Home / Animais / Ratel Brasileiro: Características, Nome Científico e Fotos

Ratel Brasileiro: Características, Nome Científico e Fotos

Olha eu tô com um cara aqui que eu gostaria que você conhece mas confesso que não sei se ele ta afim de se apresentar, mas vamos lá meu (a) amante da natureza, se aproxime bem devagarzinho e bora conhecer este animal.

Características do Ratel Brasileiro

Você já sabe quem é, aqui no Brasil ele é chamado de Gambá e este apelido de Ratel Brasileiro é pelo fato de se parecer bastante com este animal no que se refere a cor e o porte físico. Lembrando que o Ratel é um bicho extremamente feroz sendo temido até pelo leão.

O Gambá possui o mesmo tamanho de um gato chegando a pesar até 4 kg e podendo alcançar 50 cm de comprimento sendo que sua cauda pode ter este mesmo tamanho, seu focinho é longo, o pescoço é grosso e os seus membros, curtinhos. Este é o nosso amiguinho!

Seu corpo é tomado por uma coloração preta e branca com uma pelugem somente na base sendo que o resto é coberto por escamas pequenas, algumas pessoas os confundem com ratos.

São animais acrobatas andando melhor por sobre as árvores do que propriamente no chão, eles podem ser encontrados em todo continente Americano, da Argentina até o Canadá, porém, é mais fácil vê-los no Brasil; Venezuela; Paraguai e Guianas.

O Gambá é um carinha meio misto, gosta de habitar campos, florestas e outras áreas com bastante vegetação, mas também centro urbanos onde infelizmente acabam sendo mortos por nós seres humanos que o comemos ou então o confundimos com ratos como já mencionei.

Características do Ratel Brasileiro

Este animalzinho é um cara da noite, ele sai por aí a comer frutos silvestres, ovos e filhotes de aves e pode parecer estranho, mas também é meio vampiresco pois se alimenta do sangue de galinhas. Ele definitivamente é um animal de paladar onívoro. Será que ele é um Drácula Gambá?

Nome Científico do Ratel Brasileiro

Olha digamos que Didelphis não é lá um nome atraente, eu prefiro Gambá mesmo!

Didelphis em Seu Habitat

Um Cheirinho de Arder o Nariz

Você já deve ter visto nos desenhos animados o Gambá soltando a sua bomba de fedor, mas saiba que na verdade o odor que ele dispara não se trata de fumaça e sim de liquido e este é tão fedorento que o seu predador ao ser atingido, fica desnorteado. É parece que encontramos alguém pior do que aquele (a) seu (a) amigo (a) lançador de bufas terríveis!

Finja-se de Morto

O Gambá além do seu liquido fedorento tem outro modo de defesa: ficar paradinho como se estivesse morto! Ele faz isso para aqueles predadores chatos que parecem bolhas e que não saem do seu pé. Vou tentar este truque para ver se algumas pessoas saem da minha cola!

Um Gambá Solitário

Este é mais um daqueles animais que prefere andar sozinho a ser importunado por más companhias, todavia, no período de reprodução ele pode ser visto com outros da sua espécie.

Período de Gestação

Os filhotinhos deste bichinho nascem com 12 a 13 dias e ainda na forma de embrião, eles se desenvolvem na bolsa da mãe chamada de Marsúpio e este processo demora aproximadamente 70 dias. É impressionante o papel de uma mãe no desenvolvimento de um filho não é mesmo!

Lembrando que o Gambá é parente do Canguru, o hábito de colocar os filhinhos na bolsa contida em sua barriga nos remete a figura do Canguru.

Cada ninhada pode conter 16 Gambázinhos e a vida sexual deste bichinho se inicia com apenas 10 meses de idade.

Uma Vida Curta

O Gambá vive em torno de 3 a 5 anos sendo que este período pode ser encurtado pelas ações de nos seres humanos que destruímos o seu habitat ou o matamos por ignorância. Nós de fato somos os piores inimigos da natureza e seus seres, que pena!

De Quem o Gambá Tem Medo?

Nosso amiguinho tem muito medo do Gato do Mato, Corujas, Mamíferos carnívoros e serpentes, portanto, ao vê-los ele vai logo dando no pé!

Um Gambá, Três Espécies

No Brasil e Paraguai existe o chamado Gambá de Orelha Preta nome dado devido a esta característica evidente.

Este existe aos montes aqui no nosso país, o chamado Gambá Brasileiro.

Por fim temos o Gambá do Mato que existe mais nos EUA e na Europa.

Um Animal de Muitos Nomes

Vá ao Mato Grosso e lá o Gambá será chamado de Micurê; se for a Amazônia verá que por lá eles o chamam de Mucura; na Bahia o nome é Saruê e no Ceará e Pernambuco, Timbú. Como o nosso país é vasto em vocabulário!

Eles Não São Nossos Inimigos

Na verdade, nenhum animal é! Mas os gambás em especial não o são devido ao fato de que diferente do que nós imaginamos, não propagam doenças como dizem as más línguas leigas por aí e saiba ainda que se este animal estiver por perto você não terá problemas nenhum com carrapatos pois ele pode comer centenas deles.

Gambá Eles Não São Nossos Inimigos

Deixe-os Passar

Essa é mais uma recomendação do que uma curiosidade! Ao ver um Gambá por favor não o machuque, ele nem se quer sabe o que está fazendo em sua casa, ele quer apenas transitar por ali e chegar ao seu real destino, portanto, ao vê-los não os maltrate. Pense: se por engano entrasse numa propriedade privada, gostaria que alguém lhe ferisse? Lembre-se do ditado: Não faça com os outros o que não gostaria que fizessem a você!

O Inverno Vem Vindo

As atividades de nosso amiguinho Gambá se reduz quando chega as épocas mais frias, período em que ele acumula gordura para suportar esta mudança climática.

Hora de Dormir

Enquanto dormimos em colchões bem fofos o Gambá prefere uma caminha feita de palha e saiba que diferente do que imaginamos ele não é um animal sujo pois a cada refeição limpa seu focinho e ainda sempre mantém o seu leito limpo.

Não sei se você é como eu, a cada vez que estudo sobre os animais fico mais surpreendido de como essas criaturas são tão parecidas conosco, fico imaginando o que nos diriam se pudessem se comunicar com a gente! Bom, espero que tenha gostado e que fique atento a outros conteúdos que irei apresenta-lo, Tchauzinho!

 

Veja também

Macaco-Aranha-de-Cara-Preta: Características, Habitat e Fotos

O macaco-aranha-de-cara-preta é também conhecido como coatá preto. Recebe esse nome em função dos seus membros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *