Home / Animais / Reprodução do Monstro-de-Gila: Filhotes e Período de Gestação

Reprodução do Monstro-de-Gila: Filhotes e Período de Gestação

Você já ouviu falar no monstro-de-gila? O nome assusta, não é verdade? Pois saiba que que o monstro-de-gila é um animal que pode ser encontrado em áreas desérticas da América do Norte e Central. Mas será que esse animal realmente possui a aparência de um monstro e é também muito aterrorizante? Para tirar essas dúvidas e  conhecer um pouco mais sobre esse bicho é só continuar acompanhando nosso artigo. Vamos lá?

Esse curioso animal possui o nome científico de Heloderma suspectum e é considerado um lagarto venenoso. Além dele, podemos citar também o dragão de komodo e o lagarto das contas que também possuem essa mesma característica. Tendo como habitat natural as regiões secas e áridas como os desertos, o monstro-de-gila costuma se abrigar em rochas e algumas plantas. É comum que eles se abriguem em cavidades bem escondidas.

Seus movimentos são lentos, mas possuem a habilidade de subir em árvores para procurar um dos seus alimentos favoritos: ovos de pássaros. Utilizam a língua para procurar e identificar suas presas e realizam um ataque muito rápido fincando seus dentes e aplicando o seu veneno mortal.

São animais que possuem hábitos diurnos e realizam uma espécie de hibernação que vai do mês de novembro até o mês de fevereiro. Caso sejam incomodados, o monstro-de-gila não hesita em atacar de forma muito rápida com uma mordida e a liberação do seu poderoso veneno. Ao atacar os seres humanos costuma causar muita dor, mas o seu veneno não é mortal para os homens.

Reprodução do Monstro-de-Gila

Por ser um animal ovíparo, o monstro nasce por meio de ovos que são colocados pelas fêmeas. Durante os meses de junho e agosto, os animais realizam a reprodução que resulta em mais de dez ovos por ninhada.

O acasalamento pode demorar até uma hora e acontece depois da fêmea sinalizar com sua cauda a intenção da cópula. O macho encosta e inicia o processo de reprodução. Uma curiosidade interessante sobre o processo de reprodução do monstro-de-gila é que ele está associado com a nutrição da fêmea.

Monstro de Gila Características

Assim, quando elas estão com uma quantidade energética baixas elas não costumam indicar para os machos a intenção de iniciar o acasalamento. O processo de reprodução acontece, em geral, uma vez ao ano e podem ser gerados até quinze ovos que são colocados após três semanas que a cópula aconteceu.

Depois de aproximadamente quatro semanas, os ovos são chocados e os pequenos monstrinhos nascem medindo dez centímetros.

Hábitos do Monstro-de-Gila

A base da sua alimentação é formada de ovos, pequenos animais como roedores, mamíferos e até mesmo outras espécies de lagartos. São animais gulosos e podem se alimentar de metade do seu peso em apenas uma refeição. Inacreditável, não é verdade?

Esse hábito proporciona que o réptil fique sem comer por longos períodos e consiga sobreviver apenas com as reservas acumuladas.

São encontrados na natureza vivendo em grupos e organizados socialmente, existindo um macho e uma fêmea dominante em cada bando. Não costumam brigar por território com os membros da mesma espécie e não possuem o perfil da caça, já que esperam as presas sem aproximarem para efetuar o ataque.

O monstro-de-gila pode chegar a medir mais de cinquenta centímetros. Eles possuem uma cabeça grande e algumas escamas nas cores: prata, rosa e amarela. Uma de suas características mais marcantes é a sua língua que possui uma bifurcação e funciona como uma forma de localização e identificação, assim como fazem as cobras.

Um dos animais que mais temem os ataques do monstro-de-gila são as tarântulas. A língua do réptil faz um movimento de entrar e sair da boca para capturar a presença de presas por meio dos odores que elas exalam.

Outras Informações Sobre o Monstro-de-Gila

Separamos algumas curiosidades sobre o monstro-de-gila. Vamos conferir?

  • O monstro-de-gila encontra-se na lista de animais ameaçados de extinção. A espécie é constantemente ameaçada pela destruição de seu habitat natural e pela caça ilegal para comercialização.
  • Diferente das cobras, os monstros não injetam o veneno. Eles apenas mordem as suas vítimas e a toxina fica na pele das presas. Para que a corrente sanguínea da presa seja envenenada, o animal mastiga e faz assim o veneno circular no corpo.
  • O veneno do monstro-de-gila é fatal para algumas espécies de animais. Ele pode causar paralisação dos pulmões afetando também o sistema nervoso das presas. A dor é insuportável e boa parte das espécies atacadas pelo monstro-de-gila acabam não resistindo. Eles preferem atacar animais frágeis e bem pequenos.
  • Há muitos anos não existem relatos de mortes de seres humanos por mordida de monstro-de-gila. Entretanto, existem estudos que estão iniciando a descoberta de um antídoto contra o veneno desse animal. Em caso de ataque do réptil, o recomendado é mergulhá-lo na água para que ele solte efetivamente da mordida.
  • São encontrados com frequência nos Estados Unidos e no México, especialmente nos desertos que existem nesses dois países.
  • O monstro-de-gila costuma armazenar gordura em sua cauda. São répteis que podem viver por até vinte anos.
  • Preferem a reprodução durante a estação do verão e atingem a maturidade sexual por volta dos cinco anos de idade.

E você? Já tinha ouvido falar em um animal que é chamado de monstro? Utilize nosso espaço de comentários para deixar uma sugestão, dúvida ou curiosidade sobre o nosso artigo. Não esqueça de visitar o Mundo Ecologia todos os dias para aproveitar novos conteúdos sobre animais, planta e natureza.  Esperamos sempre a sua visita, ok?

Veja também

Pato-de-Crista: Características, Nome Cientifico, Habitat e Fotos

A criação de patos é muito comum no Brasil, já que não exige grande trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *