Home / Animais / Spitz Schipperke: Características, Fotos e Comportamento

Spitz Schipperke: Características, Fotos e Comportamento

Curiosa e inteligente, os cães da raça schipperke chegam a ser injustamente apelidados de pequeno diabo negro. Ele é destemido e dedicado, sempre em guarda para proteger sua família de riscos. Seu tamanho pequeno e sua pelagem sólida são qualidades atraentes, mas sua inteligência e curiosidade podem levá-lo a problemas. Vamos entender porque?

Spitz Schipperke: Características E Fotos

O Schipperke leal e inteligente é considerado o predecessor moderno de um antigo e pequeno pastor belga apelidado  Leauvenaar, um cão preto da Bélgica. A própria palavra Schipperke aparentemente é definida justamente como “pastorzinho”, embora esses cães sejam mais relatados na atividade de  guardiões em barcos que cruzavam os canais entre Bruxelas e Antuérpia. Ainda outros relatos incluem esses cães como úteis aos comerciantes pela qualidade de alarmar em caso de invasões de seus estabelecimentos.

Hoje, o Schipperke é um companheiro que capitaneia sua família da mesma maneira que outrora liderava os barcos do canal. Sempre alerta, ele patrulha sua casa e sua propriedade, latindo avisos quando necessário e procurando e destruindo qualquer rato, esquilo ou outro animal que ousa invadir seu espaço.

Schipperkes é uma raça de cães longevos. Que fique bem claro a qualquer pessoa que deseja adquirir um cão dessa raça que precisa estar disposto a usufruir de sua companhia por muito tempo, lhe oferecendo qualidade de vida por talvez bem mais de 15 anos.

Schipperkes masculinos são 28 a 33 centímetros de altura no ombro e pesam 06 a 08 quilos; as fêmeas são 25 a 30 centímetros e pesam 05 a 07 quilos. A pelagem do schipperke tem muito estilo, como se fosse obra de arte no mundo da moda, pois seu casaco possui uma silhueta peculiar, como uma “cordilheira” descendo dos ombros até o limite da cauda.

Tem um revestimento duplo, cuja cor é basicamente o preto, que se alterna em volumes. Ora são pêlos curtos como em partes das pernas, nas orelhas e na face, Ora compridos quase como uma juba em volta do pescoço e atrás das orelhas.

Não foi à toa que descrevemos sua pelagem como um casaco, pois além do rufo, o schipperke tem uma camada densa e comprida de pêlos em seu peitoral e na parte da frente de suas pernas que lhe dá uma aparência agasalhada. Essa camada tem até nome, jabot. E, como se não bastasse, esse cão ainda possui um sub-pêlo projetado aparentemente para mantê-lo aquecido das condições climáticas extremamente frias de seu habitat original.

Spitz Schipperke: Comportamento E Fotos

Schipperkes são lindos pequenos cães pretos com orelhas pontudas e um casaco que dá a impressão de um encosto inclinado. Eles são conhecidos por sua beleza e natureza agressiva. Trata-se de um cão ativo e trabalhador. Tanto que muitos dos schipperkes atualmente são selecionados para tarefas variadas como serviços de resgate, ou se servindo de seu faro em busca de drogas ou bombas.

Como animal doméstico, sua necessidade de agito e movimentação pode ser desafiador, Não se trata de um cão sossegado. Se não treiná-lo, discipliná-lo ou lhe arrumar alguma atividade física (tipo esportiva), o schipperkes pode lhe dar muito trabalho no quintal ou dentro de casa com um comportamento indisciplinado e talvez até agressivo.

Spitz Schipperke Correndo
Spitz Schipperke Correndo

Não é que sejam cães que precisem de grandes espaços. Na verdade são adaptáveis, capazes de viver muito bem até em pequenos apartamentos. Porém são cães enérgicos, que precisam de atividade intensa e constante. Se usar uma boa parte do seu tempo para auxiliá-los a queimar essa energia, um mínimo de 30 minutos diários, já irá ajudar a mantê-los sossegados. E os vizinhos irão ficar agradecidos!

Treinar schipperke também é um exercício de tolerância pra seu dono. Apesar de inteligentes, seu jeito enérgico e indisciplinado exige boa dose de paciência e bom humor. Mas se conseguir, saiba que terá um excelente cão de guarda, um verdadeiro protetor e zelador do bem estar de sua família.

Some a isso o fato de que são cães amorosos e carinhosos, e você terá um membro familiar que merecerá o apego de todos. Schipperke são cães muito desconfiados, no entanto. Tenha o cuidado de familiarizá-los com todos que costumam frequentar seu lar (incluindo vizinhos e outros animais domésticos). Do contrário, ele irá enlouquecer a todos com seus latidos intermináveis. Ah sim, são cães que adoram latir, seja como alarme de intrusos em seu território, seja como mero entretenimento, eles latem… muito!

O Schipperke é o proverbial “cão grande no corpo de um pequeno cão”. Ele é ativo, confiante e curioso. Uma porta fechada é simplesmente um desafio a ser superado. O Schipperke mantém suas qualidades de cachorro, incluindo as problemáticas, até os 4 ou 5 anos de idade.

Schipperkes são seletivos em oferecer sua amizade, geralmente limitando-a aos membros da família, com quem eles criam laços fortes. Quando se trata de treinamento, eles são travessos e podem ser teimosos, mas com reforço positivo aprendem rapidamente.

A História Do Spitz Zchipperke

Spitz Schipperke de Estimação
Spitz Schipperke de Estimação

O Schipperke é uma raça tradicional e de origem Belga. Por muito tempo foi considerado um “cão holandês”, mas o schipperke nunca teve nada haver com a Holanda, mas sim com a Bélgica. A raça do Schipperke parece ser descendente de uma raça antiga de cães, aos quais tem sido atribuída a origem também do Groenendael (o Sheepdog Belga).

Enquanto o sheepdog belga foi muito usado como cão de pastoreio, o Schipperke de fato sempre foi mais solicitado pra ser um cão de de vigilância ativo, independente de seu tamanho. Ambos os modelos de cães eram comumente vistos em meio as embarcações dos canais entre Bruxelas e Antuérpia.

Até 1888, o schipperke não tinha ainda um nome definido. Um ou outro o chamava de spitz. Mas nesse ano fundou-se um clube de admiradores dessa raça e, diante de suas atribuições mais comuns na época, ganhou a nomenclatura ‘Schipperke’, vernáculo apropriado que talvez signifique “pastorzinho” ou “pequeno capitão”.

A idéia de um clube para o schipperke só surgiu também depois que o cãozinho caiu nas graças da rainha Marie Henriette que o viu em uma exposição de cães em Bruxelas em 1885 e se apaixonou, adotando o seu. Desde então sua popularidade aumentou, ganhou um clube três anos depois  e foi até mesmo exportado para os Estados Unidos.

Já nos Estados Unidos, o Schipperke ganhou um clube também sete anos depois, em 1905, mas um clube oficial mesmo da raça só surgiu realmente em 1929 nos Estados Unidos e só a partir daí ganhou status e reconhecimento internacional. Prestigiado por sua inteligência, versatilidade e devoção, além de seu senso de humor malicioso,  ganhou também reconhecimento no American Kennel Club, onde ocupa o 82º lugar entre as mais de 150 raças e variações reconhecidas.

Veja também

Ouriço do Mar Roxo: Características, Nome Cientifico e Fotos

O ouriço do mar roxo é um ouriço-do-mar europeu da família toxopneustidae, e do gênero …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *