Home / Animais / Qual é a Função dos Pés Ambulacrários? O Que São?

Qual é a Função dos Pés Ambulacrários? O Que São?

Os seres vivos podem ser muito diferentes entre si, com detalhes únicos que os tornam especiais. Assim, há aqueles que vivem na terra firme e aqueles que habitam os oceanos, por exemplo. Ou, como pode ser em casos mais raros, há os que fazem as duas coisas. De toda forma, entender a função desses seres na natureza é essencial para compreender o correto funcionamento do ciclo natural. Os equinodermos, por exemplo, são animais aquáticos que são pouco conhecidos pelas pessoas.

Enquanto os peixes ganham muito mais fama, os equinodermos trabalham de forma incessante no fundo os oceanos. O exemplo mais famoso de equinodermo é a estrela-do-mar, mas se engana quem pensa que essa é a única representante do filo. Na realidade, esse filo é enorme e possui uma grande variedade de seres.

Quase todos possuem os chamados pés ambulacrários, que servem para facilitar o processo de movimentação dos equinodermos. Todavia, como há equinodermos que não se movem, nem todos têm os pés ambulacrários. Se você deseja saber mais sobre o modo de vida desses animais marinhos, entendendo também o seu modo de movimentação, veja abaixo algumas informações cruciais a respeito deles.

Função dos Pés Ambulacrários

O pés ambulacrários estão ligados à movimentação dos animais equinodermos. Esse filo é bastante grande e possui seres que não podem se movimentar, então nem todos possuem os pés ambulacrários. Todavia, há uma enorme variedade de animais que os têm, facilitando o processo de movimentação por todo o oceano. Na realidade, anatomicamente os pés ambulacrários são pequenos tubos com ventosas.

Esses tubos podem dar o impulso necessário para que o animal seja capaz de se mover na água, sobretudo para escapar de predadores, que existem aos montes no ambiente. Os pés ambulacrários fazem parte do sistema ambulacrário, que está presente por todo o corpo dos equinodermos e possui água em seu interior. Ao fazer com que a água vá para os pés ambulacrários, a depender do nível de pressão desa água ali contida, o animal pode se movimentar mais ou menos rápido.

Em resumo, a locomoção é definida pela pressão da água pelo corpo do equinodermo. Mas tudo depende muito de como esse ser vivo filtra a água no começo do sistema ambulacrário, por onde a água entra. Por fim, vale dizer que o pés ambulacrários ainda funcionam para o transporte de nutrientes por todo o corpo dos equinodermos.

Pés Ambulacrários e Outras Funções

Os pés ambulacrários têm a função principal de ajudar no processo de locomoção. Todavia, não é só para isso que serve essa parte do corpo, que pode ter detalhes diferentes de acordo com o equinodermo em questão. Além de ajudar na movimentação, os pés ambulacrários ainda contribuem para que os nutrientes possam rodar por todo o corpo dos equinodermos, sobretudo aqueles maiores.

Ademais, os pés ambulacrários ainda pode ajudar a fazer com que os animais se fixem a rochas. Como se sabe, nem todos os equinodermos vivem livres pelo mar; alguns vivem em rochas, sempre presos. Logo, os pés ambulacrários ajudam a fazer com que esse animal possa se agarrar à rocha ou outra estrutura sólida ali presente.

A alimentação também é favorecida pela força dos pés ambulacrários, já que servem para agarrar as presas e levar comida até a região da boca. Assim, como se pode ver, os pés ambulacrários são parte central do modo de vida de um equinodermo, ainda que nem todos tenham a estrutura ou possam usá-la da mesma maneira. Na realidade, como será possível ver adiante, os equinodermos possuem outros detalhes bastante interessantes em seu modo de vida.

Mais informações Sobre os Equinodermos

Os equinodermos possuem um filo apenas para chamar de seu, sem outros animais por lá. Dessa maneira, há uma série de questões semelhantes entre os seres vivos do filo. Todavia, como os animais jamais são iguais uns aos outros, é claro que os equinodermos também têm as suas diferenças. Porém, focando mais nas características semelhantes, é possível dizer que esses animais são exclusivamente marinhos, apenas sendo capazes de manter a vida quando no mar.

Isso porque o oceano oferece muitos nutrientes aos equinodermos, algo que rios ou lagos não podem fazer nessa escala. Ademais, os equinodermos possuem espinhos pelo corpo, como uma maneira de se protegerem de possíveis ameaças. Esses espinhos podem ser cobertos por substâncias tóxicas, o popular veneno. Ademais, além da função de proteção, os espinhos ainda ajudam na locomoção.

Equinodermos

Vale ressaltar que os equinodermos possuem uma reprodução sexuada, que consiste no macho lançar os gametas na água para que a fêmea seja estimulada e, assim, também jogue os seus óvulos na água. Uma vez que esses dois se encontram, tem-se a produção de um novo ser, algo que demora mais alguns dias para acontecer por completo. Por fim, vale dizer que os equinodermos possuem esqueletos muito fortes e resistentes.

Alimentação dos Equinodermos

A alimentação é um fator bastante interessante e até curioso em relação ao modo de vida dos equinodermos. Como vivem na água, não é simples buscar por comida. Ademais, o sistema de digestão dos equinodermos é simples, incapaz de realizar grandes ou complexas reações. Portanto, o que acontece é que os equinodermos simplesmente comem restos de alimentos na maioria dos casos.

Ingerir comida já em fase mais adiantada de decomposição pode facilitar o processo de digestão do animal desse filo, além de os equinodermos não serem fortes o bastante para buscar por animais vivos. Mas, por vezes, mexilhões e ostras podem ser presas vivas para os equinodermos. Tudo depende, também de quais animais são levados em consideração, pois no filo até existem alguns com uma capacidade de ataque um pouco maior.

Para a alimentação, todas as partes do corpo podem ajudar e até mesmo os pés ambulacrários têm o seu espaço. A partir deles, os animais do filo podem levar a comida até a boca de forma mais fácil. Ademais, os pés ambulacrários podem ajudar na fixação, algo que em alguns momentos ajuda a caçar. Por fim, vale deixar claro que os equinodermos, embora pouco conhecidos para muitos, podem ser animais fantásticos e interessantes sob diversos pontos de vista.

Veja também

Hábitat do Marreco: Onde Eles Vivem ?

Marreco na verdade é nome popular para uma espécie de pato de pequenas dimensões, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *