Home / Animais / Qual a Espécie de Carrapato Mais Perigosa ao Ser Humano?

Qual a Espécie de Carrapato Mais Perigosa ao Ser Humano?

Um pequeno inseto de oito patas da mesma família da aranha. Apesar da maioria das espécies ser inofensiva, o carrapato mais perigoso para o ser humano transmite doenças sérias.

Ele suga o sangue para completar seu ciclo de vida, mordendo qualquer parte do corpo. Entretanto, o inseto é frequentemente atraído para áreas úmidas, como a virilha ou axilas.

Quer conhecer mais à respeito desses serzinhos incômodos? Então, não abandone a leitura. Conheça qual é o carrapato mais perigoso e como se livrar dele.

O Ciclo De Vida Do Carrapato

Os carrapatos não costumam permanecer nos seres vivos durante todo o seu ciclo de vida. São frequentes suas idas ao solo para poder colocar os ovos. Quando estes eclodem, é que surgem as larvinhas do inseto. Elas acabam subindo nas gramas e arbustos, procurando novos hospedeiros.

Três Carrapatos
Três Carrapatos

Dessa forma é que se pode afirmar que controlar carrapatos envolve como o ambiente em que vivem também é controlado. Isso pode ser feito através de acaricidas, que são produtos específicos usados no ambiente. Pode-se também fazer a poda das vegetações, bem como retirar o lixo do local.

O Carrapato Mais Perigoso Do Mundo

Estudos internacionais fizeram a identificação do carrapato mais perigoso do mundo para humanos. Após a utilização de metodologias precisas – com 91% de precisão, os pesquisadores identificaram 14 espécies de Ixodes. Eles têm alta probabilidade (80%) de transmitir infecções de hospedeiros de animais para humanos, com base em suas características.

Eles descobriram vários pontos intrínsecos que preveem que o carrapato Ixode tem mais probabilidade de transmitir uma infecção. Entre tais pontos estão:

  • Carrapatos com mais ovos;
  • Carrapatos com fêmeas maiores;
  • Carrapatos que se alimentam de um número maior de hospedeiros.

A natureza da pele mais macia dos humanos e de outros mamíferos, faz com que o carrapato mais perigoso de todos os tempos acabe se beneficiando. Ele sente que tem uma fonte mais segura, conferida por uma penetração mais profunda das peças bucais.

Com essa “maciez”, o tempo de alimentação é aumentado, o que amplia a probabilidade de transmissão bem-sucedida de patógenos. Assim, mesmo algumas espécies sendo consideradas “inofensivas”, podem se tornar transmissores.

Como Os Humanos Acabam Pegando Carrapato

Quando se trata do carrapato mais perigoso do mundo ou de qualquer espécie, é importante ressaltar algo: todos possuem um tipo de um “hospedeiro” favorito. Entretanto, em sua ausência, o inseto não possui nenhum problema para se alimentar de sangue animal e humano.

Grande parte dos carrapatos acaba se fixando no corpo. São mais comumente encontrados nas zonas rurais, tal como fazendas e sítios. Também podem ser vistos nas áreas que tenham mata fechada, principalmente, quando há presença de animais grandes, por exemplo, bovinos e cavalos.

O “carrapato rural” fica nas plantas esperando uma espécie de estímulo. Ao perceber que a temperatura corporal – de um animal ou humano – está elevada, age muito rápido, fixando-se à pele. Assim, ele se alimenta do sangue. Caso não seja descoberto, depois de um tempo sai sozinho.

Humano Com Carrapato
Humano Com Carrapato

Quando o carrapato sai, deixa uma pequena marca bem localizada, causando coceira e vermelhidão. Sua “picada”, em geral, não é sentida, pois possuem um mecanismo que pode “anestesiar” o local. Sua presença pode ser notada apenas quando o inseto “vai embora”.

As Doenças Perigosas Transmitidas Pelos Carrapatos

Nem todas as picadas de carrapato causam doenças, sendo que, a maioria é inofensiva. Entretanto, os males causados por esse inseto podem ser bastante perigosos.

Entre as enfermidades que o carrapato mais perigoso causa estão:

Doença de Lyme

Doença de Lyme
Doença de Lyme

A espécie Ixodes ricinus é um dos principais vetores da Doença de Lyme. O parasita pode alcançar o comprimento de 10 mm quando está alimentado. Como é desprovido de olhos, seu sistema sensorial principal é o tato das patinhas dianteiras.

Os sintomas da Doença de Lyme podem incluir:

  • Enxaqueca;
  • Febre;
  • Dores nas articulações e músculos;
  • Erupção cutânea onde houve a picada que pode parecer um alvo, à medida que for aumentando.

Após a enfermidade ser diagnosticada por meio de exames específicos, o tratamento se dá através de antibióticos.

Febre Maculosa

Sendo uma zoonose, a febre maculosa é transmitida pelo Amblyoma cajennense, ou o carrapato estrela. Diversos animais silvestres e domésticos são hospedeiros da doença. Contudo, poucos carrapatos se infectam e fazem a transmissão.

Nos seres humanos a doença ocasiona febre alta, algumas manchas espalhadas pela pele, além da debilitação progressiva. Esses sintomas surgem entre 2 até 14 dias depois da picada do carrapato mais perigoso que está infectado.

Para que a doença não se prolifere, é preciso controlar os carrapatos por meio dos carrapaticidas ambientais. É possível também usar de medicamentos tópicos.

Quando Consultar Um Médico

Uma picada do carrapato geralmente é inofensiva, mas saber quando consultar um médico pode prevenir uma doença um tanto mais grave. Algumas são até potencialmente fatais.

Procure assistência médica se não conseguir remover todo o inseto. Quanto maior o tempo em que o carrapato mais perigoso permanecer na pele, maior o risco de desenvolver uma enfermidade.

O tratamento deve ser feito se surgirem sintomas semelhantes a gripe ou erupções cutâneas. A rapidez na medicação aumenta muito a chance de uma recuperação completa.

Um médico também deve avaliar qualquer protuberância que se desenvolva no local da picada. Embora algo pequeno possa ser normal, uma erupção maior, especialmente com um padrão distinto, pode ser um sinal de doença.

A Remoção dos Carrapatos

Remoção do Carrapato
Remoção do Carrapato

É importante remover os carrapatos da pele o mais rápido possível. Para isso, siga os passos:

  1. Use uma pinça com ponta fina.
  2. Segure o carrapato bem próximo da superfície da pele.
  3. Enquanto aplica pressão uniforme, afaste-o da pele.
  4. Evite “quebrar” o carrapato.
  5. Após a remoção do carrapato, tenha a certeza de que tirou com sucesso a parte bucal. Se a parte da boca permanecer na pele, tome medidas para removê-la.
  6. Lave o local com sabão e água após a remoção.

Prevenção Contra O Carrapato Mais Perigoso

As seguintes medidas podem ajudar a reduzir as chances de ser picado por carrapatos:

  • Vestir camisas e calças de mangas compridas, e usar meias quando estiver ao ar livre em áreas arborizadas;
  • Aplicar repelente de insetos;
  • Usar sapatos fechados ao ar livre;
  • Amarrar cabelos compridos em áreas arborizadas ou gramadas;
  • Verificar se possui carrapatos na pele depois de permanecer ao ar livre;
  • Tomar banho o mais rápido possível depois de permanecer ao ar livre, caso um carrapato esteja preso à pele;
  • Considerar usar roupas de cor clara ao caminhar ou caçar, pois facilita a identificação de carrapatos.

Agora que você já conhece um pouco mais do carrapato mais perigoso do mundo, pode tomar os devidos cuidados. Esse inseto não brinca e pode causar grandes problemas!

Veja também

Jumento Pêga: Características, Nome Cientifico e Fotos

O Brasil possui muitos itens que pertencem exclusivamente ao país, tais como flores e outros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *