução livre, “furões-texugos”) são animais do gênero Melogale, tendo o texugo bornean ferret-badger como uma das espécies mais significativas. Outras que merecem destaque são o furão-texugo chinês, o furão-texugo javanês, o furão-texugo birmanês e o furão-texugo do Vietnã.

São animais relativamente pequenos, não ultrapassando os 45 cm de comprimento. Porém, esse tamanho diminuto dos representantes dessa família confere uma vantagem a eles: ficarem escondidos em tocas, seja para descansarem, para fugir de predadores ou mesmo para emboscar suas presas.

A dieta dos furões-texugos se resumem a minhocas, insetos, anfíbios e pequenas aves. Eventualmente, podem se alimentar de carniça em caso de escassez de alimentos, mas não se trata de um comportamento muito usual deles.

Em geral, não se sabe se muitos desses animais estão ou não em risco de extinção, devido à falta de informações suficientes sobre eles. Porém, acredita-se que a maior parte das espécies não corre esse risco, apesar de muitos indivíduos sofrerem com a degradação de seus habitats naturais.

E, agora sim, vamos falar especificamente a respeito do bornean ferret-badger, uma das espécies mais emblemáticas desse tipo de texugo.

Características Do Texugo Bornean Ferret-Badger

Texugo Bornean Ferret-Badger
Texugo Bornean Ferret-Badger

De nome científico Melogale everetti, e também conhecido como furão-texugo de Everett ou mesmo texugo ferretino de Kinabalu, esse animal faz parte da família Mustelidae, cujos membros incluem a lontra e a doninha. O se nome científico faz referência a Alfred Hart Everett, naturalista briitânico e colecionador e história natural.

Esse texugo possui hábitos completamente noturnos, tendo uma alimentação carnívora na maior parte do tempo, mas, podendo comer plantas e frutas quando se faz necessário. Porém, na maior parte do tempo, a base da sua dieta é composta de insetos, caracóis, minhocas, lagartos, pequenas aves e ratos, incluindo aí até mesmo carcaças desses animais.

Em termos de habitat natural, é certeza de que vive nas terras altas do Monte Kinabalu, localizado na Malásia, porém, suspeita-se que também habite nas áreas de Bornéu, a maior ilha da Ásia. Em geral, trata-se de uma espécie de texugo de pequeno porte, possuindo entre 33 e 43 cm de comprimento, e pesando pouco menos de 2 kg. Sua pelagem fica entre um marrom pálido e um mais escuro, com uma área mais clara na parte de baixo do seu corpo.

De pernas curtas, os seus pés são largos e fortes, com potentes garras de escavação que são a marca registrada do texugos em geral. Ao longo das almofadas localizadas nos pés e nos dedos, existem sulcos que permitem uma movimentação melhor ao longo dos seus habitats.

Entre todas as espécies existentes de texugos, esta aqui está entre as primitivas. Tanto é que a dentição desse animal ainda é muito semelhante à dentição de seus ancestrais. E, assim como tantos outros texugos, quando molestado de alguma forma, expele um odor bem fétido e forte de uma glândula anal.

Comportamento do Bicho

De forma geral, esse texugo (assim como todas espécies de texugo existentes) se abriga no subsolo de seus habitats naturais, vivendo em tocas que podem ser muito extensas, e que podem tanto ser cavadas por eles, quanto ser uma toca que tenha sido encontrada abandonada.

Os hábitos desses animais são noturnos na maior parte do tempo, já que é no final da tarde que saem de suas tocas com o intuito de acasalarem e se alimentarem. Interessante notar que a alimentação deles se dá em grupos, sejam formados somente por adultos, sejam por adultos e texugos mais jovens.

Texugo Bornean Ferret-Badger Em Cima da Pedra
Texugo Bornean Ferret-Badger Em Cima da Pedra

Trata-se de um animal bastante rápido e fortuito, esgueirando-se por árvores e arbustos com tremenda facilidade. A distribuição ecológica desse bicho está fortemente associada a regiões de planaltos e florestas montanhosas. Inclusive, trata-se de um animal que gosta bastante de altitudes, visto que normalmente ele é encontrado em locais que variam entre 500 e 3000 m de altitude.

E, Como Se Dá a Sua Reprodução?

O sistema reprodutivo dessa espécie ainda não está totalmente disponível justamente por falta de maiores informações a respeito desse animal, porém, o pouco que se sabe é que a época de reprodução é longa, com o acasalamento e a gravidez das fêmeas podendo acontecer a qualquer época do ano.

Interessante notar ainda que os machos, por outro lado, passam por um período de “não-reprodução” (o que acontece entre setembro e dezembro, mais ou menso), que é quando eles simplesmente cessam a produção dos seus espermatozoides.

Filhote de Texugo Bornean Ferret-Badger
Filhote de Texugo Bornean Ferret-Badger

As fêmeas dão à luz entre 1 e 5 filhotes de uma única vez após uma gestação entre 57 e 80 no máximo. Os pequenos texugos são desmamados com aproximadamente 3 meses de vida. Em geral, os nascimentos ocorrem entre maio e junho.

Já a sua expectativa de vida ainda não é sabida com exatidão, porém, muitos acreditam que pode ultrapassar os 10 anos de idade com base no tempo de vida de outros texugos pertencentes ao mesmo gênero.

Prováveis Ameaças Ao Texugo Bornean Ferret-Badger

Como dito anteriormente, não se sabem dados suficientes desse texugo e de outras espécies desse gênero para comprovar se estão ou não ameaçados de extinção devido a algum fator externo. Mesmo assim, pode-se dizer que existem populações desses animais bastante concentradas em pontos específicos de seus habitats, o que os deixa bastante vulneráveis a epidemias e a desestres naturais (além de interferências humanas, como é o caso do desmatamento, por exemplo).

Mudanças súbitas de clima podem ser especialmente prejudiciais para a espécie, visto que esse texugo está completamente adaptável ao seu atual ambiente, o que torna, por exemplo, o chamado aquecimento global, uma provável ameaça também. No entanto, a caça ]não parece ser um problema para esse animal, ao contrário de outros do mesmo gênero, visto que o seu comércio é bem limitado. No entanto, eventualmente, esse texugo é pego em armadilhas preparadas para capturar outros tipos de bichos.

Veja também

Dois Golfinhos-De-Commerson

Golfinho-De-Commerson: Características, Nome Científico e Fotos

Os golfinhos são conhecidos por serem animais amigáveis, belos e brincalhões. Neste artigo, conheça as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *