Home / Animais / Qual a Diferença Entre Iguana e Camaleão?

Qual a Diferença Entre Iguana e Camaleão?

Qual a diferença de um Camaleão e uma Iguana? Essa dúvida é mais comum do que parece. Por incrível que pareça os dois não são da mesma espécie, e entre eles só existem dois pontos em comum: ambos são ovíparos e repteis. Além de também gostarem de hábitos diurnos.

Dessa forma, os dois juntos não é uma boa ideia, até porque o Camaleão é um animal territorialista que gosta de viver sozinho, e não aceita nem companheiros da própria espécie, imagina de outra.

Se você gosta de animais exóticos, essa é uma ótima opção. Porém, é necessário estudar bem sobre eles, para criá-los da melhor forma possível.

Características do Camaleão

O Camaleão é conhecido pelo seu dom de mudar de cor de acordo com a paisagem e local. Tudo isso ocorre para se livrar de predadores e caçar suas presas.

Outro fato interessante, é que este animal é capaz de movimentar os olhos, permitindo uma visão de 360º ao redor do corpo, e também se enrolar em sua cauda para conseguir subir em árvores.

Seu tamanho normalmente é de 60 cm, podendo chegar até 1 m de comprimento. Ele tem uma crista da nuca até a calda, suas patas são fortes e seus dentes são muito afiados, sua língua possui 1 metro de comprimento.

Sua refeição é composta de folhas, frutas, gafanhotos, louva-a-deus, borboletas e outros insetos. E, em alguns casos, até uma ave de pequeno porte.

O Camaleão possui um gênio forte, ele é um réptil agressivo, porém, muito lento. Ele possui uma língua muito pegajosa, sendo assim, ele tem facilidade para conseguir pegar suas presas com muita agilidade.

Existem cerca de 80 espécies de Camaleão, e origina-se da família dos lagartos. A maior parte dos Camaleões encontram-se distribuídos na África, Sul da Europa e da Ásia.

O nome Camaleão é de origem grega, significa: “leão da terra” Chamai (na terra, no chão) e leon (leão).

Suas espécies do gênero Chamaeleonidae são:

  • Chamaeleo calyptratus
  • Chamaeleo jacksonii
  • Furcifer pardalis
  • Rieppeleon brevicaudatus
  • Rhampholeon spectrum
  • Rhampholeon temporalis

Assim como serpentes e lagartos, o camaleão faz trocas de pele, pois ele possui queratina na mesma, tornando-o uma pele mais resistente. Sendo assim, com seu crescimento, é necessário da troca de pele, substituindo a antiga por uma nova.

Em muitos países como Espanha, Brasil, entre outros, o camaleão é um animal de estimação.

Os camaleões são animais muito solitários, e que são capazes de ficarem imóveis por horas, aguardando uma presa passar por eles.

Eles só aceitam ficar perto de outro animal da sua espécie em épocas de acasalamento. Quando provocado, ou caso sintam-se ameaçados, eles são capazes de morder, e sua mordida pode doer muito.

Tempo de vida: 05 anos (em média)

Características da Iguana

A Iguana é familiarizada com os extintos dinossauros, pela sua semelhança. Ao contrário do Camaleão, a Iguana é um réptil dócil e calmo, que se acostuma facilmente com seu criador. Ela foi o primeiro réptil a ser domesticado.

Com o passar do tempo, sua pele vai ficando com tons claros. Seu tamanho pode atingir 2 metros de comprimento. Porém, 2/3 do seu tamanho é de sua cauda.

Ela possui 4 patas fortes, suas unhas são bem duras e afiadas. Sua pele é bem seca, sua cabeça até sua cauda é composta de uma fileira de puas.

Sua alimentação é composta de sementes, flores, frutos e folhas, e também de insetos, pequenos roedores e lesmas. Ou seja, ela come de tudo.

Um fato interessante é que ela possui uma visão incrível, capaz de identificar corpos, sombras e movimentos, mesmo não estando perto dela.

Seu “sensor de movimentos” é excelente, além desse réptil ter seu próprio modo de comunicação entre eles, por meio de sinais visuais.

As iguanas gostam de climas tropicais, e suas origens são América Central, América do Sul e Caribe.

Na família de Iguanidae, existem 35 espécies. Porém, existem apenas 02 espécies de Iguanas, sendo elas:

  • Iguana iguana (Linnaeus, 1758) – Iguana-verde (ocorre na América latina)
  • Iguana delicatissima (Laurenti, 1768) – Iguana-do-caribe (ocorre em ilhas do caribe)

Para ter uma Iguana de estimação, é importante ter um terrário úmido, algo que imite um clima tropical, pois como dissemos acima, esse é seu clima favorito.

Quando estão na natureza, as Iguanas vivem em árvores, sobre rochas, no chão, e próximo a cursos d’água.

Como dissemos acima, as iguanas são animais dóceis, diferentes dos camaleões, que são animais terrritorialistas. Porém, vale lembrar que Iguanas macho tem o mesmo temperamento.

Pois, quanto maior for o seu território, maior são a quantidade de fêmeas que eles podem ter acesso.

Como todos animais tem sua forma de defesa, as Iguanas não são diferentes, quando eles se sentem ameaçados, podem chicotear seus predadores com sua cauda, machucando-os.

Confira abaixo as informações científicas da Iguana:

  • Reino Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Reptilia
  • Ordem: Squamata
  • Subordem: Sauria
  • Família: Iguanidae
  • Gênero: Iguana

Há uma espécie de Iguana que é bem incomum, tanto de ser encontrada, quando de ser domesticada, que é a iguana-marinha (Amblyrhynchus cristatus), que já pelo nome sabemos o motivo de ela ser diferente das outras, pois os seus hábitos são marinhos.

A característica reprodutiva da Iguana entre uma fêmea e um macho, são que as fêmeas atingem sua maturidade sexual no período de 02 a 05 anos. Enquanto que os machos, no período de 05 a 08 anos.

As iguanas vivem em torno de 10 a 20 anos na natureza, uma média básica do seu tempo de vida. Porém, em cativeiros, elas vivem em torno de 25 anos.

Há essa diferença de tempo de vida, pois na natureza elas possuem seus predadores, correm riscos de doenças, de serem capturadas, machucadas, ou mortas pelos seus predadores.

Já em cativeiros, recebem todo o cuidado que precisam, não correm esses tipos de riscos. Isto é, quando são cuidadas por alguém responsável, que entende sobre o animal e preza pela sua saúde e bem-estar.

Deseja ter uma Iguana domesticada? A espécie mais comum de domesticação é a iguana-verde (iguana iguana), por seu temperamento dócil e por ela se acostumar facilmente com o novo ambiente.

Veja também

Lagarto Chicote- de- Garganta- Alaranjada: Características e Fotos

O lagarto chicote de garganta alaranjada (nome científico Aspidoscelis hyperythrus) é uma espécie nativa do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *