Home / Animais / Qual o Significado do Bode ?

Qual o Significado do Bode ?

Mamífero ruminante, o bode é o equivalente feminino da cabra. Ambos possuem chifres e barbichas (embora esta última estrutura possa estar ausente em algumas cabras). Possuem uma história de domesticação que remonta a 10.000 anos atrás, motivada sobretudo pela necessidade de consumo da sua carne, couro e leite. O couro era bastante apreciado na Idade Média e utilizado para confecção de bolsas de água e vinho para viagens, bem como para confecção de papiros para a escrita.

Muitos animais também possuem um significado metafórico ou ainda podem ser utilizados em religiões, seitas, cultos ou culturas para evocar um determinado arquétipo ou característica. Com o bode não é diferente, uma vez que a imagem do animal é frequentemente utilizado em doutrinas pagãs. Também é possível perceber a imagem do bode, ou melhor do sátiro (criatura metade homem, metade bode) referida na mitologia grega.

Mas afinal, qual o significado do bode ?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Características Físicas dos Bodes

Conheça as Opções de Alimentação dos Caprinos
Conheça as Opções de Alimentação dos Caprinos

Os bodes equivalem aos indivíduos adultos do sexo masculino. As fêmeas adultas recebem o nome de cabra, ao passo que os filhotes até os 7 meses de idade (machos e fêmeas) são chamados de cabritos.

Um bode doméstico possui peso médio compreendido entre os valores de 45 a 55 quilos. Possuem um pelo liso, com extensão de média a curta. Tal pelo é bastante diferente do pelo das ovelhas e carneiros (machos adultos), os quais apresentam lã volumosa e ondulada.

A alimentação dos caprinos é composta basicamente por arbustos, moitas e ervas daninhas. Bodes selvagens podem ser encontrados em bandos contendo de 5 a 20 indivíduos. Possuem uma grande coordenação e capacidade de equilibrarem-se em terrenos incrivelmente íngremes, alguns indivíduos são capazes, até mesmo, de escalarem árvores.

Qual o Significado do Bode ?

O bode é utilizado em rito de muitas doutrinas ao redor do mundo. De acordo com o simbolismo pagão, está relacionado à libido, fecundidade e força de vontade. Também possui correlação ao Deus Dionísio (ou Baco), considerado o deus do vinho na mitologia grega.

Para o cristianismo, a simbologia do bode remete ao diabo (ou a um de seus anjos caídos, no caso, Azazel). Esta simbologia contrasta com a simbologia de cordeiro (filhote de ovelha) atribuída à Jesus Cristo. Contraditoriamente, a figura de Jesus também pode ser associada ao bode, mas, neste caso, “bode expiatório”.

Neste sentido, existe a figura de Baphomet, criatura que possui corpo de homem e cabeça de bode, considerado um demônio para os cristãos. Esta figura também pode estar associada à maçonaria (com o simbolismo de segredo e silêncio), assim como a algumas doutrinas que se intitulam satânicas (nas quais, este personagem está representado no interior de um pentagrama com as 3 pontas para baixo)

Voltando à mitologia grega, é importante considerar a figura dos sátiros, os quais são considerados quase que como pequenas divindades da natureza. Estes são quase sempre figuras masculinas, apresentando pernas e caudas de bode. Apesar de a sua metade superior ser ‘humana’, também apresentam chifres e orelhas de bode. Frequentemente apresentam lábios grossos e longas barbas. Mesmo sendo considerados divinos ou quase divinos, estes seres não eram tidos como imortais. Ainda de acordo com a mitologia, habitavam bosques e campos e se relacionavam com as ninfas.

De acordo com as tradições gregas, o pai das tribos de sátiros era chamado de Sileno. Este era grande consumidor de vinho e encontrava-se quase sempre bêbado- ocasiões nas quais era amparado pelos demais sátiros. Dentre as histórias e mitos, envolvendo este sátiro, uma delas é muito significativa e envolve o rei Midas. Diz a lenda, que Sileno é encontrado bêbado pelos servos do rei e levado até o mesmo para receber cuidados. Após o sátiro estar sóbrio e recuperado, Midas o leva até Dionísio. O deus do vinho fica tão comovido que oferece ao rei a realização de um desejo, e este escolhe o toque de ouro.

Além de Sileno, outro sátiro importante da mitologia grega é Marsias, o qual era excelente tocador de flautas e outros instrumentos, chegando até mesmo a desafiar o deus Apolo (deus do Sol) em um concurso musical. Nesse concurso, Apolo sai vitorioso. Como punição, Marsias foi pregado em uma árvore, e sangue que dele escorreu teria dado origem ao rio Marsias.

Ainda em termos de mitologia grega, a associação do deus Dionísio com a figura do bode ocorre porque há outro conto que relata que o gigante mitológico Tifão teria atacado o Monte Olimpo e, durante a sua fuga para o Egito, Dionísio transformou-se em bode.

Curiosamente, o bode também está presente nas mitologias nórdica, chinesa, egícia e hindu. Afinal, o animal é símbolo de Thor, e é a montaria utilizada pelo deus hindu Agni (considerado deus do fogo). Na China, seu simbolismo reside na concepção astrológica, estando relacionado à timidez, introversão, perfeccionismo e criatividade. No Egito, o deus Pã era representado pela figura de um bode, possuindo grande simbolismo de nobreza.

Expressões Populares que Utilizam a Palavra Bode

Saiba Mais Sobre a Expressão Bode Expiatório
Saiba Mais Sobre a Expressão Bode Expiatório

Neste contexto, a expressão popular “bode expiatório” seria a mais popular. Esta expressão pode ser associada ao papel bíblico de Jesus ou a uma popular tradição histórica antiga. Nesta tradição, 2 bodes eram levados, juntamente com um touro para sacrífico em um templo de Jerusalém. Dentre esses bodes, apenas um era sorteado para ser sacrificado juntamente com o boi (no caso, queimado). O bode restante recebia o título de “bode expiatório”, no qual o sacerdote impunha suas mãos sobre a cabeça do animal e confessava os seus pecados a todo o povo de Israel. Este bode, posteriormente era largado na natureza para levar consigo os ‘pecados de todo mundo’.

As outras expressões populares envolvendo bode não possuem uma explicação tão elaborada e milenar assim. Tais expressões são utilizadas com maior ou menor frequência de acordo com a região do Brasil. A expressão “amarrar o bode” pode apresentar dois significados. No primeiro, diz-se eu a pessoa está mais séria, irritada ou com a cara ‘amarrada’. No segundo significado, o artigo “o” pode ser substituído por “um” (no caso, “amarrar um bode”), e representa que a pessoa ficou mal e debilitada após o uso de entorpecentes.

A expressão “bodear” significa que alguém desistiu de fazer algo por desânimo ou falta de interesse.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre a simbologia do bode em diferentes culturas, assim como expressões populares que utilizam o mesmo; que tal continuar por aqui conosco para visitar também outros artigos do site ?

Sinta-se à vontade e até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Brittanica Escola. Bode e cabra. Disponível em: < https://escola.britannica.com.br/artigo/bode-e-cabra/481382>;

Dicionário de símbolos. Bode. Disponível em: < https://www.dicionariodesimbolos.com.br/bode/>;

GALAHAD, L. C. Mitologia Grega Br. Sátiros, metade homem, metade bode. Disponível em: < https://mitologiagrega.net.br/satiros-metade-homem-metade-bode/>;

Michaelis. Bode. Disponível em: < https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/bode>;

Wikipédia. Bode expiatório. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Bode_expiat%C3%B3rio>;

Veja também

Joaninha na Natureza

Alimentação da Joaninha: O que Elas Comem ?

As joaninhas são insetos belíssimos e que chamam a atenção por onde passam. A tradicional …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *