Home / Animais / Tartarugas Endêmicas: Características e Fotos

Tartarugas Endêmicas: Características e Fotos

Os animais precisam de ambientes muito específicos para sobreviver, sobretudo quando se trata de animais mais sensíveis a mudanças. Assim, é muito importante entender qual ambiente é mais favorável ao animal antes de trocá-lo para outro, já que essa alteração de habitat natural pode fazer com que o animal simplesmente não consiga resistir e venha a morrer.

As pessoas, já de forma diferente de muitas outras espécies animais, são capazes de sobreviver a diversos ambientes diferentes, sem necessariamente enfrentarem problemas de caráter de saúde por isso, já que o ser-humano é mais adaptável a condições de clima distintas, variações na quantidade e qualidade de comida ofertada e tudo mais.

Dificuldade de Adaptação dos Répteis

Porém, existem animais que não consegue suportar tão bem isso, como é o caso de muitos répteis. Os répteis, por terem de regular a temperatura interna a partir da temperatura externa, acabam por não resistir às mudanças de um ambiente natural para o outro.

Portanto, os répteis necessitam, muitas vezes, do ambiente perfeito para que possam realizar a regulação da temperatura interna, algo, se não for feito rapidamente de no ritmo correto, faz com que esses animais rapidamente comecem a ter suas enzimas derretidas e, de forma natural, o seu organismo comprometido.

Tartarugas Endêmicas Características

Sem a capacidade de realizar reações no organismo, esse tipo de animal logo vai vendo os seus principais órgãos entrarem em estado de falha, fazendo com que, aos poucos, o organismo pare de funcionar por completo.

Esse é um problema que, por mais que pareça complexo, pode acontecer de maneira muito veloz nos répteis, sendo eles grandes ou pequenos. Para evitar esse tipo de acontecimento negativo, a principal maneira de proteger qualquer animal de um problema grave assim é entender melhor o seu funcionamento, fazendo com que não haja dúvidas no momento de transportar o réptil de um lugar para outro.

Tartaruga-das-Galápagos, Uma Espécie Endêmica

O arquipélago de Galápagos é um local que possui clima bastante próprio, com a temperatura ideal e perfeita para que diversos animais possam coexistir de maneira natural. Assim, no arquipélago existem, naturalmente, espécies endêmicas aos montes, sendo a tartaruga-das-galápagos uma das mais famosas.

Porém, se você ainda não sabe o que é uma espécie endêmica, será simples explicar. Espécies endêmicas nada mais são do que aquelas que vivem em um único ambiente, já que não suportariam alterações, seja de temperatura, de umidade ou de alimentos.

Logo, as espécies endêmicas são encontradas apenas em um único local de todo o planeta Terra. É isso que acontece com a tartaruga-das-galápagos, que apenas é encontrada no Equador.

A tartaruga-das-galápagos é a maior tartaruga terrestre que existe, sendo um animal muito pesado e grande. Em alguns casos, a tartaruga-das-galápagos consegue até mesmo chegar aos 400 quilos, algo inimaginável para muitas outras espécies de tartarugas.

Em uma pesquisa realizada recentemente, a tartaruga-das-galápagos ficou entre os 10 répteis mais pesados do mundo, em uma lista que incluía animais realmente grandes. Dessa forma, a tartaruga-das-galápagos demonstra bem o que é uma espécie de tartaruga endêmica.

Tartaruga-de-Pente

A tartaruga-de-pente é uma espécie que possui algumas outras subespécies e, dentre essas, uma é endêmica de Fernando de Noronha, um verdadeiro paraíso localizado ainda em terras brasileiras.

Estando em perigo crítico de extinção, a tartaruga-de-pente se mantém forte em Noronha, onde consegue encontrar o ambiente adequado para a realização do seu ciclo natural e sexual, além de encontrar o clima necessário para que o seu desenvolvimento se dê de forma constante.

A tartaruga-de-pente é, portanto, uma espécie que não pode sobreviver a qualquer ambiente, independentemente da subespécie, já que cada subespécie se adequá melhor a um certo local do planeta Terra.

Tartaruga de Pente

A alimentação da tartaruga-de-pente não é muito complexa, já que esse animal se alimenta, preferencialmente, de lulas, camarões, anêmonas e esponjas. Assim, essa subespécie da tartaruga-de-pente consegue encontrar alimentos de maneira muito natural em qualquer parte do oceano próxima de Noronha, fazendo com que o ambiente seja um verdadeiro prato cheio para a subespécie endêmica.

Ademais, a tartaruga-de-pente é uma espécie que, em linhas gerais, vive em recifes de corais ou perto da costa, nunca se distanciando muito das praias.

Logo, o contato com as pessoas é relativamente frequente, por mais que muitas vezes esse contato acabe com a tartaruga-de-pente sendo pescada e, fatalmente, morta – em muitos casos, a tartaruga-de-pente simplesmente é capturada sem o real objetivo de pescá-la, apenas entrando na rede junto de outros peixes, mas, pela falta de oxigênio e alimentos, a tartaruga acaba por morrer.

Tartaruga-Verde

A tartaruga-verde é uma espécie também extraordinária de tartaruga, tendo uma subespécie endêmica de Fernando de Noronha. Assim, a tartaruga-verde se encontra em estado de perigo em relação ao estado de conservação, estando em alerta contra a extinção, mas ainda fora de perigos imediatos.

A tartaruga-verde, portanto, costuma ser encontrada de forma mais habitual em locais próximos à praia, em recifes de corais ou áreas com grande quantidade de algas marinhas e outras plantas.

Contudo, pela constante ameaça que as pessoas significam para a tartaruga-verde, os exemplares do animal estão cada vez mais escassos em todo o planeta Terra, inclusive estando nessa lista a subespécie endêmica de Noronha. Logo, a coleta ilegal e a pesca são fatores que acabam por prejudicar muito a tartaruga-verde.

De qualquer forma, a tartaruga-verde também é muito prejudicada pela polução do mar, além de também ser prejudicada pela poluição luminosa que centros urbanos podem representar e emitir.

Cuidados Para não Adotar uma Tartaruga Endêmica

É possível que, com a caça ilegal e a pesca fora de época, você tenha a possibilidade de comprar uma tartaruga ilegal e, possivelmente, endêmica. Obviamente você não deve adquirir um animal nessas condições, mas para identificar um animal ilegal desse tipo basta realizar um trabalho de pesquisa antes de fazer a compra.

Já quando se compra uma tartaruga caseira que realmente pode viver em um lar, também é preciso tomar atitudes e pesquisar corretamente sobre o animal, para que se possa proporcionar à tartaruga comida e água nas doses corretas, por exemplo. Ademais, é muito importante conhecer as características, presas, predadores, habitat natural e tudo mais sobre o animal que se deseja comprar.

Veja também

Meu Cachorro Está Estranhando Todo Mundo. E Agora?

Os cachorros ganharam enorme importância na vida das famílias brasileiras. Esses animais se tornaram tão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *