Home / Animais / Quais Animais Estão em Extinção na Floresta Amazônica?

Quais Animais Estão em Extinção na Floresta Amazônica?

A Floresta Amazônica é a maior floresta do mundo, vital para o Planeta Terra, campeã em biodiversidade e considerada por muitos, o “pulmão do mundo”.

São inúmeros os seres que vivem em meio às matas e árvores da Amazônia. No entanto, os decorrentes acontecimentos – queimadas, desmatamento, caça ilegal, comércio clandestino – colocam em risco a vida de muitas espécies.

Diversos seres vivos são prejudicados com ações do homem, tanto animais, quanto vegetais. As florestas devem ser preservadas, conservadas e toda viva que habita nela, deve ser valorizada. 

Veja a seguir os animais endêmicos da Floresta Amazônica que correm sérios riscos de extinção. 

Animais em extinção na Floresta Amazônica

A lista foi elaborada pelo ICMBio e MMA (Ministério do Meio Ambiente) e classificou as espécies mais ameaçadas de extinção. 

É uma pena essa lista incluir animais tão belos e presentes apenas aqui no território brasileiro. O desenfreado crescimento das cidades, a caça ilegal, o desmatamento e as queimadas, colocaram em xeque a vida das espécies abaixo: 

Ararajuba

Ararajuba
Ararajuba

Uma ave de plumas amarelas, com as extremidades verdes, de rara beleza oriunda da própria Floresta Amazônica, a Ararajuba sofre sérios riscos de extinção. 

Ela pode ser localizada na parte Leste da floresta, como também em algumas áreas do Maranhão. 

Ela é classificada como vulnerável pela IUCN (International Union Conservation Nature). 

Gavião Real

Gavião Real
Gavião Real

Essa é uma das espécies de gavião mais poderosas de toda a natureza, ele é grande, com o bico curvado e apresenta belíssima plumagem. 

Seu corpo é todo acinzentado com a cabeça totalmente preta. Ele é conhecido por ser um caçador nato, consegue capturar desde pequenos mamíferos até os maiores, como macacos. 

O ICMBio classifica o Gavião Real como vulnerável de extinção e por isso merece cuidado e atenção especial. 

Gato Maracajá

O Gato Maracajá é um gato selvagem de tamanho médio. Além da Floresta Amazônica, ele pode ser encontrado em outras regiões brasileiras. 

A coloração do seu corpo é amarelada com pintas pretas, semelhante a uma onça pintada, porém, ele é bem menor, sendo classificado como um gato selvagem. Devido a perda de habitat, a espécie diminui rapidamente.

Boto Cor de Rosa

Boto Cor de Rosa
Boto Cor de Rosa

O Boto Cor de Rosa é uma espécie fantástica, que infelizmente sofre com a poluição dos rios e com a caça predatória. 

Ele é muito raro, sua beleza causa grande impacto visual e ele consegue chamar a atenção de todas quando dá seus lindos saltos. 

O problema é que também chama a atenção de caçadores e pessoas que querem o seu mal, tornando-o em um dos animais mais ameaçados de extinção em toda a floresta Amazônica. 

Boto Cinza

O Boto Cinza, assim como o Boto Cor de Rosa, chama atenção pela sua rara beleza, e assim como seu “primo” sofre com as ações humanas. 

A poluição dos rios e a caça predatória interferem diretamente na vida e no habitat deste incrível ser vivo. 

Ambos são classificados como em risco de extinção pelo ICMBio.

Gato do Mato

Gato do Mato
Gato do Mato

O ato do mato, assim como o gato maracajá, é uma espécie de gato selvagem. Porém, o gato do mato é um pouco menor, apenas alguns centímetros. 

A principal causa do sumiço das espécies é a perda de matas e fragmentação do seu habitat. Ele também é classificado como em risco de extinção pelo ICMBio. 

Cuíca de Colete

Cuíca de Colete
Cuíca de Colete

A Cuíca de Colete é um animal muito curioso, é pequeno e está presente na família dos marsupiais, a mesma dos cangurus, porém, diferentes dos seus amigos australianos, ele é oriunda das matas brasileiras. 

E infelizmente vem sofrendo com as ações do homem, sobretudo pela caça, isso porque o animal é conhecido pelos seus lentos movimentos, tornando-o assim, mais fácil de ser capturado por caçadores. 

Peixe Boi da Amazônia

O peixe boi da amazônia carrega o nome da floresta no próprio nome, porém, isso não é de grande importância para o homem que polui e devasta o seu habitat natural. Ele é o menor de todos os peixes bois. 

O sumiço de peixes bois cresceu muito nos últimos anos, devido a caça predatória e irregular, ele perdeu muito espaço e o principal objetivo dos caçadores é retirar sua gordura e sua carne para vender e consumir.

Peixe Boi da Amazônia
Peixe Boi da Amazônia

O problema é que essa espécie está sendo ameaçada há um bom tempo e por isso, não deve ser retirada do ambiente natural, pelo contrário, deve ser preservada. 

Ariranha

Ariranha
Ariranha

A Ariranha pode não ser comum aos olhos de todos, pois elas vivem em beiras de riachos e raramente são vistas por nós. 

Mas fato é que elas também sofrem com a caça e com o comércio ilegal de animais. O ICMBio classifica a ariranha como risco sério de extinção. 

Onças

Onças
Onças

Tanto a onça pintada, quanto a onça parda (ambas vivem na amazônia e no pantanal) sofrem com o desmatamento de suas áreas. 

Ela é um dos maiores felinos que habitam a América do Sul e por isso, necessitam de muito espaço para sobreviver. 

E como as matas estão desaparecendo, as onças também estão. Mas também devido a sua bela pele, muitos caçadores visam capturá-la e comercializá-la no comércio ilegal. 

É triste, pois se trata de um animal com uma beleza ímpar, que encanta apenas de ser visto aos olhos humanos. 

Macacos

Macacos
Macacos

Infelizmente os macacos também sofrem com o desmatamento, com a derrubada de árvores e com as queimadas na floresta amazônica. 

As espécies de macacos com risco de extinção são: o Macaco Prego, o Macaco Aranha, o Sauim de Coleira e o Uacari. 

Todos são primatas de pequeno porte, e por isso são muito capturados por meio da caça ilegal. 

Outro fator que contribui muito para a diminuição dessas espécies são as derrubadas das árvores, já que dependem delas para sobreviver, caçar, comer e reproduzir.

Preservar a Floresta Amazônica é Fundamental

Enquanto a Floresta Amazônica não for prioridade para nosso povo e autoridades, todas as plantas, animais, povos tradicionais sofrerão com os impactos causados em seu lar.

O desmatamento afeta não apenas a geração atual, mas também as futuras, que podem passar por escassez de recursos naturais.

Então devemos preservar nossas florestas e evitar decorrentes incêndios, queimadas, caças e tudo que prejudique as espécies que vivem por lá. 

Devemos ser amigos da natureza, e a todo custo lutar por sua preservação e das espécies endêmicas.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas nas redes sociais e ajude a preservar a Amazônia.

Veja também

Lagartixa na Mão

Lagartixa Morde o Dedo de Humanos? Qual Risco Ela Oferece?

Dependendo da espécie, as lagartixas podem ter de um a meio a quarenta centímetros de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *