Home / Animais / Por Que a Enguia Dá Choque?

Por Que a Enguia Dá Choque?

Os animais possuem características que os tornam seres únicos, totalmente diferentes uns dos outros. Para tal, é preciso que esses animais tenham detalhes especiais, modo de vida diferenciado ou qualquer outro fator que os diferencie dos demais. Muitas vezes, esses fatores estão ligados ao seu habitat, mas na grande maioria das vezes possuem relação com as habilidades.

Esse é o caso da enguia elétrica, um animal conhecido por dar choques elétricos de alta voltagem, podendo até mesmo paralisar um cavalo de grande porte. Assim, é mais do que natural pensar que a enguia possui a força necessária para matar uma pessoa sem grande dificuldade, estando entre os animais mais perigosos de todo o planeta Terra.

Enguia Elétrica
Enguia Elétrica

Dessa maneira, há alguns motivos pelos quais a enguia pode oferecer as suas fortes descargas elétricas, seja em animais ou nas pessoas. Com algumas possibilidades para o uso desses choques, o certo mesmo é que as enguias não seriam capazes de sobreviver sem utilizar da alta voltagem das suas descargas elétricas.

O mais impressionante, porém, é a forma como uma enguia consegue dar choques quando bem entender. Com corpo que parece uma pilha, com polos opostos nas extremidades, as enguias possuem uma série de placas minúsculas, capazes de gerar diferença de potencial e, dessa maneira, a condução de corrente elétrica de um polo para o outro. Essa condução cria um campo elétrico ao redor da enguia, que, de forma automática, se torna um grande perigo para os outros.

Por Que a Enguia Dá Choque?

A pergunta é muito boa e pode ser respondia de forma relativamente simples. Na maior parte dos casos, a enguia dá choques elétricos para se defender dos seus predadores, que, em geral, costumam ser maiores ou mais rápidos.

Porém, esse tipo de animal possui a capacidade de oferecer descargas elétricas em grande quantidade, com uma alta voltagem. Naturalmente, está bastante claro que as enguias não usariam o seu poder apenas para conter os predadores. Assim, em muitos casos o animal faz uso das descargas elétricas para matar presas, que costumam ser peixes. Na verdade, nem é necessário que o peixe esteja em contato com a enguia, já que o campo elétrico criado pelo animal pode atingir as suas presas a uma certa distância.

Quando se trata de pessoas, não é muito comum que a enguia seja agressiva e mortal. Contudo, caso se sinta ameaçada, é bastante certo que o animal executará os seus ataques rapidamente. Considerando o fato de que a água conduz corrente elétrica muito bem, naturalmente um ataque de enguia às pessoas tende a ser fatal.

Qual a Voltagem Máxima do Choque da Enguia?

As pessoas adoram saber mais sobre o mundo animal, sobretudo quando este oferece uma grande dúvida ou questionamento a respeito de um animal curioso. Pois é exatamente isso que ocorre quando se deseja saber qual a voltagem máxima que uma enguia pode empregar no seu choque elétrico.

A grande verdade é que esse valor varia, mas, de uma maneira geral, a espécie mais agressiva consegue realizar ataques de até 860 volts, com alta corrente elétrica. Um ataque desse é muito mais potente do que o limite suportado pelo corpo humano, por exemplo, podendo matar um cavalo de grande porte.

Contudo, o mais comum é que as enguias não tenham ataques tão fortes, com a grande maioria das espécies possuindo entre ao 600 e os 650 volts, já capaz de matar uma pessoa e de paralisar um cavalo. No fim das contas, o certo mesmo é que a enguia pode ser bastante forte e potente, não sendo nada recomendado o contato com o animal em seu habitat.

Choque Mais Forte da Enguia Está na Amazônia

A enguia é um animal de água doce, mas que costuma rumar para a água salgada em certa fase da sua vida. Na realidade, todas as enguias nascem nos oceanos, embora acabem por voltar aos rios logo que sintam o primeiro contato com o planeta, ainda com características de larva. Isso porque as enguias reproduzem nos oceanos, deixando os filhotes para nascer no mar.

Depois que nascem, contudo, esses filhotes retornam aos rios para que, no futuro, possam voltar o mar para gerar novos filhotes. Dessa maneira, é natural pensar que a região da Floresta Amazônica, com seus grandes rios e saída para o mar, tenha muitos exemplares de enguias.

A verdade é que isso realmente acontece, com a enguia de ataque mais forte do mundo estando presente na Amazônia. Uma descarga elétrica dessa enguia pode chegar aos 860 volts, algo muito potente e capaz de matar praticamente todos os animais do mundo. Esse tipo de enguia costuma viver mais reclusa, sem tanta proximidade com as pessoas, o que poderia ser fatal.

Há relatos, na verdade, de que até mesmo outras espécies de enguia já foram mortas pelo animal de descarga elétrica mais forte do planeta Terra.

Como as Enguias Matam as Presas

As enguias fazem uso dos seus ataques para a defesa, mas também utilizam a força que possuem para atacar a outros animais.

No caso, esses outros animais são as presas das enguias, em geral peixes menores que servem de alimento para o animal que pode chegar aos 2 metros de comprimento. Para tal, a enguia realiza a condução de energia elétrica pelo seu corpo e, na grande maioria das vezes, sequer precisa do contato com o peixe menor.

Dessa maneira, apenas o campo elétrico criado pela enguia já é capaz de matar as presas, fazendo com que esse animal rapidamente morra. De toda forma, caso não morra de imediato, a presa fica paralisada à espera do ataque da enguia, sem ser capaz de se mexer para fugir.

Outra coisa interessante é o fato de a enguia usar o seu choque elétrico para fazer com que presas escondidas possam aparecer, um ato muito inteligente. Logo, por vezes há peixes menores escondidos em espaços inacessíveis para enguia, que costuma ser grande. Para fazê-los aparecer, o animal cria o seu campo elétrico e torna a situação insustentável para a presa, que sente tanta dor ao ponto de tentar fugir e, assim, aparecer.

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *