Home / Animais / Qual a Importância do Bicho da Seda Para a Natureza e Economia?

Qual a Importância do Bicho da Seda Para a Natureza e Economia?

Você já ouviu falar no bicho da seda? Você sabia que esse animal muito curioso pode produzir o fio de alguns tecidos e ser muito importante para a economia? Acompanhe nosso artigo e descubra mais sobre esse inseto. Vamos lá?

Características do Bicho da Seda

Acredita-se que o bicho da seda tenha origem chinesa e seja usado para a produção de tecidos há aproximadamente 5 mil anos. Esse animal é como chamamos o estágio de larva de uma mariposa e pode ser utilizado tanto de forma natural ou nos laboratórios para a produção da seda.

Estima-se que exista mais de quatrocentas espécies de bicho da seda. Acredita-se que a maior parte delas capaz seja capaz de gerar quinhentos ovos em cada processo de reprodução. Após a eclosão dos ovos, aparecem as lagartas que são responsáveis pela produção. O ciclo de vida do animal ainda inclui um período dentro de um casulo e, por fim, a transformação em mariposa.

Depois que elas saem dos ovos (o que pode demorar quase vinte dias), o bicho da seda come de forma intensa e chega a pesar mais de cinquenta vezes o seu peso inicial. Mas essa não é a única mudança radical do animal, já que ele troca de pele pelo menos quatro vezes durante esse desenvolvimento.

Os bichos da seda se alimentam de folhas das mais diversas árvores. A qualidade da seda que produzem está diretamente ligada a determinadas folhas que eles comem. As folhas da amoreira são especialmente interessantes para uma seda de boa qualidade.

Importância Econômica do Bicho da Seda

O bicho da seda produz a seda logo após a troca de uma das peles. Eles realizam essa confecção para construir o seu casulo, onde permanecem até se transformar em uma mariposa crescida. O fio produzido chega a medir mais de 1000 metros e é liberado pela boca do bicho da seda.

Em aproximadamente três dias é possível que o animal fabrique o fio da seda até acabar o líquido glandular que promove a possibilidade dessa atividade. Quando são utilizados de forma comercial, os ovos do bicho-da-seda são coletados já fecundados e levados para locais especiais que propiciam condições para que o inseto nasça perfeito.

Com a eclosão dos ovos e o nascimento das larvas elas são levadas para  outro local onde são alimentadas e incentivadas a iniciar a produção do fio. Por fim, os casulos são levados para estufas e a maior parte das larvas morrem. Já os fios são retirados do casulo e aproveitados para a indústria de produção de tecidos.

Durante esse processo algumas larvas precisam ser conservadas para crescerem e se tornarem mariposa, dando continuidade ao processo e ao equilíbrio ecológico.

Produção do Fio da Seda e Natureza

Você acredita que para produzir apenas um quilo de seda é necessário mais de seis mil casulos do bicho da seda? Eles são mergulhados em água para que desenrolem com mais facilidade. É preciso muita habilidade neste trabalho, pois é necessário localizar a ponta do fio e ir desenrolando aos poucos.

Posteriormente, os fios passam por processos químicos com a finalidade de deixá-los no ponto correto de serem levados para os processos de tecelagem. Todo esse processo de produção do fio pode ser considerado um procedimento sustentável, pois não agride a natureza de forma intensa. Além disso, é um negócio que pode ser muito lucrativo e pode gerar empregos em todos os momentos da produção.

Produção do Fio da Seda
Produção do Fio da Seda

O cultivo de bicho da seda para produção do fio é chamada de sericultura. Em algumas regiões é possível enfrentar dificuldades no desenvolvimento da atividade devido à presença de pragas que destroem os casulos do animal.

Outras Informações Sobre o Bicho da Seda

Separamos algumas informações sobre o bicho da seda e esse fascinante processo de produção do fio da seda por esses animais. Vamos conferir?

  • O bicho da seda pertence à família dos Bombycidae. O nome científico da sua espécie é Bombyx mori.
  • Você sabia que o Brasil é o 3º país que mais produz seda e o produto final dos cultivos é exportado para diversos países? Também são produtores o Japão, a China e a Índia.
  • O ovo do bicho da seca é achatado e amarelado. Já os casulos podem se apresentar em diversas cores. Esse detalhe diferencia as espécies de bicho da seda. Podem ser encontrados casulos verde, branco, amarelo. Quanto ao formato eles podem ser ovalados ou mais arredondados.
  • Quando a larva encontra-se dentro do casulo, ela demora aproximadamente dez dias para se transformar em uma mariposa adulta. Para ganhar a “liberdade” a mariposa destrói uma das partes do casulo para abrir passagem. Logo após, ela já pode realizam o processo de reprodução e dar início novamente ao ciclo que inicia com a postura dos ovos.
  • Logo após colocar os ovos a fêmea acaba morrendo, o que também acontece com os indivíduos machos da espécie.

E você tem alguma dúvida sobre o processo de produção do fio da seda? Já sabia que ele era produzido por um inseto? Muito interessante, não é mesmo? Aproveite e nos deixe um comentário contando o que achou do nosso artigo.

Ah, não se esqueça de compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais. Seja sempre muito bem-vindo (a) aqui no Mundo Ecologia e aproveite para conhecer um pouco mais sobre as características e novidades sobre diversos animais e planta. Ficaremos muito felizes em te encontrar por aqui novamente, ok?

Veja também

Quanto Tempo Após o Nascimento Pode Dar Banho no Cachorro?

Ter um filhote canino em casa é sinal de bagunça, brincadeira e correria. Por conta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *