Home / Animais / Rinoceronte Branco do Norte: Foi Extinto? – Curiosidades e Fotos

Rinoceronte Branco do Norte: Foi Extinto? – Curiosidades e Fotos

Em março de 2018 morreu o último exemplar macho da espécie do rinoceronte branco do norte, no Sudão. Na época conservacionistas informaram que daquela raça só sobraram dois exemplares femininas, o que decretava a extinção oficial da espécie que sobreviveu por milhões de anos, mas não conseguiu sobreviver à humanidade, a notícia foi recebida com desânimo internacional.

Fertilização – Última Esperança

O rinoceronte masculino de 45 anos vivia sob guarda armada na Ol Tejeta Conservancy, no Quênia. No início deste mês, o animal, chamado Sudão, desenvolveu uma infecção na perna direita de trás. Ele já sofria de complicações relacionadas à idade, e a infecção piorou sua condição. Em um último esforço para arrecadar dinheiro para os cuidados do rinoceronte, os conservacionistas criaram um perfil Tinder para o Sudão.

Como ele passou da idade reprodutiva e as duas fêmeas são incapazes de produzir descendentes naturalmente, os cientistas estavam tentando criar um novo rinoceronte em um laboratório.  Células sexuais foram colhidas dos rinocerontes brancos do norte vivos, e os cientistas esperam usar fertilização in vitro para impregnar substitutos de rinocerontes brancos do sul. A tecnologia para conseguir isso pode custar mais de US $ 9 milhões, ainda está sendo aperfeiçoada e não há garantia de que funcionará.

A Agonia da Extinção

Chifre de rinoceronte são usados em medicamentos tradicionais asiáticos e para demonstrar status social.  No passado os rinocerontes brancos do norte  se espalharam pelo norte do Uganda, pelo sul do Chade, pelo sudoeste do Sudão, pela parte oriental da República Centro-Africana e pelo nordeste da República Democrática do Congo. Quando a população de rinocerontes brancos do norte começou a declinar, foi rápida como um raio.

No entanto, a instabilidade política nesses países e a crescente demanda por chifre de rinoceronte levaram a um aumento na caça ilegal.O conflito armado na África Central nos anos 1970 e no início dos anos 80 eliminou com a maioria dos rinocerontes brancos do norte, exceto por uma pequena população no Parque Nacional de Garamba, na RDC. Em 2008, uma pesquisa em Garamba concluiu que os rinocerontes brancos do norte haviam se tornado extintos na natureza. Isso deixou apenas oito rinocerontes brancos do norte em dois zoológicos em lados opostos do mundo – na República Tcheca e na Califórnia.

Esforços de Preservação

A atenção rapidamente se voltou para os rinocerontes brancos do norte que viviam no zoológico Dvůr Králové, na República Tcheca. Em dezembro de 2009, com o apoio da Fauna & Flora International (FFI), os quatro últimos indivíduos reprodutores (dois machos e duas fêmeas) foram levados do zoológico para a Olpejeta Conservancy do Quênia em uma tentativa final de salvar a subespécie da extinção. Esperava-se que um ambiente mais natural os estimulasse a procriar.

Nos últimos dias do Sudão, guardas florestais em Ol Pejeta mantiveram os três rinocerontes sob guarda armada 24 horas por dia, 7 dias por semana. Apesar do estado de conservação crítico da espécie, os animais enfrentam uma intensa ameaça de caça furtiva.

Estado de Conservação de Rinocerontes

Como os elefantes, os rinocerontes na África são caçados agressivamente por seus lucrativos chifres e pele.  Em 2013, outra subespécie de rinoceronte, o rinoceronte negro ocidental, foi declarada extinta.  O rinoceronte negro oriental, com cerca de mil exemplares, pode ser a próxima espécie de rinoceronte que enfrentara a extinção.

Este episódio constitui-se numa  lição amarga de conservação de espécies.  Embora a proteção seja cara, os custos da recuperação são ainda maiores.  Em 2014, haviam apenas sete subespécies de rinocerontes no planeta – todas em zoológicos. No verão de 2015, o número havia diminuído para quatro; alguns meses depois, havia apenas três.

Conservacionistas continuam a se concentrar em salvar esta espécie, além do rinoceronte branco do sul ou rinoceronte-branco-meridional  (Ceratotherium simum simum).  Estima-se que existam hoje cerca de 20.000 rinocerontes brancos do sul selvagens, o que os torna as espécies mais abundantes de rinoceronte .

Curiosidades

Hábitos do Rinoceronte Branco

O rinoceronte moderno está relacionado ao mamute lanoso que viveu durante a era glacial. Durante esse período, uma espécie chamada rinoceronte lanudo viveu ao lado de mamutes peludos. Acredita-se que esses rinocerontes tenham tido a maior variedade de espécies de rinocerontes que já existiram. O rinoceronte lanudo, que foi extinto 10 mil anos atrás, também era um herbívoro que pastava em líquen e grama.

Apesar de seu tamanho grande e chifres perigosos, o rinoceronte branco é um herbívoro. Os rinocerontes brancos gostam de viver em savanas abertas e pastagens. O rinoceronte branco é um dos maiores pastadores puros da terra, comendo apenas grama, especialmente grãos curtos.

Quando disponível, um rinoceronte bebe duas vezes ao dia, mas pode ir até cinco dias sem água durante a seca. O rinoceronte branco deve comer até 120 quilos de grama por dia . Isso geralmente significa quase non-stop comendo para suportar seu tamanho grande. Porque o rinoceronte não tem predadores naturais, ele tende a comer devagar sem medo.

Curiosidades

Descrição

O rinoceronte branco do norte (Ceratotherium simum cottoni) já foi abundante em toda a África Central, mas taxas surpreendentes de caça ilegal por seu chifre já levaram à sua (quase certa) extinção na natureza.  O rinoceronte branco é o terceiro maior animal africano (depois do elefante e do hipopótamo) e pesa entre 1.700 e 2.400 kg .

Os rinocerontes brancos não são realmente brancos, mas cinzentos. A confusão resulta de uma má interpretação da palavra holandesa “wijde” (que significa amplo, não branco), usada para descrever a boca do rinoceronte.  A boca larga é uma adaptação que os ajuda a pastar na grama, ao contrário da boca pontiaguda do rinoceronte negro, que é adaptada para folhear folhas e galhos.

Curiosidades

Ciclo de Vida

Os rinocerontes podem ter uma vida muito longa e um longo período de gestação. Uma rinoceronte grávida carrega seu filho por 16 meses ou cerca de 450 dias. Este é o segundo período de gestação mais longo de todos os animais após o elefante. Uma fêmea atingirá a maturidade sexual aos 7 anos, enquanto os machos atingirão a maturidade aos 11 anos. Durante o namoro, um macho gritará quando se aproximar de uma fêmea em seu território e bloqueara seu caminho enquanto estiver gritando.

Veja também

Tartaruga De Aquário

Tartaruga De Aquário: Como Cuidar, O Que Dar Para Comer E Fotos

A gama de animais de estimação é muito grande pra escolher, e entre alguns dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *