Home / Animais / Rã Vermelha: Características e Fotos

Rã Vermelha: Características e Fotos

É muito comum que encontremos espécies de anfíbios durante algum momento de nossas vidas aqui no Brasil. Isso se dá principalmente pelo fato que nosso país é muito úmido e cheio de rios, lagos, lagoas e brejos. Lugar ideal para a vida desses animais. Um desses, é a rã, muito parecida com seus familiares, sapos e pererecas.

Entretanto, no Brasil, somente existe uma espécie de rã, que é a rã verdadeira. As outras, que popularmente acham ser rãs, na verdade são sapos, porém muito semelhantes. Mesmo só tendo uma espécie de rã por aqui, existem atualmente mais de 5.500 espécies de rãs pelo mundo.

Algumas possuem características comuns, parecidas umas com as outras. Porém, existem algumas espécies únicas, que possuem características completamente diferentes do usual, chamativas e até mesmo bonitas ao olhar de alguns. Essas espécies tendem a ser as mais perigosas. Uma delas, é a rã vermelha. É sobre ela que iremos falar no post de hoje, mostrando suas características, comportamentos e muito mais, tudo isso com fotos!

As Rãs

Da mesma família que os sapos e pererecas, as rãs estão espalhadas por basicamente todos os continentes, devido a sua fácil capacidade de adaptação. O Brasil é um dos países em que há mais espécies espalhadas. Por nosso país ser um país bem úmido em sua maior extensão, se torna o lugar ideal para essas rãs se estabelecerem.

A estrutura da rã é quase sempre a mesma: são pequenas, normalmente menores que sapos, e possuem nas suas patas da frente quatro dedos, enquanto que as patas traseiras possuem cinco dedos. Em suas patas traseiras e na pélvis elas possuem certas artimanhas que os ajudam a pular e nadar de forma mais eficiente e rápida.

Sua pele, diferente da maioria dos sapos, é lisa e bem fina, e não é muito flexível. Precisam viver perto de algum lugar com água doce, como lagos, brejos e outros. Se alimentam de animais pequenos, do seu tamanho ou menores, como artrópodes e insetos. Sua língua é similar as dos sapos, bem pegajosa e flexível, que ajuda na captura do alimento.

Apesar das lendas criadas, a grande maioria das rãs não possuem produção de veneno. Apenas algumas tem essa capacidade, as outras, para se defender, utilizam de seus saltos altos e rápidos para fugir, ou às vezes fingem-se de mortas. Após a reprodução, algumas espécies passam pela fase de girino, já outras não passam por ela, estando em ovos. Esses que nascem de ovos já nascem com características da rã adulta, mas tendem a não crescer muito.

Características da Rã Vermelha

A rã vermelha, também chamada de rã flecha vermelha, é da espécie Dendrobates pumilio. Ela é parente da rã flecha azul, e ambas são estruturalmente parecidas. Porém, é possível encontrar dessa mesma espécie de rã flecha em outras cores.

Ela possui um comportamento tímido na maioria das vezes, mas completamente agressivo e corajoso quando é preciso fugir ou se defender de um inimigo. Algumas pessoas, costumam criar a rã vermelha em cativeiro, por simples hobby. Entretanto, é algo considerado perigoso, pois são extremamente perigosas. Um manuseio incorreto, e você pode ter consequências graves.

A vermelha e azul possuem um nível de toxidade gigantesco, e isso é alarmado para seus predadores pelas suas cores. Nas rãs e sapos, quanto mais colorida e chamativa for a cor de seu corpo, mais perigoso ele é. Esse veneno pode se intoxicar pelo toque ou por cortes, e vai direto na corrente sanguínea.

Habitat, Nicho Ecológico e Status da Rã Vermelha

O habitat de um animal ou planta é o local em que ele existe, seu endereço de uma forma simplista. As rãs possuem em comum essa necessidade de estarem próximas da água. A vermelha, não é encontrada no Brasil, porém está na América. Mais especificamente no Guatemala e no Panamá (América Central).

Elas gostam de lugares com florestas tropicais, onde há bastante chuva o ano todo. Para que assim, possam ter lugares para se esconder e reproduzir o ano todo. Se adaptaram completamente bem com a presença de humanos por perto, mas em relação a outras rãs, são extremamente territoriais, e costumam ser bastante agressivas com quem invade.

Gostam de se esconder em cascas de coco e em algumas plantações de cacau ou banana. Por isso, a grande proximidade com os seres humanos. Enquanto isso, o nicho ecológico de um ser vivo é o conjunto de hábitos que ele possui. Nas rãs vermelhas, podemos ver de primeira que são animais diurnos, que já se mostra ser diferente de muitas espécies de rãs que são noturnas.

Rã Vermelha Em Cima de Uma Folha
Rã Vermelha Em Cima de Uma Folha

Sua principal fonte de alimento é o cupim, mas também se alimentam de formigas, aranhas e alguns outros insetos. Uma das maiores teorias quanto à toxina de seu veneno é que ela veio após muito tempo comendo formigas venenosas. Sua reprodução não é sempre na mesma época, depende de quando há mais umidade. Quanto mais chuva, melhor.

Para iniciar o acasalamento, o macho vocaliza (o coaxar), e o interessante, é que esse som pode ser ouvido em todas as direções e é extremamente alta. É nesse momento, que ele infla muito, e fica parecendo uma bexiga. O macho e a fêmea então vão para algum lugar com água, onde ela coloca os ovos.

Mais ou menos, são seis ovos por vez. E ela os protege e vigia constantemente, mantendo-os seguros e úmidos. As larvas então eclodem, e a fêmeas as carrega no dorso até o interior das bromélias. Cada ovo vai em uma bromélia, e após 3 semanas, as rãs então aparecem e já são completamente independentes, indo embora floresta a dentro. O tempo de vida de uma rã na natureza normalmente não passa dos 10 anos.

Ovos de Rã Vermelha
Ovos de Rã Vermelha
Ela não está em ameaça de extinção, porém, com a destruição contínua de seu habitat, isso pode chegar a acontecer em um futuro mais próximo do que imaginamos.

Esperamos que o post tenha ajudado a entender e aprender melhor sobre a rã vermelha. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los.  Você pode ler mais sobre rãs e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Alimentação do Tubarão: O Que Eles Comem?

Os hábitos alimentares dos tubarões são muito diferentes se você levar em conta o número …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *