Home / Animais / Porco Doméstico Large White: Características, Nome Cientifico e Fotos

Porco Doméstico Large White: Características, Nome Cientifico e Fotos

Há quem pense que todos os porcos domésticos são rigorosamente iguais. Pois bem, não é verdade, pois existem raças muito interessantes desses suínos e com características bem particulares, como é o caso do large white.

Se você não o conhece, vai conhecê-lo agora.

Porco Doméstico Large White: Quais as Principais Características?

Esse suíno tem origem britânica, e deriva de uma antiga raça de porcos, que é a Yorkshire. Entre os anos de 1770 e 1780, eles foram cruzados com porcos asiáticos da região de Cantão, cujas principais características eram a precocidade e orelhas curtas e finas. Mais ou menos por volta de 1850, porcos napolitanos foram levados da ilha de Malta para a Inglaterra, tendo sido cruzados com a raça formada até então. O resultado disso foram as raças Yorkshire e Leicestershire, que a partir do momento em que se cruzaram, deram origem ao large white. Essa raça só foi reconhecida pela primeira vez em 1868.

Porco Doméstico Large white
Porco Doméstico Large white

Em termos físicos, o large white é todo branco, com orelhas eretas e com um rosto ligeiramente abaulado. A cabeça é relativamente longa, com perfil concavilíneo. Já a linha dorso-lombar é reta, e apresenta uma morfologia muito boa dos membros anteriores e posteriores. Os pernis são cheios e profundos até o jarrete, enquanto que o períneo torácico é bem grande.

O large white, com o passar do tempo, ficou bastante popular, tornando-se uma das raças mais numerosas de suínos hoje em dia. Tanto é que ela é amplamente usada para fazer cruzamentos de suínos intensivos. Além disso, essa raça foi originalmente desenvolvida para ser criada ao ar livre, mas, hoje em dia, é uma das preferidas dos criadores comercias de suínos. No Brasil, por exemplo, ele representa cerca de 23% da composição de nosso rebanho.

Porém, o sucesso dessa raça é mundial nos dias de hoje. Durante todo o século XX, a raça cresceu em popularidade, e quanto mais a indústria nessa área ia se aperfeiçoando, mais o large white ia se tornando o “queridinho” entre os criadores do mundo todo. A demanda por esse porco cresceu tanto que, atualmente, ele ficou conhecido como “The World’s Favourite Breed”, ou “A Raça Favorita do Mundo”.

Características de Produção e Reprodução

O large white é um suíno que apresenta um grande rendimento, com ganho rápido de peso, e tendo também uma ótima conversão alimentar. Já com cerca de 7 meses de idade, esse suíno possui cerca de 120 kg. Quando adultos, chegam a 400 kg.

Com relação à reprodução, essa raça possui ótimas qualidades maternas, com alta prolificidade e precocidade reprodutiva. Tanto os machos quanto as fêmeas são bastante utilizados para cruzamentos industriais, e na obtenção de reprodutores também. A fertilidade desses suínos gira em torno de 86%.

Cada ninhada possui de em torno de 11 leitões, e como já mencionado anteriormente, as fêmeas dessa raça são excelentes mães, bastante cuidadosas.

Criação Adequada de Porcos Large White

Para que uma criação de porcos large white dê certo (e de qualquer outro suíno) é necessário ter em mente para que vais servir essa criação. Por exemplo, se for com o objetivo de apenas subsistências, bastam poucos animais, e pronto. Como o investimento é baixo, após ocorrer a adaptação, as estruturas do local podem ser aproveitadas, com o mais recomendado que elas estejam na orientação leste-oeste em relação ao sol.

Já se a opção for pela produção de leitões a partir de matrizes da propriedade, as exigências, obviamente, aumentam. Mesmo em pequena escala, esse tipo de criação requer cuidados similares aos de uma criação comercial. Essa criação também precisa estar próxima de centros consumidores de médio e grande porte.

Pra iniciar, o ideal é escolher porcos large white de boa qualidade genética, já que são mais produtivos e verifique se eles não possuem doenças. Você pode solicitar a ajuda de produtor de confiança, e que tenha o certificado do Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Criação de Porco Doméstico Large White
Criação de Porco Doméstico Large White

Já o ambiente precisa ser longe de outras criações, para dar bem-estar ao animal. O terreno deve ser plano, e nas instalações o piso não pode ser muito liso, nem muito áspero. O gramado do entorno precisa estar aparado, e se assegure que o ambiente interno esteja na faixa dos 16°C com a Judá de um termômetro. A área da criação precisa estar sempre limpa, sem esterco.

Em se tratando de alimentação, o large white gosta de comer grãos, como, por exemplo, milho e soja. Alguns outros alimentos podem ser oferecidos, contanto que não sejam fibrosos. Existem rações balanceadas que podem ser compradas em lojas agropecuárias, e que são diferenciadas para cada fase de vida do animal. É recomendado limpar os comedores diariamente, a fim de evitar a fermentação de restos de comida.

Com relação à reprodução, as fêmeas dessa raça precisam chegar na criação com cerca de 5 meses de vida para passarem por um período de adaptação. Importante também manter o convívio entre machos e fêmeas por, pelo menos, 10 minutos ao dia, para estimular o cio entre eles. A gestação leva pouco mais de 100 dias, com ninhadas de 11 leitões nascendo 2 vezes ao ano. O desmame dos porquinhos deve ser feito com aproximadamente 28 dias, fornecendo, logo em seguida, ração pré-inicial que seja de boa qualidade.

A Biotecnologia a Serviço do Melhoramento Genético dos Suínos

Melhoramento Genético dos Suínos
Melhoramento Genético dos Suínos

Sendo a mais consumida no mundo, a carne suína está sendo cada vez mais melhorada através das mais avançadas tecnologias biológicas. Pesquisas recentes, inclusive, concluíram que essa carne possui níveis de colesterol semelhantes à carne bovina e à de ave, o que mostra ela não é menos saudável do que as demais. Ao contrário. Já, trabalhos que estão sendo realizados em genética molecular estão dando conta de aperfeiçoarem a espessura de tecido adiposo subcutâneo desse animal (o famoso toucinho).

Determinadas raças de suínos apresentam carcaças extremamente magras, o que fez com que cientistas, recentemente, descobrissem uma espécie de “gene da carne magra”, que está presente nas melhores raças de suínos, como o large white, por exemplo. A ideia é usar as raças que possuem esse gene para serem as produtoras de suínas com melhor qualidade na carne, eliminando características indesejadas de certos tipos de porcos.

Veja também

Furão Tourão: Características, Filhotes, Nome Científico e Fotos

O furão tourão é um nome muito comum usado para se referir ao furão, um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *