Home / Animais / Reprodução da Jaguatirica: filhote e tempo de gestação

Reprodução da Jaguatirica: filhote e tempo de gestação

No post de hoje iremos falar um pouco sobre a jaguatirica, suas características gerais e sobre sua reprodução, contando sobre o tempo de gestação e os filhotes. Continue lendo para aprender mais.

Características Gerais da Jaguatirica

A jaguatirica é um animal não tão popular no Brasil, mas que é muito importante. Seu nome científico é Leopardus pardalis, e ele faz parte do grupo dos felinos. É um animal de porte médio, que vive nos mais variados ambientes. Pode-se encontrar desde florestas tropicais mais úmidas até as secas savanas. Vivem em grutas ou árvores, sempre lugares que lhe dão uma maior segurança contra seus inimigos. Mas, durante o dai, também vão para áreas abertas para conseguir caçar.

O felino mede entre 79 e 100 centímetros de comprimento, sendo os machos levemente maiores que as fêmeas. Pesam em torno de 7 a 16 quilogramas, e sua cauda é inferior a outros felinos, medindo em torno de 25 a 40 centímetros. Juntando a cauda com o corpo, podem chegar a medir 140 centímetros no total. Sua pelagem é curta, mas abundante em todo o corpo, de coloração bem macia e brilhante amarelada nas partes superiores, mas cheia de manchas pretas que variam em forma e tamanho. Podem ser tanto mais arredondadas, quanto em formato alongado, e estão mais concentradas nas laterais do pescoço. A barriga tem uma coloração mais clara.

É um animal de hábito noturno e crepuscular, ou seja, está em ativa do entardecer até o amanhecer. Sua caça ocorre no chão, e só costuma subir nas árvores ou ir para as grutas na hora de descansar. Seu corpo permite que ele tenha uma ótima habilidade para saltar, nadar e se pendurar pelos lugares. Assim como a maioria dos felinos, ele é um animal solitário, e muito raramente visto em grupos. Também por ser bem territorialista, marcando sempre seu lugar com fezes e urina.

Sua alimentação é baseada na carnívora, ou seja, se alimenta de carnes de outros animais. Prefere principalmente pequenos mamíferos, como alguns roedores, aves, serpentes e lagartos. Quando são maiores, podem se arriscar comendo alguns veados e porcos do mato. Para conseguir pegar suas presas, possui uma dentição bem completa e afiada, própria para ajudar a digeri-los. Ele é o terceiro maior felino da América do Sul, da onde é nativo, e perde para o puma e para a onça pintada. Muitas vezes é confundida com a onça pintada, dada a grande semelhança entre eles, apesar de ser um tamanho inferior.

São capazes de nadar perfeitamente bem para conseguir caçar alguns peixes. Podem brigar entre si, principalmente machos lutando pelas fêmeas. Os momentos em que são vistos em pares ou até alguns grupos pequenos é na época do acasalamento apenas. Para isso, possuem as patas dianteiras com cinco dedos todos com garras, e nas patas traseiras, quatro dedos com garras. Suas unhas são muito afiadas, para que consigam desde atacar e se defender, até para conseguir subir nas árvores.

Jaguatirica em Extinção

Infelizmente, a jaguatirica entrou há um bom tempo, mais especificamente no final da década de 1980, na lista da UICN (União Internacional para Conservação da Natureza) em algumas categorias. Depende do local em que está, mas em alguns está como “pouco preocupante”, outros em “vulnerável” e em alguns habitats está “criticamente em perigo”.

Sua população foi diminuindo de acordo com pesquisas nas últimas décadas, e por isso, foram criados diversos programas que tentam preservar e retomar normalmente essa espécie para sua conservação. Essa diminuição ocorreu por alguns motivos diferentes, o primeiro é devido a destruição de seu habitat. Com o nosso constante uso e exploração de recursos naturais, além do avanço da agropecuária que destrói diversas áreas de florestas.

Outro motivo de seu desaparecimento, é em relação ao comércio ilegal do tráfico de animais. É completamente ilegal tirar esses animais de seu habitat natural, mas ocorre. E principalmente pelo grande interesse comercial em suas peles para fazer casacos, tapetes e outros diversos utensílios para nós. Devido essa perda de habitat, às vezes fica muito próxima da população humana, que acaba perseguindo e matando-as por medo.

Curiosidades Sobre a Jaguatirica

Veja a seguir algumas curiosidades sobre a jaguatirica:

  • A jaguatirica é considerada um animal exótico de estimação, por isso existe ainda um tráfico de animais forte em diversos lugares, incluindo o próprio Brasil.
  • A expectativa de vida dela na natureza é de 10 anos, mas quando criada em cativeiro, pode chegar aos 20 anos de idade.
  • Em alguns lugares do Brasil esse felino é conhecido como maracujá-açu ou gato do mato.
  • É um animal que fez e faz parte da mitologia dos povos pré-colombianos, os Incas e os Astecas são alguns deles que endeusavam o animal.
  • Salvador Dali possuía uma jaguatirica como animal de estimação, e deu o nome a ela de Babou.
  • Por ser um felino, já imaginamos que ela seja muito violenta. Mas a jaguatirica na verdade tem um comportamento dócil, só atacando em situações em que se sinta ameaçada ou esteja com muita fome.

Reprodução da Jaguatirica: Filhote e Tempo de Gestação

A reprodução da jaguatirica não é como a maioria dos outros animais que ocorre todos os anos, ela só ocorre normalmente de dois em dois. Após a fêmea, que alcança sua maturidade sexual logo quando está com 18 meses (um ano e meio), e o macho quando está com 30 meses (aproximadamente dois anos e meio), eles formam um par para acasalar. O período de acasalamento ocorre no outono, o que varia de habitat para habitat em que estão.

O cio das fêmeas dura por mais ou menos uma semana, que é o momento do acasalamento. Depois que engravidam, as fêmeas tem uma geração que dura em torno de 70 a 85 dias. Para parir seus filhotes, procura algum lugar que seja protegido como um oco de árvore ou alguma moita bem fechada. Normalmente só nasce um único filhote, mas em casos mais raros podem chegar em no máximo quatro de uma vez. Após o nascimento, seus filhotes ficam completamente sob os cuidados das fêmeas, que cuidam sozinhas dos filhotes. Elas os amamentam por até 9 meses de vida, e os ensinam a caçar e viver sozinhos até que possam viver suas próprias vidas sem ajuda.

Esperamos que o post tenha te ajudado a compreender e aprender melhor sobre a reprodução da jaguatirica e todas as suas fases e tempo de gestação. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre jaguatiricas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Furão do Ártico: Curiosidades, Peso, Tamanho e Fotos

O Furão-do-ártico, ou Doninha-do-ártico (a melhor definição), é a Mustella nivalis nivalis, um carnívoro de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *