Home / Animais / Por Que a Raposa do Ártico Muda de Cor?

Por Que a Raposa do Ártico Muda de Cor?

Para viver em lugares tão frios, as raposas do Ártico têm várias adaptações que lhes permitem sobreviver. Seus corpos redondos e compactos minimizam a área da superfície que é exposta ao ar frio. Seu focinho, orelhas e pernas são curtos, o que também conserva o calor.

Necessidade de Adaptação

Naturalmente, a característica definidora da raposa do Ártico é sua pele profunda e grossa que lhes permite manter uma temperatura corporal consistente. As raposas árticas também têm pêlos grossos nas patas, o que lhes permite andar sobre a neve e o gelo. Mas não é só a pele e pêlos da raposa do Ártico que precisam sofrer adaptações pra sobreviver nesse ambiente extremo.

Por exemplo, a alimentação. Lêmingues são o alimento básico para as raposas do Ártico. No entanto, as raposas precisam ser bastante oportunistas pra sobreviver em condições tão inóspitas, e por isso vão comer o que estiver disponível na tundra congelada, mesmo que isso signifique eliminar sobras de outros predadores, como os ursos polares. A tundra não é um lugar fácil de viver. É estéril, rochoso e sem muita vegetação.

As raposas do Ártico são extremamente bem adaptadas às suas casas geladas e precisam garantir um nicho onde tiram o melhor proveito de quase qualquer situação. Um dos comportamentos mais originais e interessantes das raposas do Ártico é como eles caçam. Eles têm audição incrível, auxiliados por suas orelhas largas, voltadas para a frente, que permitem localizar a posição precisa de suas presas sob a neve.

Outra evolução adaptativa costumeira na raposa do ártico está na mudança de sua pelagem de acordo com a estação climática. Essa é sem dúvida uma das formas de adaptações mais intrigantes e tem despertado muita curiosidade. Não é à toa que é o tema que permeia nosso artigo. Então vamos tentar entender esse processo?

Porque a Raposa Muda de Cor?

Raposa do Ártico Muda de Cor
Raposa do Ártico Muda de Cor

A cor da raposa do ártico muda para se adaptar ao seu ambiente. Durante o inverno, as peles da raposa são brancas para se misturar discretamente à neve, enquanto no verão as peles se transformam em cinza ou marrom. Isso é para se misturar com o solo, já que não há neve no Ártico durante o verão.

Existem dois “morfos” diferentes, também chamados de “fases” ou “formas”, da raposa do ártico. Quase 100% de todas as raposas no norte se encaixam no tipo de metamorfose branca, e 90% delas nas ilhas Aleutas e Pribilofs se encaixam no tipo de metamorfose azul. Raposas brancas se transformam em branco durante o inverno, mas durante a primavera muda o pêlo branco e fica cinza ou marrom.

Conforme as estações mudam, a raposa do Ártico muda a cor de sua pelagem. Na primavera e no verão, tem um casaco escuro, para combinar com a sujeira marrom em seu ambiente. No outono e inverno, fica branco, para combinar com a neve ao redor. As de “morfo azul” clareia durante o inverno, mas nunca fica perfeitamente branca.

Na primavera e no verão, o habitat de um mamífero pode estar cheio de verdes e marrons, enquanto no outono e inverno tudo pode estar coberto de neve . Embora a coloração marrom seja perfeita para um ambiente arborizado de verão, ela torna um animal um alvo fácil contra um fundo branco. Na maioria dos casos, a alteração da quantidade de luz do dia ou mudanças na temperatura desencadeiam uma reação hormonal no animal que faz com que ele produza diferentes biocromos.

Como Isso Acontece?

Penas e pêlos em animais são como cabelo humano e unhas. Na verdade são tecidos mortos . Eles estão ligados ao animal, mas, como não estão vivos, o animal não pode fazer nada para alterar sua composição. Consequentemente, uma ave ou um mamífero tem que produzir uma nova camada de pêlo ou penas para mudar de cor.

Alguns animais podem manipular seus cromatóforos para alterar a cor geral da pele. Estes animais têm uma coleção de cromatóforos, cada um contendo um único pigmento. Um cromatóforo individual é cercado por um músculo circular que pode se contrair e se expandir.

Algumas espécies de animais realmente mudam quais pigmentos estão em sua pele. Nudibrânquios (uma pequena criatura marinha) mudam sua coloração alterando sua dieta. Quando um nudibrânquio se alimenta de um tipo particular de coral, seu corpo deposita os pigmentos desse coral na pele e nas extensões externas do intestino.

Os pigmentos se mostram e o animal se torna da mesma cor que o coral. Como o coral não é apenas alimento da criatura, mas também seu habitat, a coloração é uma perfeita camuflagem. Quando a criatura se move para um pedaço de coral de cores diferentes, a cor do seu corpo muda com a nova fonte de alimento.

A Raposa Está Ficando Indefesa

Viver não é fácil na tundra, como já dissemos. Mas essa raposa peluda com uma manta espessa até sua cauda encontra o habitat perfeito em meio ao gelado. Grandes patas de pêlo denso impedem que a raposa bata na neve encrespada enquanto ouve os lêmingues e ratazanas abaixo. Ouvindo uma correria ou um guincho, a raposa do Ártico prende sua presa sob o monte de neve com um soco dramático e ataque da pata.

Mas a capacidade da raposa de se sobressair em temperaturas severas não a protege de um clima alterado. Algumas das espécies mais vulneráveis aos efeitos da mudança climática são aquelas que melhor se adaptam ao frio, gelo e neve. Com temperaturas de aquecimento, a precipitação transforma-se de neve seca em chuva gelada e gelo.

Raposa do Ártico Começando a Mudar de Cor
Raposa do Ártico Começando a Mudar de Cor

Isso faz com que os túneis de neve das presas das raposas entrem em colapso. Um mundo em aquecimento também está permitindo que a floresta boreal se expanda para o norte, trazendo a maior raposa vermelha, que pode superar a raposa ártica por comida e território. Uma concorrência desleal!

Defensores estão trabalhando para evitar a perda de nossas espécies mais vulneráveis, especialmente no Ártico, onde os efeitos das mudanças climáticas são mais evidentes. A mudança climática é uma ameaça premente para 16 espécies de mamíferos no Árctico, incluindo a raposa do ártico.

Veja também

Araçari-Poca Ou Araçari-de-Bico-Pintalgado: Habitat e Fotos

As aves são animais muito interessantes sob qualquer ponto de vista. Dessa forma, as aves …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *