Home / Animais / Qual é o Ecossistema do Tuco Tuco das Dunas?

Qual é o Ecossistema do Tuco Tuco das Dunas?

O Tuco, também chamado de Tuco-Tuco, é um pequeno rato que vive na América do Sul. Eles é como o gopher norte-americano (uma ordem de roedores, representados por esquilos, marmotas e outros semelhantes). Os analistas colocam-nos na variedade Ctenomys.

O Ctenomys talarum é um rato sul-americano descoberto de forma distinta no leste da Argentina. São chamados de tuco-tucos.

Três subespécies são morfologicamente comparáveis e são reconhecidas de forma única pelo local particular que em que cada uma está habituada:

  • C. t. occidentalis ao longo da periferia oriental da área de La Pampa;
  • C. t. recessus ao longo da costa sul; e
  • C. t. talarum ao longo da margem oriental da região de Buenos Aires.

Ambiente Natural

Os tuco-tucos vivem através da grande maioria das suas vidas em túneis subterrâneos, que podem ser encontrados em pastagens com paisagem plana.

Os túneis têm uma estrutura de ventilação, medem de 6 a 8 cm de distância, têm menos de 25 m de comprimento e têm, de qualquer forma, 30 cm de dentro e de fora. A vegetação em que eles estão inseridos geralmente é um pouco mais densa do que a maioria dos roedores estão acostumados a viver e cavar seus buracos.

Tuco Tuco em seu Habitat

Estes roedores são moderadamente pequenos. Eles são animais com caudas longas e têm cabeças expansivas. Os seus apêndices frontais também têm longos ganchos para se enterrar debaixo do solo.

Os especialistas catalogaram 38 espécies únicas, e cada uma marginalmente não é a mesma coisa que as seguintes. A sua pele é geralmente de cor escura — na maioria delas, marrom. Eles possuem entre 25 e 40 centímetros. Seu peso não alcança meio quilo.

Algumas Espécies de Tuco-Tuco

Estes pequenos roedores sul-americanos têm várias características que lhes permitem resistir. Familiarize-se com as características das espécies:

Estes animais têm uma pele chocantemente livre e adaptável. Isto permite-lhes passar por espaços apertados e explorar facilmente os seus túneis.

Quando enterram os seus túneis, estes roedores utilizam realmente os seus longos dentes frontais para arranhar o solo ou a areia. Eles empurram a terra para tirá-la do caminho e abrir um buraco. Logo após isso, fazem com que as as suas pernas traseiras joguem para fora toda a terra acumulada.

 

Uma grande variedade de pequenas criaturas bem evoluídas, cobras, répteis e sapos, todos se abrigam em seus túneis.

Embora cada espécie seja extraordinária, todas elas vivem fundamentalmente no subsolo. Como eles estão, basicamente, sempre abaixo do solo, é pouco provável que você encontre algum desses animais de forma fácil. Caso queira se deparar com algum, deverá ter muita paciência — ou muita sorte.

Disseminação do Tuco

A totalidade das várias espécies vive na América do Sul. Cada hectare tem o seu próprio alcance e dispersão. Alguns vivem em imensos locais, enquanto outros vivem apenas num pequeno território.

Você pode descobri-las fundamentalmente nas áreas da América do Sul. Estes roedores vivem no Peru, Brasil, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Chile e Argentina.

Esta criatura bem desenvolvida passa a maior parte do seu tempo no subsolo. Desta forma, você não deve se surpreender que ela também se alimente no subsolo!

Estes animais comem uma grande variedade de vegetação. Eles fazem túneis debaixo da terra, procurando por raízes, tubérculos e outras partes de plantas subterrâneas. No ponto em que emerge do seu túnel, ele sobe a relva em proximidade da passagem.

Tuco-Tuco: Como Eles se Relacionam com os Humanos?

As pessoas não se comunicam legitimamente com estes roedores com frequência. Estes animais prejudicam as colheitas de vez em quando, e os seus túneis representam um risco de tropeço para os animais domesticados. Alternativamente, as pessoas obliteram seu habitat para que diversos empreendimentos agrícolas sejam realizados.

Os efeitos da ação humana sobre os tuco-tucos são imprecisos. Por um lado, existem diversos ambientalistas mostrando danos que levariam esses animais a extinção. Por outro lado, nenhum esutdo específico já foi feito para mostrar qual é a situação desses roedores na natureza.

Tuco Tuco

Eles Podem ser Animais de Estimação?

Não, estas criaturas não dão grandes animais de estimação. Eles investem a maior parte da sua energia no subsolo, para que não os vejam a maior parte do tempo!

Tuco-Tuco: Cuidados

Estas pequenas criaturas de sangue quente não são o fascínio mais conhecido nos zoológicos. Nesta linha, é difícil para você descobrir exemplos zoológicos, e difícil de dizer o que sua consideração envolve. Como eles vivem no subsolo, os zoológicos devem dar-lhes um substrato para que façam túneis ou passagens falsificadas para investigar.

Os zoólogos provavelmente lhes dariam um sortimento de vegetais para comer, assim como gramíneas e forragem bruta. Um veterinário prescreveria quaisquer melhorias extras.

Cuidados com Tuco Tuco

Cada espécie tem uma conduta extraordinária, mas todas elas vivem em túneis subterrâneos. Geralmente, numerosos túneis estão próximos uns dos outros. Seja como for, isto não é tipicamente por razões sociais, mas porque o ambiente natural utilizável é difícil de descobrir.

Algumas variedades de animais vivem vidas solitárias, e apenas oferecem os seus túneis com a sua posteridade. Diferentes espécies vivem em pequenos povoados com poucos membros.

Propagação do Tuco

Tal como a conduta social, a reprodução de propensões também muda de espécie para espécie. Sua época de reprodução, e a quantidade de ninhadas que produzem em um ano, muda de acordo com a espécie.

A maioria das fêmeas cria uma ninhada de três ou quatro filhotes. O período de incubação dura cerca de um quarto de ano. Não é necessário mais do que um mês para a mãe desmamar os filhotes, e quando eles têm dois meses de idade os filhotes são completamente autônomos. Chegam ao desenvolvimento sexual quando têm cerca de nove meses de idade.

Por mais que eles pareçam fofos — muitos o comparam com os hamsters, pequenos roedores domésticos — não se engane: Eles podem ser agressivos, caso se sintam coagidos. Será bem difícil você encontrar um cara a cara (dentre os principais motivos, o fator de que ele quase sempre está no solo é o principal). Mas, se encontrar e se sentir encurralado, você pode sentir seus dentes ou garras em sua pele, caso tenha esse azar!

O que achou sobre esta espécie de roedor? Comente logo abaixo!

Veja também

Cachorro Terra Nova

Tudo Sobre a Raça Terra Nova: Características e Fotos

Hoje vamos conhecer mais uma raça de cachorro bem bacana e incrível, é a raça …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.