Home / Animais / Por Que Pato Voa e Galinha Não?

Por Que Pato Voa e Galinha Não?

As aves podem ter uma série de semelhanças entre si, ao menos à primeira vista. Com asas, penas e mais alguns pares de detalhes em comum, muitos pensam que o grupo é quase homogêneo. Mas a verdade é muito diferente e, na realidade, as aves podem ter diversas características distintas. Esse é o caso da galinha e do pato, por exemplo, dois animais que podem ser criados pelas pessoas, mas que guardam entre si uma série de distinções.

Para começar, enquanto o pato pode voar e até mesmo percorrer longas distâncias apenas com a sua habilidade, a galinha não consegue fazê-lo. Vale sempre lembrar que o pato não voa tão alto, além de não manter o seu voo por grandes distâncias e sem realizar paradas ocasionais. Por outro lado, a galinha sequer consegue fazer isso, pois se vê muito mais limitada em termos de anatomia.

Exposta essa característica muito diferente entre eles, cabe ressaltar que ambos são dóceis com as pessoas e podem ser criados por humanos em larga escala. Ademais, há patos e galinhas que até mesmo chegam a viver como animais domésticos. O temperamento desses animais pode, sim, ser muito semelhante. Se é assim, por que patos voam e as galinhas não?

Por Que Galinha Não Voa?

A galinha possui penas, é uma ave e tem asas. Porém, não consegue voar. Na verdade, a galinha até voa, mas não da forma como as pessoas esperam. Isso porque a galinha pode, em alguns momentos, dar alguns saltos e planar em seguida. Mas isso não se trata de voar, seria mais como retardar a queda. O motivo que explica o fato de uma galinha não voar está na sua anatomia.

As galinhas, no fim das contas, são muito pesadas para o tamanho das asas. Em outras palavras, o corpo das galinhas é bastante pesado e a força das asas não é suficiente para fazer esse animal sair do chão. O problema não está, obviamente, no peso da galinha, pois patos também são pesados. A questão toda é que as galinhas têm asas muito mais fracas.

Ademais, a intervenção do homem no modo de vida da galinha fez com que esse animal deixasse de tentar voar. Logo, com o passar do tempo, as galinhas foram perdendo ainda mais a capacidade de voo. Para as pessoas isso pode ser muito bom, pois uma galinha voadora criaria uma série de problemas para os seus produtores.

Mas Por Que Pato Voa?

A galinha até tem todos os recursos para voar, mas a sua asa é fraca demais para fazê-la levantar voo. Já os patos, que são tão pesados quanto as galinhas e por vezes até mais, voam muito bem. Isso porque os patos possuem asas fortes o bastante para sustentar o voo, sobretudo a decolagem – essa é a parte mais complicada para a galinha, que não consegue sequer sair do chão com facilidade.

Patos podem voar até os 6 mil metros, se necessário. Em geral, o movimento de voar mais alto acontece quando os patos precisam se movimentar por grandes distâncias. Porém, vale ressaltar que algumas espécies de patos sequer conseguem voar acima das barreiras criadas pelo dono. Logo, tudo depende muito da espécie da ave e de como ela se relaciona com as migrações – patos voam para migrar, em busca de comida e sobrevivência.

Em geral, os patos voam em V, como uma forma de economizar energia ao “cortar” o vento. Apenas o primeiro da fila é que gasta mais energia, pois os outros vão aproveitando o vácuo criado por sua movimentação. Essa é uma maneira inteligente de os patos aumentarem o tempo de voo sem aumentar tanto o desgaste.

Por Que Alguns Patos Não Voam?

Há espécies de patos incapazes de voar, como se pode ver em qualquer criação desse animal. Portanto, para entender isso, antes é necessário entender que os patos podem ser muito distintos entre si. A verdade é que, embora todos sejam patos, o tempo e as mudanças de rotina fizeram com que as espécies fossem mudando o seu jeito de ser com o transcorrer dos anos.

É por isso que muitos patos domésticos sequer consegue voar, mesmo que queiram. O mesmo acontece com os marrecos, por exemplo, que voam quando livres na natureza, mas em cativeiro apenas conseguem saltar um pouco mais alto – nem chegam a, de fato, voar.

Pato que não Voa

Todo o cenário do cativeiro é diferente em relação àquele que os patos veem na natureza, então o modo de vida desse ser vivo muda por completo. A mãe não ensina os filhotes a voar, e por vezes a mão sequer sabe voar. O cenário faz com que os patos não tentem tanto o voo e, quando o fazem, não voam muito alto. Para os produtores, esse é um cenário ideal, pois assim se torna mais simples cuidar dos patos domésticos.

Criação de Patos e Galinhas

Criar aves para a reprodução pode ser uma grande opção de investimento para quem vive no campo. Esses animais costumam ser baratos, então o investimento inicial pode ser pequeno e, ainda assim, resultar em frutos muito poderosos. O cenário acontece muito com as galinhas, fáceis de criar e que não exigem muito dinheiro para a compra.

Além disso, quanto mais experiência com as aves você tiver, mais poderá maximizar os lucros ao aumentar a produtividade dos animais. Patos não são tão baratos quanto as galinhas, mas também estão longe de ter valores restritivos. Para começar, uma pequena criação de patos pode ter de 3 a 5 fêmeas, além do macho reprodutor de qualidade. A depender da espécie, será possível comprar todos com menos de 600 reais.

É claro que, quanto mais caro, mais produtivo será o pato. Porém, para começar você não precisa gastar tanto. É importante ter um lago, no caso dos patos; mas isso não é necessário com as galinhas. Um local de descanso também precisará ser construído para ambos, com dimensões capazes de oferecer alguma comodidade aos animais. Em geral, o ideal é ter um pato ou galinha a cada metro quadrado. Faças as contas e veja se você já pode começar uma criação de aves.

Veja também

Cores do Basset Hound: Preto, Branco e Marrom com Fotos

Raça originária na França, o Basset Hound é conhecido pelas suas orelhas grandes e caídas; …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *