Home / Animais / Tempo De Vida E Ciclo De Vida Do Camelo Por Habitat

Tempo De Vida E Ciclo De Vida Do Camelo Por Habitat

Alguns animais vivem sob condições extremas, e, por isso mesmo, desenvolveram um organismo bastante resistente para sobreviver às provações mais difíceis possíveis. É o caso do camelo, por exemplo, que precisa viver em climas muito quentes, muitas vezes, sem verem um pingo d’água por dias.

Diante disso, como é o ciclo de vida de eles, e quanto tempo vivem em média? É o que vamos descobrir agora.

Os Camelos E a Relação Com O Seu Habitat

Tanto o camelo bactriano, quanto o dromedário, são animais que vivem em desertos, estando perfeitamente adaptado a viver nesses ambientes, especialmente o camelo. Este, por exemplo, possui nada menos do que 3 pálpebras, que servem exclusivamente para que os olhos desse animal não levem poeira ou areia.

Fora essa proteção extra que o camelo tem nos olhos, ele também consegue, por algum tempo, fechar completamente as suas narinas caso seja preciso, evitando assim inalar a areia do deserto. Isso tudo sem contar que existem outras características que ajudam o camelo a sobreviver em condições de extremo calor com certa facilidade.

Uma dessas características é ter lábios bem grossos, permitindo que ele se alimente de suas plantas preferidas, mesmo em meio a muitos espinhos (geralmente, plantas desérticas possuem espinhos como forma de proteção contra o calor, ajudando a reter água).

Além disso, suas patas são perfeitamente adaptadas pra se locomoverem na areia do deserto, já que não possuem cascos, e sim, dois dedos em cada um dos pés, com longas unhas. E, a sola de suas patas ainda é achatada e almofadada, o que permite que esses animais não se queimem na areia do deserto enquanto caminham, muitas vezes, por quilômetros e quilômetros a fio.

Por fim, podemos dizer que se tratam de verdadeiros hidrantes ambulantes, pois passam muito tempo sem beber águas, mas quando bebem, é uma verdadeira farra. Alguns camelos conseguem beber até 100 litros de água de uma única vez, pois eles sabem que naquelas condições poderão passar muito tempo sem encontra esse líquido precioso. Então, aproveitam cada gole que puderem dar como se fosse a última coisa de suas vidas.

Alimentação Do Camelo Em Pleno Deserto

Camelo Comendo
Camelo Comendo

Sendo herbívoros por natureza, os camelos, obviamente, alimentam-se de plantas, porém, como estão nos desertos, ele precisam se adaptar até mesmo nessas condições. Por exemplo, além dos grossos e resistentes lábios que os protegem dos espinhos da maioria das plantas daquele ambiente, o camelo ainda consegue percorrer distâncias muito longas, sem precisar comer uma folha sequer.

Por poder passar longos períodos sem comer, o camelo, que geralmente gosta de frutas e vegetais como um todo, pode ser contentar com cactos e ervas daninhas que encontrar pelo caminho. Quando a seca é muito intensa, esses animais contam com a sua corcova, que nada mais é do que um imenso reservatório de gordura, que o ajuda a se manter nutrido por muito tempo.

Mas, afinal, por que estocar gordura em um único local do corpo? Qual a vantagem disso? Simples: porque a gordura é uma substância capaz de reter o calor do ambiente, o que não seria uma boa coisa em lugares como desertos, não é verdade? Portanto, como a gordura ficar concentrada em um único ponto, o animal não sofre com as altas temperaturas do ambiente, e ainda tem ao seu dispor um reservatório de nutrientes sempre que precisar.

Por sinal, o reservatório de gordura nessa parte do corpo dos camelos é tão grande, que uma única corcova pode chegar a pesar cerca de 35 kg com relativa facilidade. Desse modo, esse animal consegue ficar até duas semanas sem colocar um único alimento na boca até encontrar novamente alguma planta perdida naquele ambiente.

E, Qual O Ciclo De Vida De Um Camelo Em Seu Habitat Natural?

Diante de tantas condições extremas, é realmente incrível que um camelo viva muito tempo nesse tipo de ambiente, mas é exatamente o que acontece. Em condições normais, após o nascimento, os camelos atingem sua maturidade sexual entre os 3 e os 4 anos de idade, mais ou menos. É depois desse período que acontece o acasalamento entre machos e fêmeas, e é interessante notar que eles continuam a se reproduzir até os 20 anos de idade.

A época do acasalamento entre os camelos se dá, em geral, entre dezembro e abril, com o tempo de gestação se estendendo por 12 meses, ou um pouco mais. Quando não acasalam, o cio dos camelos, por sinal, prolonga-se mais. Na maioria das vezes, inclusive, a fêmea dá a luz a um único filhote, que já nasce devidamente preparado para suportar aquele ambiente, com uma corcova, e uma pelagem bem espessa.

Filhote de Camelo
Filhote de Camelo

O mais curioso é que mesmo quando eles param de acasalar, por volta dos 20 anos de idade, os camelos ainda têm um longo período de vida pela frente. Nas condições ideias, um animal desses possui uma vida útil que vai dos 40 aos 50 anos de idade, o que é um tempo relativamente longo para se viver em um ambiente tão extremo como o deserto. Também há relatos de animais que conseguiram chegar aos 60 anos de idade.

Porém, como já vimos anteriormente, esse animal possui adaptações muito boas para sobreviver em lugares tão inóspitos, e por isso, consegue ter um ciclo de vida relativamente longo, seja para atingir a maturidade sexual um pouco mais tarde do que muitos animais de grande porte por aí, seja para viverem quase meio século de vida no total.

Mesmo Adaptado Em Seu Habitat, O Camelo Corre Risco De Extinção

Nem mesmo a sua tremenda adaptação a um ambiente tão inóspito, permitindo com que ele possa ter um ciclo de vida relativamente longo, impede de que o camelo selvagem corra risco, sim, de ser extinto. Quem confirma isso é a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

No caso do dromedário selvagem, infelizmente, este já se encontra extinto há certo tempo, pois os únicos exemplares existentes hoje são os domesticados. Portanto, se nada for feito, não vai ser as condições extremas dos desertos que irão extinguir os camelos selvagens, e sim, o próprio homem.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *